Entenda qual é a diferença entre RH e Gestão de Pessoas e suas vantagens

Tempo de leitura: 6 minutos

Apesar de muitos acreditarem que os termos são sinônimos, há sim diferença entre RH  e Gestão de Pessoas. Isso porque, um profissional de Recursos Humanos executa funções diferentes de um gestor de pessoas.

O correto é que a empresa invista nos dois setores, para que consiga otimizar o trabalho de maneira complementar e alinhada com o que o negócio pretende alcançar em termos de resultados.

Continue a leitura deste post e confira qual a diferença entre RH e Gestão de Pessoas e descubra como os setores podem impactar a sua organização!

RH: o que é?

A área de Recursos Humanos vem evoluindo com o passar dos anos e deixou de ser uma simples burocracia para se tornar um departamento de cunho estratégico em qualquer organização.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Ainda, é o RH o responsável pela maioria dos processos que afetam os colaboradores, como processos de recrutamento e seleção, ações para reter talentos, desenvolver os planos de carreira, estruturar os cargos e, é claro, promover medidas para reduzir a rotatividade.

Nesse sentido, a sua função é justamente cuidar dos recursos humanos da empresa para extrair o máximo de produtividade e garantir os melhores resultados para o desenvolvimento de todos.

Além disso, esse segmento também lida com as avaliações de desempenho dos colaboradores, manutenção do clima organizacional, criação do banco de talentos e políticas de RH em geral.

O Recursos Humanos envolve todo o planejamento, gerenciamento e controle das tarefas que abrangem questões como qualificação, orientação e avaliações, sejam elas funcionais ou comportamentais.

Por fim, o profissional de RH é quem faz o monitoramento das pessoas que estão na empresa para assegurar que haja bons índices de qualidade de vida, saúde, benefícios e segurança no local de trabalho.

Na organização, é ele quem terá um olhar abrangente, envolvendo as necessidades da equipe e os objetivos de negócio da instituição. Assim, há um posicionamento estratégico, de forma que as práticas adotadas pelo RH sejam alinhadas com a empresa.

Ao desenvolver as pessoas que compõem o time, o RH tenta alcançar metas individuais e organizacionais. Além disso, promove treinamentos, fornece e recebe feedbacks, define salários e, obviamente, tem um contato direto com o pessoal.

como diminuir a rotatividade

O que é Gestão de Pessoas?

Quando pensamos em gestão de pessoas, é importante ter em mente que precisamos da figura de um gestor, um líder para o time. É essa pessoa quem promoverá a motivação e o engajamento no ambiente de trabalho, inclusive para que os colaboradores estejam dispostos a desenvolver suas habilidades.

Se por um lado o RH tem um pensamento estratégico, voltado para uma visão macro da empresa, por outro, o gestor de pessoas atua de forma direta com o pessoal para guiar os profissionais e manter todos engajados.

Nesse sentido, trata-se do segmento responsável por ter uma comunicação mais constante com a equipe, ouvindo todos para entendê-los. Justamente por isso, conhece quais perfis e habilidades se adequarão melhor à determinada função e entende como deixar o ambiente satisfatório.

Além disso, a gestão de pessoas é extremamente importante para que as equipes trabalhem em prol de um mesmo objetivo. Somente uma boa gestão pode evitar que haja desligamentos frequentes ou até mesmo quedas bruscas de produtividade.

O principal foco da gestão de pessoas é fazer com que os profissionais consigam crescer com maior facilidade e, dessa forma, contribuir ainda mais para o empreendimento. Em muitos casos, é o gestor quem vai “humanizar” a instituição.

Mas para ser um bom gestor, é preciso desenvolver competências, como liderança, comunicação interpessoal, pensamento estratégico, capacidade de tomada de decisões, ética e muitas outras. Logo, o profissional que atua nessa área deve estar sempre estudando para se atualizar.

Quais as principais diferenças entre os dois conceitos?

Se você chegou aqui, provavelmente, percebeu que há diferença entre RH e Gestão de Pessoas. Vamos entender mais a respeito?

Papel no recrutamento

Durante um processo de recrutamento de novos colaboradores, as áreas de RH e gestão de pessoas têm funções diversas, porém imprescindíveis para conseguir contratações mais efetivas

Assim, o gestor de pessoas é aquele que indicará ao RH as principais características que são necessárias para ocupar a posição disponível. Em contrapartida, o RH faz todo o planejamento e recrutamento da pessoa ideal.

Manter os profissionais engajados

O gestor sabe quando há alguma insatisfação que precisa ser solucionada para que sua equipe se engaje mais com o trabalho. Muitas vezes, ele entende o que precisa ser feito, por isso, pode propor soluções ao RH.

Já o departamento de Recursos Humanos é que colocará em prática as estratégias necessárias para resolver qualquer dificuldade e motivar os profissionais. Aqui, é comum promover incentivos e até uma cultura de benefícios.

Desenvolvimento profissional

Como o gestor acompanha o que a equipe precisa, ele consegue identificar quando é necessário desenvolver determinada competência de um colaborador para que ele esteja mais preparado em seu trabalho e melhore seu desempenho.

Nesse caso, o RH é o setor que vai organizar tudo para que isso aconteça, promovendo cursos, treinamentos e capacitações para o time com base na percepção dos gestores de pessoas.

Quais as vantagens de investir em RH e em Gestão de Pessoas?

Como vimos, os dois termos são diferentes e ambos bastante importantes, além de complementares, para o desenvolvimento de uma organização. Isso porque, o capital humano tem um valor imensurável e precisa ser protegido.

Nesse contexto, uma instituição que preza por um bom RH e uma gestão de pessoas bem-feita consegue ser mais assertiva, garantindo um clima organizacional agradável e engajando os colaboradores diariamente para manter uma performance alta.

Quando isso acontece, também fica mais fácil saber quais competências precisam ser desenvolvidas e quais são os pontos fortes de cada um, o que ajuda a identificar potenciais lideranças.

Por fim, se a equipe está se sentindo valorizada e motivada por seus gestores, sabendo que seus trabalhos são reconhecidos, a tendência é que a satisfação dos colaboradores reflita na organização e, consequentemente, aumente os rendimentos.

Agora que você já entendeu a diferença entre RH e Gestão de Pessoas, percebeu que ambos são importantes para uma empresa e precisam ser aplicados juntos para alcançar crescimento real. Então, aprofunde seus conhecimentos e conheça nosso guia completo da gestão de talentos e como fazer com a ajuda da Sólides!

5 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments