Entenda a cultura organizacional da sua empresa

Tempo de leitura: 8 minutos

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Toda e qualquer empresa é composta por um universo próprio, contando com crenças, hábitos, valores, normas, atitudes, linguagens, políticas externas e internas, bem como uma dinâmica única, fatores os quais definem o comportamento dos funcionários. Todo esse conjunto de características bastante específicas encontradas em locais exclusivos é nomeado como cultura organizacional.

Essa cultura é um fator determinante para a manutenção de um padrão de desempenho dentro das equipes e para o engajamento dos colaboradores nas atividades do cotidiano. Contudo, o maior problema que as empresas têm na atualidade é definir qual é a sua cultura organizacional.

Continue a leitura para entender mais sobre esse conceito e como ele impacta a empresa.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

O que é a cultura organizacional?

Como dito anteriormente, a cultura organizacional pode ser definida como sendo um conjunto complexo de crenças, valores e outras características especiais capazes de determinar a maneira como uma empresa realiza negócios junto aos seus colaboradores.

Esse é um sistema que dá fundamento para todas as atividades de uma organização, tornando-a diferente das outras. Isso é proveniente de uma dinâmica cultural que acontece dentro e fora das empresas. Portanto, assim como cada ser humano tem características intrínsecas as quais definem quem ele é, as organizações também são moldadas de acordo com os fatores que vão sendo aplicados a elas.

Tanto isso é verdade que Edgar Schein, um dos maiores especialistas na questão da cultura organizacional, afirma que “a cultura representa para grupos e organizações o mesmo que o caráter para os indivíduos”.

Dessa maneira, a cultura organizacional de uma empresa que presta serviços de limpeza de reservatório de água potável, por exemplo, representa toda a maneira de pensar, perceber, agir e sentir dos colaboradores que é transmitida para todos os integrantes da empresa.

Assim, essa organização pode ter uma cultura pautada no companheirismo, na qual os colaboradores podem estar constantemente auxiliando os seus colegas durante o trabalho.

Quais os benefícios de uma cultura organizacional bem definida?

Ao obter conhecimento a respeito de como deve ser o comportamento das pessoas dentro das empresas, a cultura organizacional é capaz de mostrar o caminho para quais mudanças e melhorias devem ser feitas.

A justificativa disso deve-se ao fato de que administrar um número de pessoas muito grande e complexo pode ser uma tarefa muito difícil, exigindo que seja necessário ter bem definidos os valores os quais devem governar as relações humanas dentro das organizações. Ou seja, ter a cultura organizacional dentro de uma empresa é vital para que estratégias e processos de mudanças sejam viáveis.

Afinal, o que impulsiona os colaboradores a seguir os objetivos de uma organização é ter uma referência clara do que precisa ser seguido. Dessa maneira, caso uma transportadora carregue consigo valores os quais defendem entregas rápidas de produtos, a gestão de logística dessa empresa consegue se planejar de acordo com o que a organização prioriza: o tempo.

Com isso tudo, os benefícios de se ter uma cultura organizacional são diversos, tais como o aumento da produtividade dos trabalhadores e o fortalecimento de uma marca perante a concorrência. Segundo estudos publicados pela revista Forbes, a cultura organizacional é uma forma eficiente de fortalecer as relações entre as pessoas dentro de uma empresa, aumentando o vínculo dos funcionários tanto com os seus colegas quanto com os seus superiores. 

Dessa maneira, dentro de uma fabricante de mangueira de incêndio, por exemplo, é possível aliviar a tensão das hierarquias de poder, permitindo que tanto o trabalhador da linha de produção quanto os líderes demonstram uma importância semelhante para a organização.

A cultura organizacional permite que se extraia o máximo da capacidade dos trabalhadores, sendo algo essencial para a captação de talentos, já que os propósitos de uma empresa muitas vezes se alinha com os valores pessoais de cada funcionários.

Um caso que pode ser citado é o de empresas que criam projetos prediais contra incêndios. Os seus colaboradores podem desenvolver uma visão de responsabilidade diante da importância de seus trabalhando, aumentando a eficiência para garantir que um edifício receba um laudo AVCB.

Portanto, a cultura organizacional busca valorizar ao máximo o poder do trabalho humano, colaborando para uma grande vantagem competitiva das empresas e transformando aquele engajamento dos funcionários em lucro.

Como se define a cultura organizacional de uma empresa?

Entretanto, não é possível obter todos esses benefícios se uma empresa não tiver em suas mãos a sua cultura organizacional bem definida. Este é o próximo assunto que texto tratará.

O primeiro passo para determinar qual é a cultura de uma empresa em compreender os fatores básicos que compõem a forma como uma organização se manifesta culturalmente. Dentre tais questões, pode-se pensar em questões como:

  • a capacidade da empresa obter resultado;
  • as ações que orientam o comportamento dos colaboradores;
  • a maneira como sistemas podem influenciar decisões;
  • a forma como os valores da empresa aparece na prática;
  • quais os acontecimentos recorrentes dentro da organização.

É importante ter em mente que a cultura organizacional de uma empresa é única e, portanto, compõe uma identidade exclusiva. Nesse sentido, a investigação deve ser realizada por meio de instrumentos como:

Assim, uma empresa responsável pela troca de bobina para relógio de ponto, por exemplo, pode levantar informações importantes sobre os seus funcionários, investigando quais são os fatores que os integram ou que os motivam durante o seu trabalho. 

Com isso, torna-se possível definir quais são os três pilares que compõem uma empresa: missão, visão e valores. Estas palavras devem ser vistas, literalmente, como documentos capazes de definir a cultura organizacional de uma empresa.

A integração dos pilares pode sustentar todo o engajamento de colaboradores ao redor das metas e objetivos de uma organização, contando sendo sempre com bastante inspiração.

Para determinar quais são esses pilares, é preciso levar em consideração que:

  • Missão: é o motivo pelo qual uma empresa existe e qual é o seu papel no mercado;
  • Visão: é em que lugar a empresa quer estar no futuro;
  • Valores: são aquelas características inatas que atuam como um mantra para a empresa.

Assim, pensando no caso de uma empresa de manutenção preventiva industrial, por exemplo, a sua missão pode ser “garantir que os processos industriais ocorram de maneira segura e produtiva”, a sua visão “tornar-se referência no mercado em manutenção preventiva” e os seus valores “realizar um trabalho ágil e eficiente para garantir que as operações industriais não sejam interrompidas”.

Entretanto, uma informação importante que precisa ser levada em consideração é: a cultura organizacional de uma empresa muitas vezes demora para ser definida. Isso porque, quando uma empresa nasce, é necessário permitir que a construção da identidade da empresa aconteça com o tempo. 

Mas, no meio do caminho, é preciso tomar atitudes para solidificar e consolidar certas práticas, atividades e valores dentro de um ambiente empresarial. Uma dessas ações será abordada a seguir.

Depois de tudo: o que é necessário?

Após ter em mente quais são esses três pilares, a empresa precisa colocar tudo isso em ação. Compartilhar com os colaboradores exatamente quais são esses valores, as ideias e as visões que compõem a organização permite que eles adquiram comportamentos mais compatíveis com o que se deseja transmitir.

Assim, uma empresa pode pensar no investimento em:

  • banners;
  • encontros periódicos, como reuniões;
  • informativos dentro dos murais da empresa;
  • garantir acesso claro às informações da organização.

Essas são as principais formas de disseminação da cultura organizacional. Todavia, é importante ter em mente que as informações precisam ser totalmente acessíveis a todos os funcionários, permitindo que desde o engenheiro chefe de uma empresa locadora de gerador de emergência, por exemplo, até o recepcionista captam o que a organização deseja mostrar.

Além disso caso a política organizacional de uma empresa utilize uma linguagem que dificulte a compreensão ou que não seja divulgada da forma correta, a estruturação da cultura organizacional pode não ficar muito clara aos funcionários, gerando obstáculos para o futuro de um empreendimento.

Sem essa integração, uma fábrica de adesivo comunicação visual, por exemplo, pode gerar desconfortos entre os funcionários, os quais, durante o seu trabalho na linha de produção, irão se sentir alheios ao motivo das suas profissões existirem.

Dessa forma, pode-se perceber que a cultura organizacional eficiente e bem definida é capaz de provocar uma transformação dentro do espaço empresarial. Portanto, a sintonia e a objetividade dos indivíduos envolvidos no funcionamento de uma organização é um elemento chave para a produtividade.

Não deixe de assinar a nossa newsletter para continuar recebendo conteúdos exclusivos na sua caixa de e-mail.


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of