Desenvolvimento de talentos: O que é preciso e como desenvolver pessoas na empresa

Tempo de leitura: 11 minutos

Está sem tempo para ler? Experimente ouvir a narração deste artigo. Aperte o play!

Se você é um profissional de RH que está atento às tendências do mercado de trabalho, já sabe que as competências comportamentais são cada vez mais valorizadas nas organizações. Além disso, um setor de RH estratégico sabe que aplicar ações de desenvolvimento de talentos se baseando apenas nas soft skills, em uma sociedade na qual os profissionais ficam cada vez menos tempo no emprego, não é o suficiente para garantir que os melhores fiquem na sua empresa. 

Hoje, é preciso também desenvolvê-los profissionalmente por meio das hard skills, ou seja, competências técnicas que, quando reunidas com suas soft skills, torna-os profissionais híbridos. Assim, o RH faz com que os colaboradores enxerguem a organização como uma ótima opção para o desenvolvimento da sua carreira e de seu potencial produtivo, passando a literalmente “vestir a camisa” da empresa.  

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Dessa forma, a organização também mostra um diferencial no mercado e, como resultado, ela se tornará uma fábrica de talentos, alcançando resultados incríveis! Quer saber mais sobre como desenvolver os talentos da sua empresa? Continue a leitura e entenda melhor!

O que é desenvolvimento de talentos?

Desenvolver talentos em uma organização nada mais é que enxergar o colaborador não só como uma mão-de-obra produtiva que traz lucros para o negócio, e sim como um ser humano que tem suas particularidades e potencialidades comportamentais.

Geralmente, o desenvolvimento de talentos é realizado com base na gestão de pessoas, metodologia que parte da premissa que as aptidões técnicas também são características fundamentais em um colaborador, mas nenhuma delas é capaz de substituir a sua bagagem de vida, estrutura familiar e psicológica para que ele seja um profissional completo.

As estratégias e ações de gestão de talentos partem do setor de RH, mas não ficam somente por aí. É necessário que elas também incluam os demais gestores e líderes da organização. Assim, fica mais fácil alinhar o desenvolvimento das equipes por meio de estratégias de motivação e engajamento, de acordo com os perfis comportamentais dos colaboradores. 

Qual a importância e as vantagens de desenvolver talentos na empresa?

Partindo da premissa que o capital humano deve ser a principal prioridade nas empresas para que elas possam crescer, é imprescindível entender suas individualidades, por meio do mapeamento de perfil comportamental, oferecendo oportunidades para que ele também cresça junto com o negócio. 

Além disso, quando a gestão proporciona um ambiente de trabalho inspirador para os colaboradores, com boas lideranças, cultura organizacional com objetivos claros, clima organizacional motivador, dentre outras ações, ela proporciona uma experiência única ao profissional.

Assim, com colaboradores motivados e satisfeitos, esse impacto positivo na equipe refletirá diretamente na satisfação do consumidor final, trazendo os melhores resultados ao negócio.

Ainda, uma empresa que sabe desenvolver seus talentos, transforma os colaboradores em “garotos-propaganda” da marca. Isso porque, eles falarão bem da sua marca para amigos e familiares, além de propagar em suas redes sociais todas as ações promovidas para o seu bem-estar e desenvolvimento profissional. 

como diminuir a rotatividade

O que é preciso para ter um bom desenvolvimento de talentos?

Há poucos anos, a área de Recursos Humanos era vinculada somente a processos administrativos, financeiros e burocráticos. Com o desenvolvimento tecnológico do setor, mais conhecido como RH 4.0,  surgiram ferramentas e softwares que possibilitam a coleta e análise de dados, otimizando diversos processos, como recrutamento e seleção, avaliação, treinamento e desenvolvimento de seus profissionais.

Assim, os benefícios de toda essa evolução para o setor são ferramentas mais sólidas de atração e retenção de talentos, que permitem uma mudança na visão dos melhores profissionais do mercado sobre fatores decisivos para que eles escolham sua empresa para trabalhar. 

Quais os principais desafios em desenvolver talentos?

Infelizmente, muitas empresas ainda não se atentaram para a importância de colocar seus colaboradores em primeiro lugar para que o negócio cresça e evolua no mercado. 

Além disso, pelo fato da maioria dessas organizações ainda contar com uma cultura organizacional tradicional engessada, elas não investem em tecnologias que otimizam os processos mais burocráticos e que facilitam ao setor de RH, por exemplo, a terem mais tempo para focar no que realmente importa dentro da empresa: as pessoas. 

Logo, outro desafio enfrentado por organizações que não investem na gestão de talentos com base em dados está na dificuldade de recrutar profissionais que sejam realmente qualificados.

Isso porque, como muitos dos profissionais que estão no mercado atualmente são da geração millennials, ou seja, nascidos na virada do século 20, é fundamental que a tecnologia esteja enraizada nos processos da organização para que ela se torne atrativa.

E quando falamos no investimento tecnológico nas organizações, infelizmente, o Brasil fica para trás em relação a muitos países. 

Um estudo recente, realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Instituto Portulans, no qual essas instituições apontam propostas para promover a inovação e a tecnologia no Brasil, no que elas mesmas a intitulam como “Índice de estar pronto para o futuro”, o Brasil encontra-se em 44º lugar dentre os 47 países estudados.

A pesquisa ainda ressalta como o investimento em tecnologia e inovação está diretamente relacionado com níveis de competitividade. Nesse sentido, enquanto países como Coreia do Sul e Israel investem cerca de 5 % do seu PIB (produto interno bruto) nessa área, o Brasil investe apenas 1,3%. 

Logo, podemos comprovar o quanto ainda é necessária uma mudança na cultura do nosso país para entender como é fundamental otimizar os processos para que tanto as empresas quanto a sociedade possam crescer e evoluir. 

Banner_Planejamento_Estratégico

Como desenvolver talentos dentro da organização?

Pensando em auxiliar você para tornar o seu RH mais estratégico, separamos algumas outras ações de desenvolvimento de talentos possíveis de se utilizar na sua empresa. Confira!

Mapeie e analise os perfis comportamentais

Em momentos de incerteza nas organizações, devido à crise econômica trazida pela pandemia da Covid-19, a gestão por comportamentos se torna ainda mais essencial. Nesse cenário, contar com um software com inteligência de dados possibilita ao RH a obtenção de informações e o surgimento de ações assertivas para motivar e engajar os talentos do time.

Um dos dados mais importantes para que a gestão de talentos seja desenvolvida está no perfil comportamental. É por meio deles que os gestores e líderes conseguem entender melhor os impactos que uma crise pode proporcionar nos seus colaboradores. 

Assim, ao compreender e fazer a leitura correta desses dados, torna-se possível criar recursos para incentivar e motivar os colaboradores, independente da realidade que a empresa está vivenciando. 

Além disso, ao listar os riscos e as oportunidades que cada perfil comportamental nos oferece, consegue-se elaborar ações preditivas para manter os talentos engajados e produtivos

Monitore a produtividade com dados sólidos

Por meio de um software de RH, o setor consegue reunir em uma só plataforma as principais métricas que uma boa gestão precisa obter e acompanhar. Assim, o RH, juntamente com gestores e líderes, pode identificar os níveis de produtividade e de rotatividade atuais da organização.

Além disso, com as ferramentas de gestão, fica mais fácil realizar pesquisas de clima organizacional e avaliação de desempenho. Desse modo, gestores e líderes podem identificar possíveis “gaps” no time. 

Da mesma forma, com esses dados em mãos, a gestão consegue ser mais assertiva na escolha de estratégias de desenvolvimento de carreira dos profissionais e também de treinamentos específicos, aumentando a motivação e o engajamento dos colaboradores. 

Ofereça feedbacks

Só é possível que um profissional saiba que está sendo realmente desenvolvido quando recebe um retorno sobre suas ações e comportamentos. Logo, a prática do feedback se torna fundamental no desenvolvimento de talentos.

Algumas vezes, quando o colaborador é chamado para um feedback, ele acaba entrando em pânico e se sente desmotivado. Logo, é fundamental que essa prática seja realizada de forma construtiva e equilibrada, não deixando também de ressaltar os pontos positivos do profissional.

Além disso, um feedback construtivo deve também apontar medidas, soluções e ações a serem tomadas para que o que não esteja funcionando seja corrigido, agregando ainda mais conhecimento e amadurecimento profissional e pessoal ao talento. 

Insira benefícios flexíveis

Esse é um assunto que, atualmente, está em evidência no mercado empresarial. Com a chegada da pandemia do novo coronavírus, as empresas foram obrigadas a rever seus benefícios. 

Assim, com a grande maioria dos colaboradores trabalhando em home office, para se proteger da infecção do vírus, o vale-transporte ou vale-combustível deixou de ser essencial. 

Pensando no bem-estar do colaborador em trabalho remoto, um dos benefícios mais oferecidos no momento são: auxílio-ergonomia e auxílio home-office. Isso porque, com os profissionais trabalhando diretamente de suas casas, o custo com água, luz e internet aumentou.

Além disso, não eram todas as pessoas que contavam com a infraestrutura necessária para executar suas atividades, como cadeira ergonômica e escrivaninha. 

Então, oferecer benefícios flexíveis é uma peça-chave para o conforto e motivação do colaborador, proporcionando toda a estrutura física necessária para que ele não se sinta prejudicado em desenvolver seu trabalho em casa.  

Garanta treinamentos

Mesmo sabendo que a tecnologia já havia transformado a forma com que as pessoas se qualificam, neste momento de pandemia, ela se tornou ainda mais fundamental. 

O ensino eletrônico, muito conhecido também como e-learning, tem se mostrado uma forma de aprendizagem e atualização para que os colaboradores continuem a se manter informados das novas demandas de seus cargos, garantindo a produtividade e a competitividade da empresa no mercado.

Além da economia com treinamentos presenciais que demandam, muitas vezes, aluguéis de espaço e equipamentos, os treinamentos remotos oferecem uma aprendizagem mais dinâmica. Ainda, o colaborador se sente mais aliviado por poder se qualificar no conforto de sua casa, não se expondo ao risco de contaminação. 

Desenvolva lideranças

Por meio de uma plataforma de gestão de recursos humanos, é possível reconhecer e comparar as competências de profissionais de alta e baixa performance da empresa, facilitando a identificação e desenvolvimento de lideranças.

Assim, a organização não precisará procurar líderes no mercado, pois, com os dados dos perfis comportamentais dos seus colaboradores em mãos, ela poderá dar chance de crescimento aos talentos que já estão alinhados com a cultura e valores do negócio.

Da mesma forma, os colaboradores se sentirão mais motivados e engajados em dar o seu melhor, por acreditarem que realmente podem crescer na empresa.

Promova a diversidade

Uma das estratégias de desenvolvimento de talentos mais benéficas dentro de uma empresa é ter um ambiente com colaboradores com os mais diferentes pensamentos, culturas, etnias e opiniões. 

Cabe lembrar que uma empresa que aposta em diversidade não é somente aquela que busca cumprir a legislação em relação às PCDs, e sim é fundamental que a organização busque a representatividade compatível com a diversidade cultural da população e da pluralidade da força de trabalho.

O resultado de toda essa diversidade é um time cheio de valores e respeito às diferenças por meio da troca das mais ricas experiências no ambiente organizacional. Além disso, você estará contribuindo para o desenvolvimento dos seus talentos como profissionais e também como indivíduos. 

RH 4.0

Pratique!

Viu só como é possível, por meio de ações e estratégias simples, promover o crescimento e desenvolvimento contínuo de talentos dentro da empresa? Claro que essa tarefa está diretamente ligada ao avanço tecnológico no mercado de trabalho trazido por uma sociedade fortemente impactada pela globalização. 

Então, você, como membro do RH, não deixe de medir esforços em mostrar o quanto o RH 4.0 é fundamental no desenvolvimento de talentos na sua empresa, assim, nenhuma organização poderá fugir dessa tendência caso queira se manter no mercado.

Para auxiliar no aumento da motivação, engajamento, produtividade e energia no ambiente organizacional, preparamos um curso completo e totalmente gratuito sobre PDI. Então, aproveite a oportunidade para se qualificar ainda mais!

0 0 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
giselly

Gostaria de receber materiais de rh

Maria Clara

Oi, Giselly! Você pode receber todos os artigos do blog da Sólides e outros conteúdos de RH semanalmente no seu e-mail, é só se inscrever nessa página 🙂