4 dicas para a retenção de talentos para começar a usar

Tempo de leitura: 4 minutos

A retenção de talentos funciona como um planejamento estratégico para conquistar o capital intelectual em uma empresa. Funciona mais ou menos como uma relação amorosa: é preciso investimento em atitudes e dedicação constante. O “flerte” deve ser constante e começa já na etapa de recrutamento e seleção. Contar com algumas dicas na retenção de talentos também pode ajudar.

Alguns gestores acreditam que um bom salário é suficiente para manter profissionais altamente qualificados em uma empresa. A remuneração atrai, mas é preciso mais. Por isso, não cometa o erro de oferecer remunerações diferentes como estratégia de retenção de talentos. Muitas vezes, o tiro pode sair pela culatra. 

Para reter talentos em uma organização é necessário implantar um conjunto de ações que possibilitem a permanência daqueles profissionais mais capacitados e com melhores expertises. 

É importante saber que a retenção de talentos tem impactos positivos na vida financeira de uma organização. Quando você conquista seus melhores colaboradores para que eles continuem trabalhando na sua empresa, você diminui custos demissionais e admissionais, sem contar na economia de investimentos em capacitação, necessários a novos colaboradores. 

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

4 dicas para retenção de talentos na prática

Trabalhar para a retenção de talentos resulta em inúmeras vantagens para a empresa. Dentre elas, destacamos equipes mais engajadas, a redução de gastos trabalhistas e a atração de novos talentos interessados em trabalhar na companhia. Mas como reter talentos na prática? Confira 4 dicas:

1. Investir na gestão de pessoas

A gestão de pessoas eficiente gera resultados positivos. Muitas empresas já entenderam que o setor de RH exerce um papel estratégico dentro de uma organização. Vale lembrar que a área está sempre em desenvolvimento e procura inovar na metodologia para acompanhar as mudanças de comportamento e os perfis dos novos profissionais. 

Por isso, o setor de recursos humanos enfrenta desafios a todo instante, é uma área dinâmica e deve receber constantes investimentos — e não estamos falando somente de investimentos financeiros — para auxiliar na retenção de talentos. 

2. Plano de carreira e benefícios para além do salário

Como mencionamos antes, não são só os bons salários que convencem um colaborador qualificado a continuar trabalhando na mesma empresa durante anos. É preciso aplicar outras medidas que possam ter valor além do monetário.

Um exemplo são os benefícios oferecidos às equipes. São aqueles itens que, aos olhos do colaborador, representam “recompensas” pelo bom trabalho desenvolvido. Mas também são vistos como estímulo para continuar se dedicando à empresa. 

O raciocínio do seu colaborador deve ser: “Se a empresa se preocupa comigo, por que eu vou sair daqui?” O resultado para a organização é a retenção dos seus melhores talentos, além de produtividade e rentabilidade. 

Então, antes de pensar somente em altos salários, lembre-se de oferecer benefícios como:

  • Parcerias com instituições de ensino;
  • Convênios com academias ou clubes de lazer;
  • Invista em sistemas de recompensas, bonificações e prêmios;
  • Ofereça auxílio-creche ou plano de saúde familiar

Além dos benefícios, não deixe de fomentar um plano de carreira  possível e bem estruturado. Ao vislumbrar onde poderá chegar e como fazer para alcançar seus objetivos, o colaborador se sente parte da empresa e continuar nela é tudo o que ele deseja. 

3. Ofereça um ambiente de trabalho agradável, humano e acolhedor

Investir em uma cultura positiva no local de trabalho traz resultados. Empresas que atentaram a isso aumentaram suas receitas em 682% em um período de 11 anos. Já aquelas que não fizeram esse tipo de investimento cresceram apenas 166%.

O ambiente de trabalho deve ser agradável a ponto de proporcionar satisfação aos colaboradores. Por isso, invista no clima organizacional e dê um passo além na retenção de talentos na empresa. 

4. Invista na comunicação clara, objetiva e com feedback

A liberdade de emitir opiniões no ambiente de trabalho é salutar e faz com que o colaborador se sinta valorizado. 

Portanto, é importante investir na comunicação entre as equipes, criando espaços de interação e de diálogo. Sem esquecer, é claro, da oportunidade de feedback. Muitas empresas têm investido na cultura do feedback. Ele é o ponto de partida para o desenvolvimento pessoal e profissional. 

Tenha em mente que a ausência de feedback pode gerar impactos negativos na organização como um todo. Seguindo as dicas para retenção de talentos impacta positivamente a produtividade e pode trazer outros benefícios.

Gostou das nossas dicas? Aproveite para entender como a tecnologia pode auxiliar na retenção de talentos na sua empresa.


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of