Como usar a metodologia DISC para o desenvolvimento de lideranças?

Tempo de leitura: 4 minutos

A liderança organizacional é um ponto chave para que a empresa alcance os seus objetivos, atuando para o engajamento dos colaboradores e orientando as equipes para a alta performance.

Sabendo disso, os departamentos de RH reconhecem a importância do desenvolvimento de lideranças nas organizações. Mas, muitas vezes, os profissionais não tem um objetivo claro para planejar esse desenvolvimento e não sabem qual é a melhor maneira de realizá-lo.

Por isso, hoje vamos falar sobre a metodologia DISC e como usá-la no desenvolvimento de lideranças em sua empresa. Continue a leitura e saiba como alcançar resultados cada vez melhores na Gestão de Pessoas!

Conhecendo a metodologia DISC

A DISC é uma metodologia que, basicamente, diz que a chance das pessoas alcançarem o sucesso e serem mais produtivas é maior quando elas exercem atividades adequadas ao seu perfil comportamental.

Ela foi criada em 1928, pelo psicólogo americano Willian Moulton, e aponta alguns agrupamentos de competências e tendências comportamentais que as pessoas podem manifestar diante de diferentes situações. Todos nós temos características relacionadas a aos 4 tipos de perfil, mas algumas ficam mais em evidência do que outras. São eles: Dominância (D), Influência (I), Estabilidade (S) e Conformidade (C).

  • Dominância: pessoas que apresentam perfil controlador, firme, gostam de ter poder sobre tudo e são movidas a desafios e resultados.
  • Influência: pessoas que têm perfil comunicativo, extrovertido, otimista e são movidas por criatividade e liberdade.
  • Estabilidade: esse é o grupo das pessoas calmas, tolerantes, diplomáticas e que têm a segurança e a lealdade como principais motivações para suas ações.
  • Conformidade: são analíticos, prudentes, meticulosos, sistemáticos e motivados principalmente por cautela e eficiência.

Como vimos, a metodologia foi criada já faz um tempo. Por isso, ela evoluiu e hoje em dia se tornou uma ferramenta de análise comportamental. Usando um software que se baseia na DISC em seu departamento de RH, você consegue entender melhor sobre as competências e tendências comportamentais dos colaboradores para desenvolver uma Gestão de Pessoas mais assertiva.

Mais para frente, vamos entender melhor sobre isso. Mas agora vamos falar sobre um outro ponto muito importante: você sabe por que precisa desenvolver as lideranças em sua empresa?

Entendendo a importância de ter um objetivo para o desenvolvimento de lideranças

Antes mesmo de começar o planejamento para o desenvolvimento de lideranças em sua empresa, é fundamental saber o motivo de estar fazendo isso, ter um propósito claro. Quais são os resultados que você pretende alcançar com essa ação? Em que aspectos ela pode ajudar a empresa a alcançar melhores resultados?

Pense: sem saber qual é o objetivo de uma ação, como você irá planejá-la para que alcance o que se espera? O desenvolvimento de lideranças consome tempo, dinheiro, e não pode ser feito de qualquer maneira. Você precisa saber aonde quer chegar para efetivamente produzir algo nesse sentido!

Por isso, estude os objetivos da organização, como está a equipe que terá a sua liderança desenvolvida, quais metas podem ser alcançadas com essa ação. Assim, você consegue fazer o planejamento com um foco e realmente trabalhar para atingi-lo.

Desenvolvendo lideranças e a Gestão Comportamental

Quando falamos da “‘evolução” da metodologia DISC e de como você pode usar a análise de perfil para melhorar os seus resultados no RH, estamos falando de Gestão Comportamental. Trata-se de uma estratégia fundamental para você conseguir ter uma Gestão de Pessoas baseada em dados e focada em resultados, e uma das maneiras de você aplicá-la é no desenvolvimento de lideranças.

O primeiro passo para você implementar a Gestão Comportamental em sua empresa é adotando um software de RH que te ajude com a análise de perfil comportamental. Embasando-se na metodologia DISC, podemos fazer as seguintes associações entre os perfis: executor (D), comunicador (I), planejador (E) e analista (C).

A partir disso, o sistema pode aplicar testes de perfil que apresentam mais de 50 informações sobre cada colaborador. Como já existe um objetivo para o desenvolvimento de lideranças, você conseguirá saber quais são as competências e tendências comportamentais que precisam ser trabalhadas para que o propósito da ação seja atingido, fazendo com que o líder consiga gerenciar de melhor forma a sua equipe.

Agora que você já entendeu como planejar o desenvolvimento de lideranças de forma eficiente tendo a Gestão Comportamental como aliada, que tal entender como levar esse processo para os demais colaboradores da empresa? Preparamos um infográfico para você saber como fazer o desenvolvimento de colaboradores por perfil comportamental.

Clique aqui para baixar gratuitamente!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of