Entenda o que causa rotatividade nas empresas e como reverter!

Tempo de leitura: 6 minutos

Você já se perguntou o que causa rotatividade dentro de uma empresa? Esse é um termo muito usado no dia a dia de uma organização, mas ela pode ser algo que traz consequências negativas se o seu índice for alto demais.

Também conhecido como turnover, essa ação pode proporcionar resultados ruins dentro de uma instituição. Isso porque muitos gestores ainda desconhecem as suas causas, que vai muito além do que somente desligar um colaborador. 

Pensando em esclarecer suas dúvidas, vamos abordar nesse post o que causa rotatividade. Além disso, vamos mostrar ações para diminuir esse índice. Vamos lá? Boa leitura!

Afinal, o que é rotatividade?

O termo rotatividade significa a taxa de contratação e desligamento que ocorre dentro de uma empresa. Sabemos que essas ações fazem parte da rotina de qualquer organização. Porém, quando a taxa é muito alta, ela acaba sendo negativa para a imagem da instituição

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Ter um índice alto de rotatividade mostra que uma empresa não sabe como reter os seus talentos. Porém, ter uma imagem assim não é nada bom perante a concorrência. 

Contudo, essa alta rotatividade pode ser influenciada por questões internas e externas. Alguns pontos que podem elevar esse número são: 

  • Grande número de processos seletivos;
  • Desmotivação dos colaboradores;
  • Clima organizacional ruim;
  • A organização não ter comprometimento com o seu time;
  • Baixa remuneração dos colaboradores e benefícios ruins;
  • Ter uma má gestão de pessoas. 

Principais causas de rotatividade dentro de uma organização 

Agora que você já sabe o que significa, deve se perguntar o que causa rotatividade dentro de uma empresa, certo? É preciso estudar o cenário da sua organização para ter a resposta ideal.

Porém, há causas que são comuns em todas as empresas. Conheça as principais:

Causas internas

Dentro de uma empresa podem haver vários fatores que agravam a rotatividade. No entanto, quando o cenário é analisado corretamente, é possível reverter esse quadro. Entre as causas controláveis estão:

  • Remuneração;
  • Condições de trabalho;
  • Não ter capacitação ou treinamento para qualificar uma equipe;
  • Planejamento inadequado;
  • Relacionamentos internos ruins;
  • Gestão de pessoas de baixa qualidade;
  • Não valorizar a equipe;
  • Não ter um plano de carreira.

Porém, há fatores que são semi-controláveis. Veja:

  • Baixo rendimento do colaborador;
  • Insatisfação do time;
  • Perda de conhecimento e experiência do profissional que foi desligado;
  • Clima organizacional ruim.

Mas ainda há os fatores que são incontroláveis. Porém, elas não dependem de nenhuma das partes. Um exemplo disso é o falecimento de um membro da equipe.

Causas externas 

Há também as causas externas. São elas:

  • Nova oportunidade de emprego;
  • Perda de conexão com fornecedores e clientes;
  • Crise econômica no país.
como fazer pesquisa de clima - ebook

Quais as consequências da rotatividade para a empresa?

Como vimos, não é o que causa rotatividade, mas quais fatores causam. Afinal, são divididos em três grupos. Mas como percebemos, a maioria delas está dentro da empresa.

Os impactos dessa alta taxa de entrada e saída de colaboradores em uma empresa geram consequências negativas. Isso pode deixar uma organização desestruturada.

São elas:

  • Alto gasto com demissão e admissão de colaboradores;
  • Baixa no capital intelectual da empresa;
  • Diminuição da produção ou das vendas, gerando um declínio no financeiro;
  • Despesas com treinamentos para novos colaboradores;
  • Desmotivação da equipe.

Portanto, quando perceber que essa taxa está elevada demais, é preciso que a equipe de RH reveja algumas políticas internas, como contratação, remuneração e também de comunicação. 

Como reverter a alta taxa de rotatividade?

O papel do RH nesse cenário de rotatividade deve ser acabar com a insegurança de todo o time. Mas para isso é importante ser transparente com todos os colaboradores.

O ideal para reverter esse cenário é, inicialmente, fortalecer a cultura de feedback. Afinal, uma conversa franca entre gestor e colaborador pode melhorar demais as relações. Assim todos saberão onde devem melhorar.

Porém, outras ações podem ser tomadas, como:

  • Criar uma política de cargos, salários, capacitações e de acompanhamento do colaborador para ver a sua evolução;
  • Fazer uma pesquisa de clima organizacional para compreender quais pontos podem ser melhorados;
  • Ter uma ação conjunta entre RH e gestores para melhor acompanhamento das equipes;
  • Tenha um cronograma de treinamentos para a sua equipe;
  • Criar os perfis ideias de candidatos para preenchimento de uma vaga;
  • Ter um processo seletivo claro e mais automatizado para evitar contratar que fiquem desmotivados no meio do caminho por não concordarem com políticas da empresa;
  • Ofereça ao seu time horários flexíveis ou a possibilidade de trabalhar em home office em alguns dias;
  • Fortaleça a cultura de feedback;
  • Faça avaliação de desempenho periodicamente;
  • Invista na qualidade de vida dos seus colaboradores;
  • Faça o mapeamento das competências;
  • Melhore a comunicação interna para que se torne mais clara;
  • Faça entrevistas de desligamento.

Antes de colocar em prática suas ações, é importante que o RH seja totalmente estratégico. Afinal, são ideias bem planejadas que serão executadas com maestria para diminuir o índice de rotatividade dentro de uma empresa.

Lembramos que não há uma receita de bolo a ser seguida. Isso porque cada empresa tem um histórico e o diagnóstico da análise nunca será o mesmo para todas. 

calculadora de rotatividade da Sólides

Monitore os indicadores para ter melhores resultados 

Acima mostramos para você como é possível reverter a alta taxa de turnover dentro de uma empresa. Mas para te ajudar a ter ações mais efetivas e assertivas, aconselhamos a fazer o monitoramento de alguns indicadores.

Afinal, eles vão te ajudar a avaliar os reais motivos da saída de um colaborador. Veja quais indicadores você pode monitorar:

  • Taxa de absenteísmo;
  • Fazendo o cálculo do percentual de turnover.

Além disso, fazer pesquisas de clima com periodicidade pode te ajudar a perceber como anda a satisfação do time com a empresa.

Como vimos, o que causa rotatividade pode fazer fatores internos ou externos. Mas para reduzir esse índice, é preciso ter ações cuidadosas. Por isso, o planejamento e a análise do cenário são inícios perfeitos.

Inicialmente você pode achar difícil diminuir essa taxa para reter seus talentos, mas com dedicação é possível conseguir resultados satisfatórios. 

Agora que você já sabe o que causa rotatividade, que tal aprender mais sobre retenção de talentos? Preparamos um e-book para você saber tudo sobre esse processo!

0 0 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments