5 dicas para o RH começar a usar o People Analytics

Tempo de leitura: 3 minutos

people analytics é uma das principais tendências em Recursos Humanos da atualidade. Isso porque a aliança entre tecnologia, estatística e gestão de pessoas trouxe bons frutos às empresas, aumentando a produtividade e a satisfação dos colaboradores. Começar a usar o People Analytics requer cuidados e atenção!

Ainda hoje, muitos profissionais da área têm dificuldades para dar o primeiro passo e adotar esse modelo inovador. É que as informações produzidas sobre o assunto não vêm com manual de instruções, não dizem como devemos começar.

Por isso, fique atento às 5 dicas para seguir e começar a usar o People Analytics na sua empresa!

1. Leia livros e artigos sobre o tema

A primeira etapa para colocar um novo método em funcionamento é conhecê-lo. Afinal, apenas com um conjunto de informações precisas é que nossas ações serão orientadas adequadamente.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Nesse contexto, os livros, artigos e posts especializados são fontes ricas. Por meio deles, adquirimos a teoria necessária para o desenvolvimento de novas competências e práticas.

Logo, a leitura desse tipo de material pode ser um excelente ponto de partida para usar o people analytics.

2. Invista em atualizações

Hoje em dia, os assuntos relacionados ao RH são abordados em cursos (presenciais e a distância), palestras, workshops, congressos e afins.

Sendo assim, temos diversas opções para uma atualização completa em people analytics. Basta escolher aquela que melhor se adapte às suas necessidades e iniciar os estudos.

Trata-se de uma excelente alternativa para quem tem dificuldades com a leitura ou prefere aprender com auxílio de especialistas.

3. Participe de grupos de discussão nas redes sociais

A integração e compartilhamento de informações nos traz uma perspectiva diferenciada e orientada para questões práticas.

Afinal, os membros de um grupo testam as teorias no dia a dia e fornecem o accountability (prestação de contas) das ações mais eficientes.

Com efeito, tais grupos podem servir de ponte entre os conhecimentos adquiridos e a vida real.

4. Comece um pequeno projeto

Após ampliar nosso conhecimento, sentiremos aquela vontade de colocar as ideias em prática. Contudo, a transformação dos recursos humanos de uma empresa não precisa ocorrer de forma radical — tampouco é recomendável seguir por esse caminho.

O ideal é iniciar um pequeno projeto, focado na resolução de questões pontuais. Por exemplo, usar a people analytics na definição das diretrizes de treinamento, na elaboração de um plano de retenção de talentos, na atualização dos perfis para vagas etc.

Assim, os resultados positivos servirão de estímulo e justificativa para ampliação do novo modelo.

5. Experimente a tecnologia

tecnologia é o que possibilita a coleta e análise de grandes volumes de dados, de modo que, sem ela, o people analytics é simplesmente inviável.

Sendo assim, precisamos investir uma parte do nosso tempo na pesquisa de um bom software, capaz de fazer com que a mágica aconteça.

Para isso, aproveite as opções de teste gratuito para se familiarizar com os programas e aplicativos dos fornecedores, sempre que essas estejam disponíveis.

Dessa forma, você terá bons elementos para tomar uma decisão consciente e, junto com as demais dicas mencionadas, dar o pontapé inicial no people analytics da sua empresa!

Gostou da ideia? Que tal começar agora mesmo? Faça o teste gratuito do software da Solides por 14 dias e obtenha uma tecnologia de ponta!

cultura-organizacional


4
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Pietro Rodrigues ChauszczSolidesDIOGO MACHADO Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
DIOGO MACHADO
Visitante
DIOGO MACHADO

Poderiam partilhar um case de sucesso ?

Solides
Admin

Olá Diogo, no nosso blog você encontra alguns.
Segue os links:
1- Lisiane Szeckir
2- Super Treviso
3- Cedro Têxtil

DIOGO MACHADO
Visitante
DIOGO MACHADO

Qual a literatura indicada ?

Pietro Rodrigues Chauszcz
Visitante

Olá Diogo,

Acredito que os livros abaixo podem ajudar:

Storytelling Com Dados
Livro por Cole Nussbaumer Knaflic

O Andar do Bêbado – Como o Acaso Determina Nossas Vidas
Livro por Leonard Mlodinow

Um novo jeito de trabalhar
Livro por Laszlo Bock