Descrição de cargo: entenda como fazer e quais são os erros mais comuns

Tempo de leitura: 6 minutos

Sem tempo para ler sobre descrição de cargo? Aperte o play e ouça a narração deste artigo:

Ao preencher seu e-mail você concorda com a Política de Privacidade da Sólides.

Durante a seleção e o recrutamento, a descrição de cargo é uma etapa muito importante, tanto para o RH quanto para o candidato. Afinal, é por meio dela que a pessoa que está buscando emprego poderá alinhar suas expectativas com o que está sendo oferecido pela empresa.

Nesse caso, essa descrição de atividades irá auxiliar o candidato a entender o que a empresa espera dele em certo cargo. Além disso, se torna uma ferramenta importante para que o RH consiga fazer a seleção das pessoas que realmente se identificam com a vaga e o funcionamento da corporação.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Pensando nesse assunto, trouxemos um conteúdo para te ajudar a entender como fazer uma descrição de cargo. Além disso, neste texto, vamos mostrar alguns dos erros mais comuns cometidos pelos profissionais de RH.

Descrição de cargo: como fazer o melhor texto possível?

Não existe um modelo de descrição de cargo como regra, mas existem algumas maneiras de deixar esse texto mais completo e claro para os profissionais. Por isso, separamos algumas ações práticas que podem ser tomadas pelo RH. 

1. Seja claro

Sabendo o que é descrição de cargo, você já percebeu que a clareza é um dos conceitos mais importantes para montá-la. Nesse caso, é essencial diferenciar esse esclarecimento de uma omissão. Isso porque o texto ideal é aquele que não leva a interpretações equivocadas e não tem uma linguagem rebuscada.

2. Conheça a estrutura da empresa

A estrutura da empresa é algo que tem influência direta na descrição de cargo, já que ela ajuda a separar os dados mais importantes que devem estar presentes no texto. Porém, existem algumas informações essenciais, independentemente da vaga disponibilizada:

  • identificação (ou nome do cargo);
  • organograma;
  • missão;
  • atividades;
  • formação acadêmica;
  • experiência exigida;
  • competências;
  • treinamentos obrigatórios.

3. Utilize um título correto e realista

A propaganda da descrição de cargo é muito importante, e isso começa por meio de um título. Para elaborá-lo, pense em algo para chamar a atenção dos candidatos, mas sempre algo que seja coerente, realista, objetivo e descritivo na medida certa. Tudo isso sem esquecer de respeitar a hierarquia da empresa.

4. Deixe todas as competências da vaga bem definidas

Quando falamos da competência de um colaborador, consideramos habilidades, conhecimentos e perfil comportamental. Para que esses três pontos estejam sempre em harmonia, é importante que a gestão defina as atribuições que os colaboradores  terão na rotina de trabalho.

Por isso, ao fazer a descrição de cargo, o RH deve deixar claro quais são as habilidades e conhecimentos necessários para o trabalho. Além disso, é importante definir as atitudes que condizem com a missão, os valores e a cultura organizacional

5. Crie um método para a coleta de dados

Para complementar as informações presentes no texto, existem alguns métodos para levantar dados fundamentais para descrição de cargo. Em geral, as empresas utilizam questionários, observação local e entrevistas, de maneira individual ou em conjunto. Saiba mais sobre cada um deles:

  • questionários: são ferramentas de baixo custo e fácil aplicação, mas podem apresentar falhas se contar com perguntas feitas por profissionais que desconhecem o cargo oferecido;
  • observação local: é uma ferramenta em que o colaborador faz algumas tarefas simples e é observado durante o andamento delas. Nesse caso, a desvantagem é o tempo para execução;
  • entrevistas: são muito utilizadas e fornecem muitos dados confiáveis, mas exige um custo elevado, já que a entrevista precisa ser feita por um profissional especializado.
banner para baixar ebook com Guia completo do recrutamento e seleção: conceito e técnicas-descrição de cargo

6. Converse com o superior imediato

Sabendo da importância da descrição de cargos, é importante conversar com o superior imediato da vaga ofertada. Assim, o profissional de RH poderá entender melhor as especificidades do dia a dia de trabalho. Afinal, não há ninguém que conheça mais essa rotina do que a liderança.

7. Identifique as necessidades específicas do cargo

Todos os cargos de uma empresa possuem necessidades específicas para uma execução sem falhas. Por isso, ao montar a descrição dele, é essencial conhecer cada uma delas e saber como expô-las ao candidato. Alguns exemplos são: condições de trabalho, riscos ocupacionais, responsabilidades gerenciais, entre outras.

8. Construa uma descrição atraente

A linguagem da descrição de cargos é muito importante para a atração de talentos. Isso porque é ela que mostra o perfil da empresa para o candidato por meio de dados como: dress code, horários, vales oferecidos e mais. Uma startup pode apostar num texto informal e próximo, e as corporações mais tradicionais normalmente usam um tom mais formal.

Por isso, é essencial sempre passar informações detalhadas e que não deem margem para dúvidas. Assim, o candidato poderá alinhar se o seu comportamento e perfil se encaixa na empresa da melhor forma possível.

9. Faça a divulgação em canais qualificados

Deixou a descrição de cargo pronta? Então, precisa fazer a divulgação correta. Muitas vezes, o RH acaba utilizando canais inadequados e não tem o retorno esperado sobre a vaga. Algumas alternativas qualificadas são as redes sociais (LinkedIn, Facebook e Instagram), sites especializados e as páginas de carreira nos sites institucionais, a exemplo do Sólides Jobs

10. Mantenha a descrição atualizada

Seguiu nosso exemplo de descrição de cargo? Então, é importante sempre atualizar o texto. Isso porque as funções das vagas podem ser alteradas com o cotidiano e os candidatos precisam estar sempre cientes das atribuições que farão. Nesse caso, a quantidade de revisões depende muito do andamento da empresa.

Conheça 5 erros comuns nas descrições de cargos

Pronto! Agora você já sabe como fazer uma descrição de cargos com as nossas dicas. Para te ajudar ainda mais, separamos cinco exemplos de erros comuns feitos nos textos:

  • títulos incoerentes: para manter a clareza do título e deixá-lo atraente, evite usar códigos, abreviações ou nomes de cargos que somente a empresa conhece;
  • ausência de lista de pré-requisitos: essa lista é muito importante para evitar candidaturas de pessoas sem aptidões para o cargo, por isso, deve estar sempre presente na descrição da vaga;
  • falta de descrição da empresa e sua cultura: o perfil da empresa e do candidato deve estar sempre alinhado, por isso, a descrição de cargo deve esclarecer quais são os valores e condutas da corporação. Um teste de fit cultural é uma ótima maneira de fazer isso;
  • omissão das funções: a transparência é a chave para um processo seletivo, e isso começa na descrição de cargo, que deve conter todas as funções necessários para a vaga;
  • exagero nos requisitos: não é interessante exagerar nos requisitos das vagas. A dica é sempre equilibrar com o cargo e colocar apenas o que é necessário para cumprir a sua função.

Aprenda mais!

Com a Sólides você fica por dentro de tudo sobre o universo de RH e Gestão de Pessoas. Quer continuar aprendendo? Leia este conteúdo sobre a jornada do candidato nos processos seletivos e torne esta experiência muito mais dinâmica e agradável.

4 4 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments