Engajamento de candidatos: 10 dicas para aplicar no seu processo seletivo

Tempo de leitura: 9 minutos

Está sem tempo para ler? Experimente ouvir a narração deste artigo. Aperte o play!

Como anda o engajamento de candidatos no processo seletivo da sua empresa? Encontrar profissionais que se encaixem nas necessidades específicas de algumas vagas é um grande desafio, mas mantê-los interessados ao longo das etapas do recrutamento pode ser um obstáculo ainda maior. 

Sabemos que os melhores talentos do mercado são os mais disputados. Assim, eles têm o poder de escolha nas mãos, o que exige um esforço maior das organizações na oferta das vagas. O processo seletivo é a oportunidade da empresa mostrar o que ela tem de melhor a oferecer a esses profissionais, por isso deve ser feito de forma criteriosa.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Neste artigo, vamos falar sobre o engajamento de candidatos e porque ele é tão importante não apenas para o recrutamento e seleção, como também para o negócio como um todo. Além disso, daremos 10 dicas de ações para você implementar em seu processo para manter os candidatos motivados do início ao fim. Acompanhe!

O que é engajamento de candidatos?

Trata-se de um conjunto de práticas aplicadas ao longo do processo seletivo que visam manter os profissionais mais interessados em sua aprovação. Em outras palavras, é o esforço do RH em deixar as suas vagas mais atrativas, principalmente aquelas que são mais difíceis de preencher.

Engajar candidatos é diferente de engajar colaboradores, mas ambas as práticas estão relacionadas. Afinal, um candidato que percebe que os colaboradores não estão motivados, provavelmente, não vai querer fazer parte do time. Por outro lado, o simples fato de ter colaboradores engajados não é suficiente para que um candidato perceba vantagens que realmente o interessem. 

Logo, o papel da empresa é mostrar para esses profissionais o quanto vale a pena seguir até o final do processo.

Por que ele é tão importante para uma empresa?

O processo de recrutamento e seleção é composto por várias etapas, que são muito importantes para a escolha da pessoa certa para cada vaga. Em alguns casos, essa dinâmica pode se tornar um pouco mais longa, com aplicação de testes trabalhosos ou uma quantidade maior de entrevistas, o que requer disponibilidade de tempo.

Nesse sentido, as práticas de engajamento são as responsáveis por manter os candidatos dispostos a encarar todas essas etapas, a conhecer melhor a organização e a desejar sua aprovação. Sem isso, as chances de perder ótimos profissionais pelo caminho são maiores, o que diminui a eficiência do processo seletivo e dificulta a contratação de pessoas mais qualificadas.

Guia completo do recrutamento e seleção

Como aumentar o engajamento de candidatos?

Para aumentar o engajamento no processo seletivo, o setor de Recursos Humanos pode aplicar uma série de ações, das quais destacaremos 10 nos tópicos a seguir.

1. Monte um cronograma do processo

O primeiro passo para ter um processo seletivo mais atrativo é montar um cronograma completo de todas as etapas. Nele, deve constar os prazos para a realização de cada um dos testes, a agenda de entrevistas e, o mais importante, o tempo de retorno aos candidatos sobre cada fase. 

Isso ajuda os recrutadores a ter um controle melhor do processo, passando mais segurança tanto para os candidatos quanto para os gestores demandantes das vagas.

2. Estabeleça uma comunicação pessoal e recorrente

A comunicação é um dos pontos-chave em um processo seletivo eficiente. Logo, ela deve ser trabalhada de ponta a ponta, com pessoalidade e transparência, para que cada candidato se sinta único e especial. 

Sendo assim, evite o uso de mensagens padronizadas, cuide para que, quando for necessário utilizá-las, elas estejam devidamente adaptadas com o nome da pessoa e com concordância de gênero.

Por fim, nunca deixe um candidato sem resposta sobre o andamento do processo. Além de minimizar a ansiedade, isso ajuda a mostrar que a empresa se importa com as pessoas e que atua de forma mais próxima de seus profissionais.

3. Ofereça feedbacks mais completos e aprofundados

Ainda sobre a questão da comunicação, uma das maiores frustrações das pessoas que não são aprovadas em processos seletivos é a falta de um feedback de qualidade sobre os motivos da negativa. Não se trata de uma questão de curiosidade, e sim uma grande oportunidade de identificar pontos de melhoria para a carreira.

Mesmo nos casos de aprovações, é interessante apresentar um feedback mais aprofundado, pontuando as características mais marcantes da pessoa sejam positivas ou negativas. Um destaque maior deve ser dado para as soft skills, que dificilmente conseguem ser comprovadas com base apenas em análise curricular.

Soft Skills

4. Mostre as dependências da empresa

Uma iniciativa que ajuda a engajar os candidatos durante o processo seletivo é fazer um tour pelas dependências da empresa. Sendo assim, mostre o setor onde a pessoa trabalhará. Caso seja alguém aprovado, apresente rapidamente alguns dos colegas, mostre os ambientes comuns, como sala de descompressão, cozinha, áreas externas e converse sobre esses lugares ao longo do caminho.

Essa atitude faz com que a pessoa consiga se imaginar inserida na rotina da organização e, assim, envolve-se ainda mais durante o processo. O ideal é que esse tour seja feito em etapas intermediárias do processo, com candidatos que já tenham uma chance maior de contratação.

5. Trabalhe o employer branding

O employer branding é uma das ferramentas mais eficientes do RH. Ele atua desde a fase de atração, com ações que promovem a marca empregadora no mercado atraindo os melhores talentos até a retenção dos colaboradores, atuando na melhoria da satisfação e do clima organizacional.

No processo seletivo, o employer branding pode ser aplicado na apresentação da organização para os candidatos, por meio de materiais impressos e digitais que mostrem as vantagens oferecidas aos colaboradores. 

Além disso, a própria forma como os recrutadores conduzem o processo pode ajudar a reforçar essa questão e aumentar as chances de permanência dos profissionais durante as etapas.

6. Use gamificação no processo

A gamificação é uma prática que pode ser aplicada em diferentes áreas da gestão de uma empresa, mas que tem um potencial muito grande no processo seletivo. Mais do que apenas tornar algumas etapas mais lúdicas e agradáveis, essa tática ajuda na avaliação das competências e habilidades comportamentais dos participantes, principalmente no que diz respeito às interações em grupo.

7. Fortaleça a etapa de fit cultural

A cultura organizacional representa o coração de uma empresa. Hoje, as habilidades técnicas, por si só, não garantem uma boa contratação. Nesse caso, o fit cultural é essencial para a integração do recém-contratado, bem como para uma permanência mais longa na empresa. Uma frase muito ouvida sobre isso é que “muitas organizações contratam pelo currículo e demitem pelo comportamento”.

Nesse sentido, a etapa de validação do fit cultural deve estar no início do processo, de forma a evitar que pessoas com valores muito divergentes dos praticados na empresa tenham o seu tempo desperdiçado. Além disso, é interessante criar um comitê de cultura que estabeleça os critérios de avaliação desse fit e que ele seja formado por pessoas de diferentes áreas do negócio.

banner cultura organizacional

8. Personalize os contatos de acordo com o perfil comportamental

A análise de perfil comportamental pode ser uma grande aliada no engajamento de candidatos, pois ela ajuda a personalizar o processo de seleção. Cada um dos perfis é motivado por coisas diferentes e, ciente disso, a condução das etapas se torna mais agradável e atrativa.

Além disso, toda a comunicação pode ser ajustada para deixar as atividades mais eficientes, desde a forma como o candidato será comunicado sobre os resultados de seus testes, até mesmo, na montagem de uma proposta final mais irresistível.

9. Disponha de ferramentas tecnológicas

A tecnologia já é uma grande aliada do RH como um todo, logo, no processo seletivo não seria diferente. O uso de ferramentas que automatizam as tarefas do time de recrutamento não só garante mais agilidade e precisão por parte da empresa, como também passa mais segurança e confiança para os candidatos.

Assim, elas podem estar presentes desde a fase de divulgação das vagas, utilizando plataformas específicas e redes sociais, bem como nas primeiras etapas de seleção, filtrando currículos automaticamente com base nas exigências mínimas estabelecidas para cada vaga. 

No decorrer do processo, ferramentas mais robustas, como Profiler, ajudam a analisar melhor cada candidato, gerando feedbacks mais completos que o ajudam a evoluir na carreira, mesmo que ele não seja selecionado nesse momento.

10. Colete feedbacks dos candidatos

Essa é uma dica de ouro que quase nenhuma empresa se lembra de fazer, mas que é essencial para ter um processo seletivo de excelência. Saber o que os candidatos acharam do processo é o “pulo do gato” para aprimorá-lo cada vez mais e atrair profissionais de alta qualidade para as futuras vagas.

Para tanto, crie uma pesquisa simples e de preenchimento rápido que ajude a compreender como foi a experiência de cada candidato, principalmente daqueles que não foram aprovados ou que não aceitaram a proposta final. Com base nessas informações, implemente ajustes nas etapas para que os próximos processos sejam ainda melhores.

RH 4.0

É hora de praticar

O engajamento de candidatos no processo seletivo é benéfico tanto para a empresa quanto para os próprios profissionais. A adoção de práticas, como as que sugerimos nesse artigo, mostra que a organização se preocupa com a satisfação de seus colaboradores e que ela é uma excelente escolha para suas carreiras. 

Se essa é a imagem que deseja passar ao mercado, então não perca tempo e comece a investir em um processo de seleção mais eficiente para o seu negócio. Gostou das dicas? Que tal se aprofundar no assunto com a ajuda de quem é referência no mercado? Faça o curso gratuito de Recrutamento e Seleção Comportamental com a Mônica Hauck na Universidade Sólides!

0 0 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments