Employer Branding: uma maneira de reter seus talentos

Tempo de leitura: 9 minutos

A retenção de talentos é uma estratégia fundamental para o crescimento de uma organização. Quando a taxa de turnover é muito elevada, a perda de profissionais é constante, o que pode representar custos elevados.Para conseguir segurar os profissionais na empresa existem diferentes estratégias, uma delas é o employer branding.

Employer branding — ou “marca do empregador”, em tradução livre — é o conjunto de técnicas e atividades implementadas para gerar uma percepção positiva da empresa como um ambiente de trabalho. Essa ação tem reflexo entre os colaboradores e todo o mercado, mudando a impressão global da organização.

Se você quer entender um pouco mais sobre os desafios da retenção de talentos na modernidade e como o employer branding pode auxiliar, leia até o fim!

Os desafios modernos para reter talentos

A dificuldade para conseguir segurar os colaboradores dentro da empresa é cada vez mais sentida atualmente. A rotina fixa de trabalho é um dos fatores que mais assusta os profissionais, que buscam cada vez mais novidades e inovações constantes.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Essas mudanças nas atitudes e nas perspectivas dos colaboradores são ocasionadas por diversos fatores externos. Inicialmente, é importante lembrar que a força de trabalho da maioria dos países, atualmente, é composta pelos representantes da geração Millennials. Nos Estados Unidos isso já é uma realidade concreta, de acordo com pesquisa realizada pelo Pew Research Center, em 2015, os Millennials ultrapassaram a Geração X e se tornaram maioria na força de trabalho do país.

É certo que essa mudança influencia na forma como esses profissionais lidam com o trabalho em si. Os Millennials têm visões diferentes das gerações anteriores no que se refere às questões trabalhistas. Eles sempre buscam o crescimento, o desenvolvimento pessoal e, além de tudo, a qualidade de vida. Certamente, isso impacta diretamente na forma como as empresas se organizam, precisando se atualizar sobre as tendências e descobrir a melhor maneira de atrair e reter os talentos.

Em uma pesquisa realizada pela Bayt.com no Oriente Médio, 75,6% das pessoas afirmaram que fazem pesquisas on-line sobre uma determinada empresa antes de considerarem uma oferta de trabalho. Para nós, isso pode parecer óbvio, no entanto, é aí que está o problema.

Se a maioria das pessoas fazem pesquisas on-line sobre uma determinada organização, já é possível saber o porquê de uma boa imagem e reputação serem essenciais, não é mesmo? Por esse motivo, pela necessidade da manutenção de uma imagem atrativa de uma empresa como empregadora torna-se necessário desempenhar estratégias de Employer Branding.

A definição de Employer Branding

Diante dos desafios para atrair e reter talentos dentro das empresas atuais, com o tempo, foi se tornando necessário pensar em alternativas e práticas para reverter esse cenário. Nesse contexto surgiu o Employer Branding.

Employer Branding consiste em uma série de técnicas e práticas que visam um objetivo final: garantir e exaltar a boa reputação da empresa como boa empregadora.

Você provavelmente já percebeu a exaltação de muitas empresas jovens em relação à qualidade do trabalho dentro da empresa. Essa é uma prova de que Employer Branding é uma prática que está totalmente em alta.

O que faz com que um funcionário escolha trabalhar em uma empresa específica e não em qualquer outra?

O salário é um fator importante, porém, não é o mais importante de todos. Em uma geração que prioriza o desenvolvimento pessoal e também fatores como inovação na rotina, qualidade de vida, o Employer Branding é um diferencial competitivo para essas organizações no momento de conquistas funcionários.

A estratégia de Employer Branding

Obviamente, para desenvolver uma estratégia de Employer Branding dentro de um negócio, é necessário que haja um conhecimento mais aprofundado sobre a essência da marca da empresa. Porém, existem algumas práticas um pouco mais superficiais que são como postulados do assunto.

Práticas como as que mencionaremos abaixo, podem servir de auxílio para a criação de uma estratégia mais completa de Employer Branding e, mais do que isso, podem oferecer alguns insights sobre o assunto. Dá uma olhada!

Tenha uma cultura organizacional definida

Ter uma cultura organizacional definida é a base para o desenvolvimento de diversos benefícios que surgem por meio dela. Essa cultura é a identidade da empresa, responsável por reunir todos os valores e as crenças do negócio, transformando-os em uma marca registrada e única.

Ao planejar uma estratégia de Employer Branding, é necessário conhecer bem a sua marca. Caso a cultura organizacional da empresa seja fraca ou inexistente, esse é o momento de começar a investir nisso. Uma boa prática de Employer Branding exige uma presença de identidade forte para que isso seja ainda mais enaltecido e atraia pessoas para trabalhar na empresa.

Deixe que seus funcionários repliquem

A partir do momento em que sua empresa tem uma imagem e uma mensagem forte a ser passada, seus funcionários serão os responsáveis por tornar isso o público. É um processo quase espontâneo e faz parte de muitas estratégias de Employer Branding.

Vamos tomar como exemplo uma das empresas com uma das melhores estratégias de Employer Branding do mercado, o Google. Você provavelmente já ouviu falar que lá é um dos melhores lugares para se trabalhar, não é? Pois é. Por mais que isso seja verdade e que, de fato, a empresa ofereça condições incríveis para seus trabalhadores, grande parte desse marketing feito, vem dos próprios colaboradores da empresa.

Acontece que, funcionários satisfeitos são, de fato, uma prática de Employer Branding orgânica que contribui mais do que podemos imaginar.

Compartilhe histórias interessantes

Muitas empresas começam com muito pouco e assumem uma posição considerável no mercado em pouco tempo. Outras começam muito cedo, demoram para se desenvolver, mas, em um momento, se transformam. Seja lá qual for a sua história, é importante tornar isso público, também como forma de reforçar a cultura organizacional.

Em muitas empresas modernas existem os Culture Code. Basicamente, se trata de um documento que reúne nele a história, as características, as crenças e os valores. Geralmente os Culture Code são distribuídos para os colaboradores assim que eles entram na empresa e também podem estar disponibilizados online. Esse tipo de documento faz com que a empresa consiga passar para seus colaboradores e possíveis candidatos, a imagem que ela desejar.

Conheça os canais de comunicação para fazer contratações eficazes

Geralmente os seus candidatos estão concentrados onde? Nas redes sociais? Facebook ou LinkedIn? É importante você identificar de onde surgem as pessoas que você geralmente contrata e tornar esse meio o mais eficaz possível. Dessa forma, a imagem da sua empresa vai se tornar cada vez mais presente e, talvez, vire até uma espécie de referência.

A importância dessa prática para a empresa e para o RH

Provavelmente você já entendeu quais os benefícios trazidos para uma empresa quando o Employer Branding é empregado.

Como já mencionamos acima, grande parte das pessoas fazem buscas nos perfis online de uma empresa ao considerarem uma proposta de trabalho, reforçando a ideia de que a imagem a ser passada deve ser a mais interessante possível, principalmente no meio online. Quanto melhor a reputação de uma organização, maior a chance de que a empresa receba currículos interessantes.

Além da captação, ainda existem os benefícios adquiridos para a retenção de talentos que, como já foi dito, é um dos maiores desafios das empresas no mercado atual. Como as técnicas de Employer Branding eficazes fazem com que seus próprios colaboradores se tornem defensores da marca, isso vira um ciclo que reforça a marca constantemente.

Para um RH, essa situação é a ideal. Se o Employer Branding de uma empresa de fato conseguir atrair mais candidatos e, além disso, candidatos mais qualificados e que se identificam com a marca, o trabalho de recrutamento do departamento já se torna mais espontâneo e facilitado.

Obviamente, ao contratar pessoas que se parecem mais com a sua empresa, a chance de retenção é ainda maior. Esse fator é somado à qualidade do ambiente de trabalho, à essência da marca e ao orgulho de se trabalhar em um lugar como esse. Além disso, se o turnover diminui, além do capital poupado, o departamento de RH ainda poupa energia e tempo, bens preciosos nos dias atuais.

O método para calcular o ROI do employer branding

Para saber se a sua empresa está fazendo um bom investimento no employer branding é preciso monitorar e metrificar. Calcular o Retorno Sobre o Investimento (ROI) é uma maneira de garantir que a empresa está, de fato, conseguindo frutos com a estratégia e não apenas prejuízos.

Com o ROI do employer branding, a empresa poderá saber exatamente o número de profissionais atraídos e agregados ao negócio, tudo isso considerando o prazo no qual as atividades foram implementadas.

Para saber, basta aplicar a seguinte fórmula:

ROI = (RECEITA – CUSTO) x 100
CUSTO

Seguindo o cálculo acima, é possível acompanhar se a estratégia implementada está dando resultados positivos ou prejuízo. Caso os custos estejam maiores que a receita, será necessário tomar ações corretivas, mudando a rota das atividade a fim de garantir o melhor resultado possível.

Com um employer branding bem implementado é possível valorizar o capital humano e realizar uma gestão de pessoas mais eficaz, evitando prejuízos. Quando conseguimos reter os talentos dentro da organização, é possível garantir melhorias na produtividade por meio do engajamento e do sentimento de pertencimento dos colaboradores.

Além do employer branding existem outras estratégias e formas de conseguir a manutenção dos seus colaboradores. Quer entender tudo sobre retenção de talentos? Confira nosso guia completo sobre o assunto!


2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Michele Fernandes Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Michele Fernandes
Visitante
Michele Fernandes

Aqui na Solides somos todos brand lovers! <3

trackback

[…] alinhamento com os colaboradores é uma peça chave para engajamento, produtividade ou até mesmo employer branding. Além de mostrar que existe uma confiança por parte da empresa em relação aos colaboradores no […]