Dia do Profissional de RH: a origem do 3 de junho e a importância do setor

Tempo de leitura: 10 minutos

Sem tempo para ler sobre o Dia do Profissional de RH? Experimente ouvir este artigo. Aperte o play!

Todas as profissões têm a sua importância e devem ser celebradas, mas não poderíamos deixar de destacar uma data muito especial que é o Dia do Profissional de RH. Falar em Recursos Humanos nos leva a refletir sobre o quanto as pessoas, principais ativos dessa área, estão cada vez mais em destaque nas organizações. 

Por isso, ao longo deste conteúdo, você vai ficar por dentro de como surgiu a data mundialmente e aqui no Brasil, entender os motivos pelos quais esse dia deve ser comemorado, qual é o papel e a relevância do profissional para as empresas, as áreas de atuação e muito mais! Então, boa leitura!

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

O Dia do Profissional de RH 

A data foi comemorada pela primeira vez em 3 de junho de 1976, mesmo dia em que foi fundada a Federação Mundial de Associações de Gestão de Pessoas, a WFPMA (World Federation of People Management Associations). 

Na ocasião, vários países adotaram a data como o Dia Internacional do Profissional de RH. Aqui no Brasil, ela ganhou destaque após o reconhecimento desses profissionais por Genézio Lucone, fundador da Associação Paulista de Administração Pessoal, que hoje é a Administração Brasileira de Recursos Humanos — a ABRH.

À época da criação da comemoração, já se chamava atenção para a importância da valorização dos colaboradores no ambiente corporativo e a gestão de pessoas já era vista como uma área estratégica dentro das companhias. Mais de 40 anos depois, os profissionais ainda enfrentam vários desafios e o segmento está sempre se transformando, tanto que já temos o RH 4.0.

Os motivos para celebrar o profissional de RH 

Um setor que desempenha ações tão estratégicas com o principal capital de uma empresa, que são os colaboradores, tem diversos motivos para celebrar a data. Tenha em mente que as principais formas de garantir mais engajamento dos times, identificar e treinar líderes  e saber gerir de acordo as competências comportamentais só é possível por conta dos esforços da equipe de RH.

Ainda, todo o processo organizacional de uma empresa passa pela atuação minuciosa do RH. Desde as fases de recrutamento e seleção, na integração de cada colaborador, avaliações de desempenho, nos programas para melhoria da produtividade e, consequentemente, os resultados de uma companhia, tudo tem participação dos Recursos Humanos.

Por fim, além dessas ações, pense no dia a dia de uma empresa e veja como o setor se encaixa em cada umas dessas atividades:

  • reuniões com os times de colaboradores;
  • reuniões com os líderes;
  • feedbacks aos colaboradores;
  • conscientização dos gestores sobre a importância de dar feedback aos liderados;
  • campanhas de conscientização organizacional;
  • desenvolvimento das políticas internas;
  • difusão da cultura organizacional.

As maneiras de celebrar o dia desses profissionais 

A comemoração de uma profissão tão relevante para uma empresa não deve passar em branco. Logo, se você é líder desse time, não deixe de distribuir alguns brindes representativos e mimos para os colaboradores que trabalham ao seu lado. 

Para tanto, transmita mensagens que reforcem a importância do trabalho e do esforço de todos, principalmente pelo apoio em um momento crise. Pode parecer pouco, mas como você lida com pessoas, sabe bem que pequenas atitudes de reconhecimento, gratidão e espírito de equipe ajudam a fortalecer o grupo e o DNA da companhia.

A importância do setor de RH nas empresas 

Na década de 70, o diferencial competitivo de uma empresa era a quantidade de máquinas que ela tinha para desempenhar suas atividades — muitas, inclusive, trocaram a mão de obra humana pela velocidade dos maquinários. 

Mas essas ferramentas desempenhavam (e ainda desempenham) tarefas rotineiras, repetitivas e padronizadas, ou seja, por mais que as máquinas entregassem excelentes resultados, devido à alta performance obtida pela velocidade única, elas não exerciam a atividade intelectual do homem. 

Por isso, com o passar dos anos, os diferenciais competitivos foram mudando, desligando-se das máquinas e optando pela qualidade, depois pelos processos, tecnologia da informação, até chegar nas “pessoas”, que hoje são a principal necessidade de gestão em uma organização.

Inclusive, podemos dizer que, atualmente, a gestão de pessoas está muito relacionada à tecnologia da informação. Mas agora não é uma em detrimento de outra, e sim ambas aliadas e parceiras para otimização das atividades diárias do setor e para o alcance do sucesso de uma empresa. Nesse sentido, existem alguns benefícios. Acompanhe!

Aumenta a produtividade 

Existe uma realidade em todas as organizações: quando os colaboradores estão satisfeitos no ambiente de trabalho, eles têm muito mais empenho para desenvolver suas atividades, por isso, produzem mais. E o RH exerce um papel fundamental nesse processo.

Isso acontece porque são vários os fatores que podem diminuir a satisfação das pessoas: falta de comunicação ou comunicação ineficiente com o líder, descontentamento com o salário, entre outros. E isso só será identificado com a ajuda do profissional de RH que, a partir daí, conseguirá propor soluções para cada caso.

Dinamiza os processos 

Lembra-se de que falamos da parceria de RH e tecnologia? Aqui temos mais um exemplo de como isso pode dar certo e elevar o nível de atividades. A tecnologia auxilia na redução de etapas ou processos burocráticos, que podem ser automatizados. Nesse sentido, podemos citar a triagem, por meio da internet, de candidatos que enviam vídeo currículos nos processos seletivos.

Contribui para visão sistêmica 

Cada vez mais os gestores de RH se tornam parceiros de negócios  — assunto que daremos mais detalhes adiante — ou são verdadeiros braços direitos dos presidentes e CEOs nas organizações. Nesse contexto, o setor é capaz de auxiliar no posicionamento estratégico da companhia com a visão sistêmica dos processos que envolvem as pessoas.

Orienta a organização 

A orientação do RH é percebida em todos os setores de uma empresa, pois desde o momento em que um colaborador é recrutado até o seu desligamento, independentemente do setor, ele passa pelo trabalho desses profissionais.

Ainda, como desempenha ações estratégicas, o setor é um aliado, por exemplo, quando um gestor quer demitir um colaborador. Por que essa pessoa deve ser demitida? Podemos remanejá-lo ou trabalhar pontos de melhoria? Essas são algumas questões que servirão de orientação para os líderes.

Tomada de decisões mais estratégicas

Cada vez mais, o RH fala a mesma língua da alta gerência de uma organização. Hoje, o setor conta com subsídios para oferecer dados, números e demais informações que servirão de suporte para as tomadas de decisão da empresa, seja em qual área isso for necessário.

O mercado de trabalho para os profissionais 

Existem diversas possibilidades de atuação para o profissional que escolheu o RH como o segmento para trilhar a sua carreira. Saiba que, de maneira geral, os salários de analista dos diferentes cargos variam entre R$ 1,690 a R$ 4.101,00. A seguir, listamos algumas das principais áreas.

Bussiness Partner 

O Business Partner é um parceiro do negócio e atua ainda mais estrategicamente que outros cargos em RH. Sua função é ser um conselheiro da organização, intermediando as ações entre colaboradores e gestores para otimizar os resultados da empresa.

Headhunter 

Essa palavra significa “caçador de cabeças” e entrega a função do Headhunter: buscar talentos para a instituição nos locais mais variados. Para tanto, ele deve contar com uma boa rede de relacionamentos e estar sempre atento ao mercado.

Analista de cargos e salários

Esse profissional é o responsável por definir e rever as políticas salariais da empresa, considerando as posições existentes, a compatibilidade dos salários praticados pelo mercado, o perfil dos cargos, entre outras questões.  

Analista de desenvolvimento humano 

Lida diretamente com as atividades relativas ao desenvolvimento dos colaboradores durante sua trajetória profissional. Além disso, desenvolvem e implementam treinamentos, eventos de integração dos novos colaboradores, planos de crescimento individual etc.

Analista de benefícios

Trata-se do responsável por gerenciar os planos de benefícios voltados aos trabalhadores, adequando às suas necessidades e à realidade da empresa, como plano de saúde e odontológico, vale-refeição, vale-alimentação e bolsas de estudo.

Coordenador de RH 

Por desempenhar atividades de grau mais elevado de responsabilidade, o salário de Coordenador de RH varia entre R$ 5.500 a R$ 12 mil. Exerce função diretamente ligada ao Departamento Pessoal, como o cumprimento das leis trabalhistas, processos contratuais e outros.

Diretor de RH

Desenvolve ações voltadas ao desenvolvimento dos colaboradores, como treinamentos, cursos e palestras. Além disso, visa a gestão de carreira dos funcionários. Ainda, delega funções para o restante da equipe de RH e pode receber salário de até R$ 50 mil. 

Gerente de RH 

Abaixo do diretor de RH está o gerente, que é o responsável por articular as atividades desenvolvidas pelos profissionais do setor, lidando diretamente com os trabalhadores da área e não com os demais colaboradores da companhia. O salário varia entre R$ 8.500 a R$ 25 mil.

Técnico de Segurança do Trabalho 

Visa implementar programas de prevenção a acidentes de trabalho. Para tanto, deve cuidar para que a empresa seja sinalizada e bem orientada para colaboradores e visitantes, respeitando, inclusive, as diretrizes sobre acessibilidade.

O futuro do RH 

As companhias são feitas, essencialmente, de pessoas, e em um ambiente de trabalho com indivíduos tão diferentes e que exercem atividades de maneiras distintas, saber “lidar com pessoas” é algo valioso para o sucesso da empresa. 

Mas sabemos que gerir indivíduos é um desafio e esse é um dos pontos que mais ressalta a importância dos profissionais desse setor, que será cada vez mais integrado à tecnologia, tendo-a como sua aliada nos processos.

A importância da análise de dados no RH 

Na análise de dados, evolução cada vez mais necessária em todos os setores de uma empresa, o People Analytics será peça estratégica para apurar e transmitir dados dos profissionais aos gestores. Assim, os líderes terão embasamentos mais efetivos e concretos para tomarem suas decisões. 

O RH estratégico por meio da tecnologia 

Anteriormente, mencionamos que a tecnologia agora é uma parceira do RH e não mais a protagonista, como era até anos atrás. E essa parceria ganha cada vez mais espaço nas empresas, sendo uma tendência em constante evolução para o setor daqui para frente. 

Nesse sentido, dados são apurados, relatórios são gerados e todas as ações da área não serão baseadas em achismos, e sim em bases estruturadas, pois os números são exatos e servem como referência e orientação para dar os próximos passos na gestão de pessoas.

Percebeu como em todas as atividades e setores de uma organização o Recursos Humanos está envolvido direta ou indiretamente? Por isso, celebre o Dia do Profissional de RH, pois você é peça fundamental para fazer uma empresa alcançar os resultados e o sucesso no mercado!

Gostou do conteúdo? Aproveite para conferir mais sobre o que faz um profissional de RH!

0 0 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nicole
Nicole
3 meses atrás

Artigo super completo, e já vi essas tendências do futuro acontecendo em várias empresas. O RH já está atuando através de resultados mensurados! Muito legal ver que a nossa área hoje também dá resultados assim, o que antes víamos acontecer somente em setores como Financeiro, Comercial, e etc. Abraço.

Giuliano Sales
Admin
3 meses atrás
Reply to  Nicole

Ei, Nicole, tudo bem?
Ficamos felizes que você tenha gostado do nosso conteúdo.
Estamos sempre aprimorando nossos textos para oferecer o máximo de qualidade, continue nos acompanhando.
Abraços.

Loacir da Silva
Loacir da Silva
3 meses atrás

Sou Médico Veterinário,mas tenho MBA em Gestão de Pessoas,gosto muito dessa área,por isso gostaria de receber mais materiais voltados ao RH Grato.

Loacir da Silva
Loacir da Silva
3 meses atrás

Sou Médico Vetrinário de formação,mas gosto muito dessa área.

Baptista Orlando Jorge Julio
Baptista Orlando Jorge Julio
3 meses atrás

Foi bom saber pela primeira vez que existe um dia do profissional de RH.

Giuliano Sales
Admin
2 meses atrás

Ei, Baptista, tudo bem?
Agradecemos o seu feedback.
Para nós, todos os dias são do profissional de RH, mas o dia 3 de junho é um marco na nossa história que precisa ser comemorado especialmente.
Continue acompanhando nossos conteúdos para saber mais sobre o mundo do RH.
Abraços!