5 dicas práticas para organizar e acompanhar o processo de recrutamento e seleção

Tempo de leitura: 3 minutos

Encontrar e contratar novos talentos é sempre um desafio, por isso é importante estruturar bem o processo de recrutamento e seleção. Todavia, antigas práticas devem ser substituídas ou atualizadas para obter um melhor desempenho.

Segundo um relatório da Deloitte, cerca de 56% das empresas estão redesenhando seus processos de RH para aproveitar ferramentas digitais. No entanto, existem algumas dicas — não digitais — que podem ser usadas para melhorar a contratação.

Pensando nisso, criamos um guia para você. Hoje, você vai conhecer algumas dicas para organizar e acompanhar o processo de recrutamento e seleção. Continue a leitura!

1. Descreva o C.H.A. e os valores do novo candidato

É muito comum fazer a descrição do C.H.A. (Conhecimentos, Habilidades e Atitudes) para contratar novos talentos. Contudo, a realidade é que isso não basta, também é preciso cunhar os valores para recrutar com eficácia e organização.

Ao processo de recrutamento que considera os valores do candidato e da empresa dá-se o nome de Fit Cultural, que consiste na busca por profissionais que tenham ideias e princípios parecidos com os da companhia, aumentando a aderência ao cargo.

2. Tenha um cronograma detalhado das atividades

A contratação de um novo talento é um processo que envolve diversas etapas e muito tempo do profissional de RH. Então, é necessário ter tudo muito bem organizado por meio de um cronograma, isto é, uma tabela gráfica que indica as datas e os horários de realização de cada atividade. Assim, é possível manter o alinhamento.

3. Defina métricas e indicadores que possam ser usados

As métricas e indicadores funcionam como uma bússola para o serviço, mostrando se o que está sendo feito é de qualidade. Ao aplicá-los no processo de recrutamento e seleção, é possível fazer constatações da eficácia do trabalho em tempo real .

Monitore, por exemplo: o número de candidatos por vaga, o percentual de vagas fechadas dentro do prazo e o valor financeiro médio por talento contratado. Assim, além de ter maior organização, é possível diagnosticar e corrigir “gargalos”.

4. Mantenha uma comunicação clara com os candidatos

Ao organizar a contratação, também é preciso pensar nos candidatos. Há muitos talentos que desistem do processo de seleção por falta de comunicação, ou seja, sentem que a empresa não está agindo com a clareza que deveria. Por isso, é importante contar com um software que dê mais fluidez aos diálogos e transparência ao processo seletivo.

5. Use um software de RH na empresa

Como mencionado no início do artigo, é cada vez mais importante que as empresas modernizem seus processos de gestão de pessoas, utilizando-se de ferramentais digitais. Uma das mais importantes é o software de RH.

Um bom sistema contribui para que as etapas da seleção sejam organizadas, executadas e monitoradas. Permite também um recrutamento mais colaborativo, envolvendo outros gestores e líderes nesse processo. Assim, pode-se atingir resultados ainda melhores.

Como você pôde ver, essas dicas são capazes de tornar o processo de recrutamento e seleção muito mais organizado, facilitando o seu acompanhamento e a mensuração de resultados. Desse modo, é possível atuar de forma realmente estratégica.

Gostou das nossas dicas práticas? Aproveite para se aprofundar muito mais no assunto, basta baixar nosso Kit de Recrutamento e Seleção. Ele tem eBooks, modelos de relatórios e manuais para otimizar esse processo em sua empresa. Vamos lá!

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of