Como lidar com o conflito de gerações e diminuir a rotatividade?

Tempo de leitura: 6 minutos

Algumas causas do turnover não são tão simples de serem identificadas, como o conflito de gerações. Independente do porte da organização, quando mal administrada, a diferença geracional costuma causar impactos negativos nos indicadores de RH. Por outro lado, quando a gestão de pessoas aplica boas práticas, a diversidade etária é muito positiva no ambiente de trabalho. 

A alta rotatividade de profissionais é um desafio na sua empresa? Se a resposta for sim, este artigo é para você. Continue a leitura!

Quais são as gerações no mercado de trabalho?

A diversidade geracional é uma realidade nas empresas. Entre as causas dessa pluralidade estão fatores sociais, econômicos e culturais, resultando em gerações diferentes dividindo o mesmo espaço no mercado. 

Aqui, o maior desafio da gestão de pessoas é contornar o conflito entre gerações. Para lidar da melhor forma com as diferenças, extraindo o que cada uma delas tem a contribuir, e promover a harmonia entre as equipes, é muito importante conhecer seu público interno. 

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Confira quais são as gerações presentes no mercado de trabalho atualmente e suas principais características para gerenciar melhor seus recursos humanos. 

Baby Boomers (1945 e 1960)

A explosão demográfica pós-Segunda Guerra Mundial formou os Baby Boomers. Os nativos dessa geração passaram por uma grande transformação cultural. 

Geração X (1961 e 1980)

A Geração X foi a primeira a entender que a empresa não é o fator mais importante da existência. Para eles, a hierarquia deve ser respeitada, mas não precisa ser tão rígida.

Geração Y (1981 e 2000)

A Geração Y surgiu em meio à revolução tecnológica. São chamados Millennials e prezam pela informalidade nas relações, por isso não gostam de hierarquias rígidas. 

Geração Z (nascidos a partir de 2001)

São indivíduos espontaneamente conectados com o mundo virtual e essa é a realidade que eles conhecem. Para os nativos dessa geração, a tecnologia não é apenas uma forma de comunicação ou um artefato para trabalhar, ela é essencial para a sobrevivência. 

banner para baixar infográfico sobre Raio-x Geracional: conheça o perfil do time e engaje profissionais de diferentes idades-confilto geracional

Qual a importância da diversidade etária na empresa?

Contratar colaboradores de cada geração é benéfico para as empresas não somente por fortalecer a marca empregadora. Existem outros fatores importantes nessa equação que agregam vantagens para os profissionais e para as organizações. A pluralidade de ideias e a troca de experiências são bons exemplos.

Para se ter uma ideia, segundo pesquisa realizada pela Forbes, 85% das empresas apostam na diversidade geracional para serem mais inovadoras. O mesmo estudo defende que equipes inclusivas conseguem tomar decisões importantes em menor tempo, são mais produtivas, diminuem o tempo destinado às reuniões e conquistam resultados 60% melhores. 

A diversidade geracional é positiva também para os colaboradores. No entanto, profissionais veteranos ainda sofrem preconceito no mercado de trabalho. Esse tipo de rejeição é chamado “ageísmo” e consiste no ato de estereotipar pessoas pela idade. 

Ao mesmo tempo, profissionais mais jovens, quando inseridos em uma empresa com cultura mais engessada e tradicional, enfrentam o desafio da falta de experiência ou habilidade em determinadas situações ou atividades.

E é aí que um ambiente de trabalho inclusivo, com diferentes gerações trabalhando juntas, torna-se tão positivo para empresa e colaborador. Nesse sentido, profissionais de diferentes idades e gerações, quando juntos, têm a oportunidade de troca de conhecimentos. Com visões de mundo, experiências e vivências distintas, ambos ensinam e aprendem, encontrando novos caminhos e soluções para os desafios da organização. 

Trata-se de um ambiente de aprendizagem, inovação e abertura que impacta em maior satisfação, engajamento e valorização da organização, promovendo desenvolvimento mútuo entre os membros da equipe. Fatores estes que geram resultados positivos na retenção de talentos.

banner para baixar ebook sobre Retenção de talentos: o que é e como fazê-la em guia completo-conflito de gerações

Como lidar com os conflitos de geração no trabalho?

A primeira regra é criar mecanismos para promover a empatia e a colaboração entre as equipes. Ainda, estabelecer uma cultura inclusiva, sob a liderança de gestores que se preocupam com as pessoas, verdadeiramente. Veja, a seguir, algumas estratégias para lidar com o choque de gerações

Promover uma política de benefícios flexível

Uma maneira de promover o engajamento de colaboradores com idades diferentes é estabelecer uma política de benefícios que seja flexível e atenda às necessidades de todos, simultaneamente. A dica aqui é fugir dos estereótipos. Portanto, os benefícios devem ser condizentes com o interesse e as necessidades do colaborador e não ser engessado. 

Ainda, atender às particularidades e expectativas das pessoas é uma maneira de demonstrar que a empresa conhece seus colaboradores e se importa com o bem-estar deles. 

Pessoas não são produtos, portanto, evite rótulos

Conhecer as características de profissionais de diferentes idades é importante para entendê-las, e evitar conflito de gerações, e não para classificar as pessoas com conceitos engessados. Os clichês não são saudáveis em nenhuma relação, principalmente no trabalho. 

Promover atualização constante

A gestão de pessoas deve incentivar a troca de conhecimento entre gerações, priorizando o aprendizado e o desenvolvimento dos profissionais. Quando as lideranças investem em atualização e qualificação contínua, os colaboradores se sentem integrados a um ambiente que respeita suas limitações apontando caminhos para superá-las. 

Fortalecer a comunicação interna

Nada melhor do que estabelecer um canal aberto para todos os integrantes da equipe. Mais do que nunca, a gestão de pessoas precisa estar ligada a temas como tecnologia, diversidade, questões sociais e econômicas. 

Adaptar o formato da comunicação interna ao perfil geracional da equipe vai impactar positivamente no engajamento e participação dos profissionais. Explore novas ferramentas, linguagens e possibilidades. Vale conhecer também o App Sólides, um aplicativo que ajuda a melhorar a comunicação interna, aproximando empresa e colaborador, trazendo impactos relevantes para o engajamento e a retenção de talentos.

banner para baixar ebook sobre Endomarketing e Comunicação: revolucione suas estratégias para engajar colaboradores-conflito de gerações

Conclusão

No exato momento em que você lê esse conteúdo, especialistas já falam sobre a geração Alpha. Formada por crianças e adolescentes que nasceram a partir de 2010, são ultraconectados e ainda nem ingressaram no mercado de trabalho. 

Isso significa que logo novas gerações chegarão ao mercado, agregando novas visões de mundo, habilidades e expectativas em relação às organizações. Por isso, é fundamental entender e se antecipar às necessidades dos novos profissionais. 

Conhecer o time é o primeiro passo para combater o conflito de gerações no ambiente de trabalho e melhorar os resultados de presenteísmo, engajamento e retenção de colaboradores. Que tal se aprofundar no assunto? Confira este conteúdo exclusivo sobre a diversidade geracional e descubra como promover a diversidade geracional na empresa.

Aproveite e conheça a Sólides, a HRTech líder no Brasil para pequenas e médias empresas. Uma plataforma completa de RH que facilita o modo como as empresas atraem, desenvolvem e retêm seus talentos, reduzindo o turnover e aumentando as vantagens competitivas do negócio. O resultado é economia e eficiência para as PMEs brasileiras.

5 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments