Um ano usando robôs. O que aprendemos sobre inteligência artificial

Tempo de leitura: 5 minutos

A inteligência artificial é um recurso que tornou-se essencial para conseguir analisar padrões de comportamentos dentro das empresas. Na edição do Conarh de 2018, a Sólides apresentou para os congressistas e participantes a Sol, uma de nossas experiências de IA que tem desenvolvido ao longo do ano.

Com o número alto de dados gerados atualmente, é perceptível a importância de contar com ferramentas que permitam a análise e organização. De 2018 para cá, nossas estratégias de IA desenvolveram padrões e análises diferentes para nossas tomadas de decisões.

Para conseguir melhorar a experiência dos nossos clientes, além da Sol adotamos outros dois robôs estruturados em preceitos da inteligência artificial: Ana e Leia. Nesse conteúdo, vamos compartilhar com vocês o que aprendemos e desenvolvemos com elas no último ano, acompanhe!

A inteligência artificial

Atualmente, informação é a base dos processos administrativos. Uma empresa gera diversos dados que podem ser transformados em insumos para um desenvolvimento estratégico. Tudo isso só é possível por meio de processamento de dados cada vez mais inteligente e capazes de aprender com o tempo.

A inteligência artificial é basicamente essa capacidade das máquinas de aprenderem, desenvolverem e decidirem caminhos a serem seguidos em processos automatizados. Com acesso aos dados não processados, os computadores tornam-se capazes de classificá-los, processá-los e analisá-los.

Por meio de algoritmo, os processos se evoluem e criam sistemas de interpretação de dados. Dessa forma, é possível oferecer materiais que sejam verdadeiramente impactantes para o planejamento estratégico de uma empresa, com informações que sejam relevantes para a tomada de decisão.

Todos esses recursos criam oportunidades para melhorar a experiência do usuário, criando chatbots inteligentes capazes de aumentar o número de conversão em cada interação, seja em vendas ou suporte.

A experiência da Sólides

Há mais de um ano a Sólides adotou ações pautadas na inteligência artificial para oferecer uma experiência mais relevante para seus clientes. Para isso, foram criados três “robôs” diferentes, que evoluem com o aprendizado diário que tiram no dia a dia. A seguir, vamos falar um pouco sobre a experiência de cada nesse período.

Ana, a inteligência em People Analytics

A primeira experiência da Sólides com a inteligência artificial foi por meio da Ana. Ela é uma inteligência artificial em People Analytics capaz de criar uma correlação entre os dados da empresa e os perfis comportamentais.

Ela faz uma análise de todas as ferramentas da plataforma Sólides, desde a etapa de recrutamento ao desempenho dos colaboradores. Com esses dados, ela consegue traçar o perfil comportamental que mais se destaca em determinado setor ou área de trabalho.

Com as informações oferecidas pela Ana, o RH consegue — por exemplo — construir um processo de recrutamento e seleção mais eficiente, com as descrições precisas das características necessárias para o desempenho da função.

A Ana também faz o acompanhamento de outros indicadores do RH, como a taxa de rotatividade. É possível acompanhar e analisar o perfil comportamental que está apresentando maiores dificuldades de adaptação com a empresa, a fim de criar um plano de ação para sanar essa situação.

Ou seja, por meio dessa inteligência da Ana, o RH pode elaborar ações mais eficientes e estratégicas. As análises oferecidas pela robô possibilitam economia de tempo nas tomadas de decisão.

Sol, a inteligência por trás do suporte

Para conseguir oferecer uma experiência de valor para cada um dos clientes é necessário ter um suporte eficiente e realmente capaz de sanar as dúvidas de cada uma deles. Foi com esse objetivo que nasceu a Sol.

Ela é uma ferramenta de chatbot que vai aprendendo e desenvolvendo sua comunicação conforme as interações com os clientes. A intenção é resolver as questões mais comuns em relação ao uso do software da Sólides.

O intuito da Sol é conseguir ser realmente capaz de auxiliar os clientes sem a necessidade da intervenção de um colaborador. Para isso, ela vem se desenvolvendo desde a sua criação e diminuindo o tempo de espera dos clientes para cada dúvida.

Leia, a inteligência para conversão de vendas

Um robô que pode otimizar a experiência das pessoas interessadas em conhecer os produtos da Sólides e que atue no contraturno dos nosso colaboradores. A Leia foi criada para aumentar nossas taxas de conversão, trazendo o máximo de potenciais clientes para um contato com nosso consultores.

Ela interage com nossos potenciais clientes a fim de resolver as dúvidas e fazer com que a pessoa avance pela etapa do funil de vendas. Desde a sua implantação, a Leia conseguiu converter 80% dos contatos realizados em ligações para nossa equipe.

Leia desenvolve sua inteligência a cada interação com nossos potenciais clientes, conseguindo estabelecer novas respostas para potenciais questões e necessidades.

A inteligência artificial pode otimizar processos, retirando das mãos da equipe de colaboradores funções operacionais e deixando o RH mais estratégico.

É possível fazer análise do banco de currículos de modo ágil e otimizado, encontrando o perfil de colaborador ideal para determinada função.

Se você quer conhecer mais como o software da Sólides pode otimizar a sua empresa, entre em contato com nossos consultores!

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] nova fase, a tecnologia da informação atua de forma mais inteligente nos processos produtivos. Os robôs operados por pessoas durante o período anterior, hoje são comandados por softwares dotados de […]