Desenvolvimento profissional: entenda como um plano de desenvolvimento garante o sucesso do seu time

Tempo de leitura: 6 minutos

Você sabe como um plano de desenvolvimento profissional pode garantir o sucesso do seu time?

É de conhecimento geral que o desenvolvimento profissional implica que: quanto mais conhecimento os colaboradores tiverem, maior será a rentabilidade da empresa. É como um time de futebol, os que possuem os melhores jogadores sempre vencem os campeonatos.

Ainda utilizando a metáfora esportiva, os melhores atletas são aqueles com maior habilidade, que conseguem dar um drible, correr mais rápido, ter a precisão no chute.

Mas não é nenhuma novidade que para alcançar esse nível de habilidade, é demandado muito tempo de treinamento técnico e, principalmente, físico de cada indivíduo.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

No mundo corporativo, o princípio é o mesmo. O funcionário que se atualiza constantemente, tem autoconhecimento de suas habilidades e se preparou para o trabalho terá, invariavelmente, melhores resultados que os demais.

Contar com um funcionário com esse tipo de comportamento é excelente para as empresas, já que a empresa precisa ter eficiência em todas as áreas, da produção ao atendimento ao cliente, se quiser sobreviver em um mercado tão competitivo como o atual.

Porém, nem sempre isso acontece. Por isso surge a necessidade das empresas investirem no desenvolvimento profissional dos colaboradores, ajudando-os tanto na vida pessoal como, principalmente, na profissional.

O principal objetivo do desenvolvimento profissional é fazer com que o colaborador alcance metas a curto, médio e longo prazo, de forma que melhore o desempenho dele dentro da organização.

Desenvolvimento profissional para os colaboradores

O investimento em estudo e capacitação é a base para o desenvolvimento profissional. Muitas empresas costumam entender que esse tipo traz uma série de benefícios, por isso oferece cursos, treinamentos aos colaboradores.

No entanto, essa não é uma função exclusiva das empresas. Na medida do possível, os próprios colaboradores devem ser proativos e capacitar-se de forma independente.

O desenvolvimento profissional não significa apenas melhorar o conhecimento técnico da área em que atua (hard skills), mas também desenvolver habilidades comportamentais (soft skills) que possam melhorar o desempenho na empresa.

Dentre os principais comportamentos mais desenvolvidos pelas organizações, podemos citar a comunicação, liderança, relacionamento interpessoal e empreendedorismo nos que tem mais destaque.

A comunicação e relacionamento interpessoal são habilidades que praticamente andam juntas. Já que, se você ter dificuldade em falar ou lidar com os seus colegas de trabalho, é provável que tenha problemas de rendimento.

A liderança é outro ponto primordial, já que são funcionários como esses os responsáveis por levar todos ao sucesso dentro da trajetória do seu negócio.

E as habilidades empreendedoras permitem que o colaborador consiga ser autossuficiente e propor soluções inovadoras para os problemas que enfrenta no dia a dia.

De uma forma geral, o desenvolvimento profissional das soft skills demanda um processo a longo prazo, no qual o colaborador deve ter bastante autoconhecimento e entender o que ele precisa aprimorar.

Já as hards skills, por serem correções ou aperfeiçoamento do trabalho, tem um caráter mais técnico, sendo possível obter resultados em um curto prazo.

A importância de um programa de educação corporativa

Para as empresas, criar um programa de desenvolvimento profissional dos colaboradores é investir no capital mais precioso: as pessoas. É comprovado que as empresas com melhores resultados tem um departamento de recursos humanos atuante.

Muitas organizações optam por montar um programa específico de desenvolvimento profissional dos colaboradores, geralmente sob responsabilidade do RH.

Desta forma, os colaboradores são educados conforme a estratégia da organização, tendo os comportamentos corretos para o crescimento de toda a empresa.

O desenvolvimento profissional proposto pelas empresas é importante também pois a educação brasileira ainda é um assunto delicado. Algumas áreas, como as de tecnologia, tem grandes problemas na contratação de profissionais qualificados.

O que tem ajudado as empresas na hora de educar seus funcionários são as ferramentas tecnológicas, da internet. São plataformas focadas no ensino on-line que tem feito grande diferença nos programas de desenvolvimento profissional.

E-learning no desenvolvimento profissional

O ensino EAD, de uma forma geral, é uma realidade que beneficia uma série de estudantes. Além do custo-benefício, dá ao aluno maior liberdade e responsabilidade sobre o ensino.

Na educação corporativa, os treinamentos que utilizam as plataformas de ensino virtual ganham mais atratividades, pois o aluno tem a sua disposição uma série de conteúdos (livros, vídeos, consultas com outros colegas) que aumentam o nível de aprendizado.

O método de ensino proposto por estes tipos de ferramentas também é diferente da tradicional. Geralmente, as plataformas de desenvolvimento profissional são construídas a partir das metodologias ativas de ensino.

Assim, quem deve “correr” atrás do conhecimento é o aluno, sendo que o professor ou instrutor passa a ser um orientador sobre qual caminho o estudante deve seguir.

O e-learning, inclusive, por se tratar de um modelo de treinamento híbrido, tem se mostrado a preferência dos colaboradores mais jovens.

Os profissionais de RH também podem utilizar as plataformas de desenvolvimento profissional para criar trilhas de conhecimento, recurso bastante utilizado para treinamentos corporativos.

Além disso, algumas soluções tecnológicas também permitem a criação de jogos on-line. Então, ao invés de obrigar o estudante a ler um livro, ele pode participar de um jogo onde esse conhecimento será transmitido.

Por ter um atrativo diferente, esse formato chamado gamificação, tem melhores índices de retenção de conteúdo nos treinamentos corporativos.

As plataformas de educação corporativa também emitem relatórios de desempenho de cada colaborador que participa do treinamento.

Essa é um fator importante na hora de mensurar os resultados obtidos e entender quais são as principais dificuldades dos colaboradores.

Aproveite para saber mais sobre o que é a educação corporativa e como a pandemia acelerou a transformação digital deste setor.

Plano de desenvolvimento profissional

Incentivar o colaborador a estudar e ajudá-lo nessa jornada fará bem para o seu negócio e para a vida desse funcionário.

Ao criar um plano de desenvolvimento profissional, a sua empresa terá funcionários mais motivados e capacitados para o trabalho. Isso, sem dúvida, é fundamental para o crescimento e a perenidade da organização

Mas, você sabe como criar um plano de desenvolvimento profissional na sua empresa? A Engage preparou um infográfico com 5 dicas fundamentais para você ter um programa de educação corporativa que com certeza vai te ajudar.

2 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments