14 dicas para conseguir um bom emprego em 2024

Conheça dicas para encontrar emprego um bom emprego
Baixe grátis!

Aqui você encontra:

Conseguir emprego no Brasil não é uma tarefa fácil. Alcançar um bom emprego é um desafio ainda maior, seja por incertezas econômicas ou queda nas contratações. São fatores que fazem muitas pessoas desistirem antes mesmo de tentar. 

Segundo o IBGE, a taxa de desocupação encerrou o primeiro trimestre de 2023 em 8,8%, um aumento de 0,9 ponto percentual (p.p.) na comparação com o trimestre anterior. O número de desocupados cresceu 10,0%, o que representa um acréscimo de 860 mil pessoas à procura por trabalho, e chegou a 9,4 milhões. 

Se  você faz parte do percentual de pessoas que buscam voltar ou entrar no mercado de trabalho, concentre-se nas 14 dicas que reunimos para ajudar profissionais e procurar emprego. Continue a leitura e descubra como alavancar sua carreira encontrando as melhores oportunidades. 

Como conseguir um bom emprego?

Independente se você está procurando emprego há bastante tempo ou começando agora, essas sugestões ajudarão a organizar esse processo, aumentando as chances de sucesso. Com nossas dicas você conseguirá construir uma estratégia, tornando a busca mais simples e eficaz, confira. 

1. Defina objetivos e prioridades

Ninguém além do candidato à vaga sabe o que lhe convém e que tipo de oportunidade procura. Por isso, antes de começar a busca por emprego, organize as prioridades e defina claramente seus objetivos profissionais. Esse é um ponto de partida para direcionar a procura ao emprego que deseja encontrar. 

?Dica: não adianta dizer que seu objetivo é “conseguir um emprego”, tente definir o objetivo com mais detalhes, por exemplo: conseguir um emprego presencial de almoxarife. A partir dessa definição, você vai procurar vagas em empresas que possuam essa função. 

2. Faça uma autoavaliação

O autoconhecimento ajuda muito na hora de procurar emprego, além de contribuir para organizar seu currículo. Sendo assim, faça uma autoavaliação das suas habilidades profissionais e experiências para saber quais são os pontos fortes e quais competências precisa desenvolver. Identifique áreas compatíveis com seu perfil e faça um mapeamento de assuntos que despertem seu interesse. 

3. Estude o mercado de trabalho

Dedique um tempo para pesquisar os ramos de atividade e os setores em evidência. O propósito aqui é identificar empresas em crescimento ou em período de contratação. Conhecer as demandas atuais do mercado de trabalho ajuda a encontrar as melhores oportunidades e delimita a procura, orientando a busca no caminho certo. 

?Dica: você pode pesquisar no Google por empresas que tiveram crescimento nos últimos meses, ou receberam investimentos e, possivelmente, irão contratar mais pessoas. 

4. Fortaleça sua presença online

Redes sociais focadas em relacionamentos profissionais, como o LinkedIn, são excelentes para turbinar sua presença na internet. Para isso, otimize seu perfil destacando habilidades, competências e experiências. Esse tipo de plataforma também ajuda a conectar profissionais e empresas, aumentando as chances de recrutamento. 

?Dica: além das redes sociais, você também pode participar de comunidades que tenham relação com a sua área de atuação. Por exemplo, se trabalha com RH, pode participar das comunidades da Sólides. Lá, além de conteúdo sobre a área, vai encontrar outros profissionais e, possivelmente, oportunidades. 

5. Crie um currículo atrativo

O Curriculum Vitae (CV) ou apenas currículo é um instrumento que reúne os dados relevantes de uma pessoa, desde a formação escolar até as experiências laborais. Além de apresentar o profissional, esse documento permite ao recrutador identificar se você é a pessoa certa para determinada vaga.

Portanto, concentre-se em elaborar um currículo personalizado e adaptado para cada vaga que você se candidatar. Destaque suas realizações, habilidades e experiências relevantes, permita que o RH conheça você na primeira leitura. 

➡️ 7 dicas de como fazer um bom currículo 

5. Cadastre-se em sites de emprego

Sites especializados oferecendo vagas são essenciais para filtrar a busca por emprego. Muitas empresas concentram suas ofertas nesses locais, por isso, vale fazer uma ronda diária ou semanal nessas plataformas. Também é válido cadastrar o currículo e criar alerta para receber notificações de oportunidades relevantes. 

Lembre-se também de olhar a área de “Trabalhe conosco” no site das empresas. Muitas delas costumam publicar as vagas lá também. 

7. Desenvolva o networking

No ambiente corporativo, networking é o compartilhamento de informações profissionais ou serviços entre pessoas, empresas ou grupos. Ele permite estabelecer relações proveitosas formando uma rede de contatos para se conectar a outros profissionais. Assim, o networking fomenta o relacionamento com pessoas interessantes para o planejamento de carreira

Além disso, com um bom networking, conseguimos obter indicações para futuros trabalhos, discutir ideias ou manter-se sempre atualizado no segmento em que atua. E como fazer essa ‘política de boa vizinhança’? 

Sempre que possível, participe de eventos, conferências e encontros promovidos em sua área de atuação. Nessas ocasiões conseguimos conhecer pessoas influentes para a carreira. 

➡️ 9 benefícios de participar de eventos de RH

8. Utilize recursos de recrutamento

Nesse conteúdo falamos sobre os sites de busca de emprego, não é mesmo? Os recursos de recrutamento tem propósito semelhante. Eles são praticados por agências de Recursos Humanos e empresas que oferecem consultoria de carreira. 

Nesses locais existem profissionais especializados para orientar profissionais em busca de emprego, além de manterem um banco de vagas. Ideal para quem procura oportunidades exclusivas e deseja ter suporte personalizado. 

9. Prepare-se para as entrevistas

Embora mais dinâmicos e modernizados, os processos seletivos continuam realizando uma das etapas mais decisivas para os candidatos: a entrevista. Apesar de despertar receio em alguns profissionais, ela representa a oportunidade de mostrar seu potencial. 

Antes de participar de uma entrevista de emprego, pesquise informações sobre a empresa para conhecê-la melhor. Identifique o ramo de atuação, o número de funcionários e busque conhecer o histórico do negócio. 

Praticar respostas para perguntas comuns feitas a candidatos em entrevistas aumenta a segurança e deixa o profissional mais preparado. Esteja preparado para destacar suas qualificações e apresentar um resumo das experiências relevantes na carreira. 

[Ebook] Dicas de entrevista de emprego

10. Qualifique suas habilidades

Um profissional nunca está 100% pronto e sempre temos algo novo para aprender. Nesse sentido, vale a pena investir em desenvolvimento e qualificação. Faça cursos, participe de mentorias, procure treinamentos e conquiste certificações. 

São oportunidades de aprimorar suas habilidades e se destacar como candidato. A diferença entre um profissional que se qualificou e outro que estagnou na carreira pode ser um contrato assinado, pense nisso. 

11. Cultive a paciência e a persistência

Aqui a dica é: não desista. Procurar emprego exige dedicação e perseverança. Afinal, não é qualquer vaga que serve, nem qualquer empresa que recompense seu esforço. Por isso, lembre-se que a busca pode levar tempo e exigir paciência para participar de inúmeras entrevistas. 

Além, é claro, de estar preparado para ouvir negativas. Isso é muito comum no mundo profissional, mas não deve ser empecilho para continuar. Cultive a paciência, mantenha o foco e aproveite cada experiência para aprender e melhorar. 

12. Seja flexível

Saber adaptar-se às situações e manter-se flexível diante de obstáculos são habilidades valiosas no mercado de trabalho. Inclusive no momento de conseguir emprego. Sendo assim, esteja aberto para explorar diferentes oportunidades e considerar outras funções. 

Entenda que muitas vezes uma posição pouco atraente pode ser tornar uma oportunidade incrível de crescimento profissional. Tenha feeling para identificar ocasiões e situações onde a flexibilidade será uma aliada!

13. Prepare-se para negociar

Procurar emprego é uma atividade realizada por duas partes: quem busca e quem oferece. Nesse caso, sempre haverá termos para negociar. Seja remuneração ou condições de trabalho, o candidato precisa estar preparado para estabelecer condições. 

Para discutir salário e benefícios, faça pesquisas sobre médias salariais praticadas no cargo ou função desejada. Já a negociação sobre condições de trabalho (jornada ou dias de descanso) e modalidades (remoto, presencial ou híbrido), dependerá do que for mais conveniente para você. Nesse quesito, lembre-se da dica anterior: seja flexível.

14. Atualize-se

Independente da área onde você quer trabalhar, a atualização deve ser constante e novos aprendizados são bem-vindos. Assim, continue estudando e acompanhando as tendências da profissão. Manter-se atualizado com as mudanças do mercado de trabalho é quase uma obrigação. 

Por isso, esteja disposto a adaptar suas habilidades conforme as demandas atuais, desenvolvendo skills e tornando seu perfil profissional mais atraente quando estiver procurando um emprego.

Por fim, a dica de ouro: seja transparente. Na busca por emprego não adianta valorizar qualidades que você não tem ou citar experiências não vivenciadas. Os recrutadores estão preparados para identificar pontas soltas e isso será prejudicial para sua imagem. Use de naturalidade e transmita as informações solicitadas com clareza e segurança. 

Como você pode ver, procurar uma colocação no mercado exige estratégia. A partir de hoje, ponha em prática cada uma dessas dicas e assuma o controle da sua vida profissional, buscando a melhor oportunidade para a sua carreira. Aliás, já conhece o nosso Portal de Vagas? Acesse e confira todas as oportunidades de emprego!

Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima