4 dicas para desenvolver um RH estratégico em uma empresa

Tempo de leitura: 3 minutos

As empresas de hoje buscam integrar a gestão de pessoas à tomada de decisões estratégicas. O chamado RH estratégico é uma tendência que assumiu a condição de boa prática empresarial.

Com efeito, se você é gerente ou analista de recursos humanos, provavelmente já convive com a exigência de incorporar esse novo modelo à sua empresa. O que nem sempre fica muito claro é como fazer, não é mesmo?

Pois bem, aproveite as quatro dicas valiosas que separamos a seguir em resposta a essa pergunta!

1. Ampliar a interação com outros setores

O setor de recursos humanos não pode atuar de maneira isolada do que acontece no restante da empresa. O ideal é buscar o máximo de interação entre setores da companhia.

Um RH estratégico é aquele que, por exemplo, atua em conjunto com os gerentes de vendas para compreender as necessidades da área, que fala aos gerentes de finanças para encontrar soluções economicamente viáveis, que consulta os gerentes jurídicos para prevenir litígios etc.

Nesse sentido, podemos dizer que o RH deve ser uma espécie de mediador entre as divisões de um negócio, sempre atuando para que as escolhas considerem o potencial humano do empreendimento.

Por isso, lembre-se de manter as portas do seu departamento sempre abertas e de dialogar com os demais setores. Nosso departamento não deve ser um bunker, entendeu?

2. Organizar uma política de criação e retenção de talentos

Todos os anos, nossos clubes de futebol formam grandes jogadores em suas categorias de base, contudo, quase invariavelmente, alguns poucos anos depois os talentos são perdidos para outros mercados.

O pior é que essa não é uma realidade apenas do futebol. Muitas empresas refletem esse ciclo vicioso em seu contexto específico e jamais desenvolvem todo o seu potencial.

Por isso, uma excelente porta de entrada para o mundo do RH estratégico é o desenvolvimento de uma política de benefícios para a criação e retenção de talentos.

Ao incorporar essa política, as decisões da empresa passarão a considerar o seu impacto nos estímulos para que profissionais qualificados ingressem, permaneçam e se desenvolvam no negócio.

3. Implementar mecanismos de acompanhamento de resultados do RH

Um dos requisitos para que o departamento de recursos humanos torne-se parte integrante das decisões estratégicas de uma empresa é a existência de informações confiáveis sobre as atividades do setor.

Você daria mais poder a um setor que não presta contas dos seus benefícios para o negócio?

Para atender a essa demanda, precisamos expandir a forma como acompanhamos processos, como recrutamentos, treinamentos, avaliações e demissões, por exemplo.

Um RH estratégico não encerra as atividades quando os profissionais são contratados; os relatórios são feitos ou as pessoas deixam a companhia. Esse novo modelo pressupõe o acompanhamento constante dos resultados das atividades para verificar se elas foram eficientes.

Sendo assim, devemos buscar dados sobre os ganhos e perdas desses processos para o empreendimento como um todo e não apenas em relação às questões internas do RH.

4. Trabalhar os perfis de pessoal para atingir melhores resultados

Um RH estratégico deve abandonar as soluções “enlatadas” e traçar políticas que considerem os diferentes perfis de pessoal, a fim de obter melhores resultados.

Identificar os perfis dos profissionais da empresa pode otimizar a distribuição de funções e o trabalho realizado, bem como fornecer novos critérios para programas de capacitação e recrutamento.

Isso ocorre porque a estratégia de colocação de pessoas será mais eficiente sempre que os funcionários forem postos em funções adequadas às suas características pessoais.

Ora, certamente as pessoas que trabalham com você possuem personalidades distintas, então qual o sentido de desconsiderar essa diferença?

O RH estratégico visa justamente orientar os diferentes perfis, de modo que, ao desenvolverem o máximo de seu potencial, os colaboradores melhorem os resultados da companhia como um todo.

Para conhecer os perfis de profissionais, leia o nosso texto específico sobre essa nova metodologia e aprenda a identificar os traços principais de cada colaborador.

universidade-solides

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Sebastiana Maria Pereira da Silva Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Sebastiana Maria Pereira da Silva
Visitante
Sebastiana Maria Pereira da Silva

Pude compreender que o RH ele é muito importante, para a polícia da empresa, que deve entender de muita coisa dentro de uma organização.

trackback

[…] você quer entender como é possível contar com a tecnologia para ser mais estratégico no momento do recrutamento e seleção de novos talentos, continue a […]