Saiba como fazer o desenvolvimento de competências

Tempo de leitura: 5 minutos

Um dos pontos fundamentais para o sucesso de uma equipe e da empresa como um todo é contar com os profissionais certos nas funções certas. Isso significa que uma boa performance depende de colaboradores com as competências técnicas e comportamentais adequadas à função que estão exercendo.

Nós já falamos sobre o recrutamento e seleção por competências aqui no nosso blog, para você saber como contratar a pessoa ideal para a sua empresa. Mas isso não é tudo a que você deve se atentar!

Afinal, existem aqueles profissionais que já fazem parte da equipe há um tempo e também é preciso levar em consideração que as situações mudam o tempo todo, sendo papel dos gestores ajudar os colaboradores no desenvolvimento das competências necessárias para a adequação às necessidades do time e da organização.

Por isso, não basta fazer um processo de recrutamento e seleção que considera as tendências comportamentais do novo colaborador. Como profissional que cuida da Gestão de Pessoas, você precisa saber como implementar o desenvolvimento de competências em sua empresa também. E é exatamente sobre isso que vamos falar no artigo de hoje!

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Por que o desenvolvimento de competências é importante?

Antes de tudo, vamos falar rapidamente sobre a importância do desenvolvimento de competências. Se você quer realmente alcançar os melhores resultados em sua empresa e conhece o papel fundamental dos colaboradores para isso, provavelmente já entende por que é tão importante que esses profissionais possuam as competências e tendências comportamentais adequadas à empresa, à equipe e à função.

Mas esse não é um pensamento comum a todas as organizações. Muitos profissionais de RH ainda se guiam pelas habilidades técnicas e pelos aspectos subjetivos na hora de selecionar novos colaboradores, por exemplo. Porém, o comportamento é um fator fundamental tanto para a permanência de um profissional na empresa, quanto para a sua performance. E é por isso que quem faz a Gestão de Pessoas deve estar tão atento a esse aspecto!

Vamos supor que você conta com um profissional com o perfil comunicador como predominante. As pessoas desse perfil costumam ter muitos altos e baixos, o que significa que elas precisam de incentivos para cumprir as suas atividades até o final e podem se distrair com frequência. Os comunicadores são muito influenciados pelo meio em que estão.

Porém, o seu time está passando por alguns momentos turbulentos, o que exige o aumento das entregas e maior velocidade dos colaboradores. Então, é fundamental que o gestor ajude esse profissional a desenvolver competências como automotivação e independência, que são mais características de pessoas com perfil executor.

Como realizar o desenvolvimento de competências?

Saber quais são as competências e tendências comportamentais dos profissionais é o primeiro passo para que você consiga ter colaboradores adequados ao que a sua empresa precisa. Afinal, só assim você vai saber qual é o seu ponto de partida e em qual lugar você quer chegar com o processo de desenvolvimento de competências!

Então, para levar isso para o dia a dia da organização, você precisa cumprir algumas etapas principais:

  1. conhecer as características atuais da pessoa;
  2. entender quais competências precisam ser desenvolvidas para melhorar os seus resultados;
  3. traçar um plano nesse sentido.

Existem diversas maneiras de alcançar o objetivo nesse processo de desenvolvimento. Você pode, por exemplo, alocar o profissional perto de alguém que já tem as competências necessárias bem desenvolvidas para que ocorra um processo de aprendizado conjunto diariamente. Em alguns casos, é possível demandar tarefas que ajudem o colaborador a trabalhar as habilidades necessárias, como se elas fossem verdadeiros desafios.

É importante considerar que o desenvolvimento de competências é um processo que pode levar tempo e exige paciência. Mas com certeza vale a pena! Além de te ajudar a diminuir as taxas de rotatividade em sua empresa, já que você consegue evitar a demissão em diversos casos, com certeza terá um forte impacto na produtividade dos colaboradores.

Qual é o papel da tecnologia nesse processo?

Para ter um processo de desenvolvimento de competências realmente eficiente, você não pode se basear em considerações subjetivas. Não é uma boa prática “acreditar” que o colaborador é muito empático, por exemplo, tomar isso como um fato e realizar todo o processo em cima disso. Afinal, você pode estar completamente errado, colocando os esforços em algo que não vai gerar resultados reais.

Aqui o papel da tecnologia é fundamental! Com um software de mapeamento de perfil comportamental, você conseguirá ter em mãos os dados sobre as competências do colaborador. Isso te garantirá assertividade no planejamento do processo e no desenvolvimento em si.

Conhecendo o Solides Gestão

Se você quer ter um processo de desenvolvimento de competências que gera resultados reais, é hora de conhecer o Solides Gestão. A partir de um teste de perfil comportamental validado pela Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que gera mais de 50 informações sobre os colaboradores, você vai conseguir conhecer quais são as tendências e competências comportamentais de cada profissional em sua empresa.

O sistema gera relatórios inteligentes e armazena as informações no cadastro de cada colaborador. Assim, você consegue acompanhar o desenvolvimento das competências dos profissionais ao longo do tempo, visualizando de forma simples se os objetivos estão sendo alcançados.

Quer conhecer na prática como o Solides Gestão te ajuda no desenvolvimento de competências? Você pode usá-lo gratuitamente por 14 dias clicando aqui. Aproveite para conferir todos os benefícios para o seu RH!


2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] a sua carreira atuando na área de marketing e comunicação, mas, em 1997, passou a trabalhar com desenvolvimento e treinamento de […]

trackback

[…] fundamentais para a função que exerce, como o detalhismo. Em vez disso, pode-se trabalhar o desenvolvimento da competência […]