Comportamento organizacional: Tudo sobre o comportamento humano em ambientes organizacionais

Tempo de leitura: 13 minutos

Está sem tempo para ler? Experimente ouvir a narração deste artigo. Aperte o play!

O comportamento organizacional é determinante para avaliar a qualidade das relações na sua empresa. Afinal, a gestão de pessoas sabe que a alta performance e um bom ambiente de trabalho resultam do alinhamento das condutas profissionais. 

Mas em um universo tão plural, como gerir pessoas em prol dos resultados? É o que você vai saber neste conteúdo. Ao longo do artigo, explicaremos o conceito de comportamento organizacional, sua origem e importância, além dos tipos e níveis existentes.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Trata-se de um documento consistente que mostrará também como avaliar o comportamento organizacional e quais são seus impactos na empresa. Continue a leitura e se torne um expert em gestão comportamental!

O que é comportamento organizacional

Comportamento organizacional é o conjunto de condutas individuais e coletivas no ambiente de trabalho, independente do nível hierárquico. 

Analisar como os profissionais se relacionam e como suas atitudes afetam os demais, permite às empresas fazer um diagnóstico do clima organizacional. O objetivo é identificar necessidades de desenvolvimento dos recursos humanos, individual e coletivamente, em benefício da organização. 

Vale ressaltar que o comportamento organizacional está relacionado a uma série de fatores, porém, três deles são determinantes:

  • Indivíduos: aspecto relacionado às características individuais que afetam o comportamento e o desempenho do colaborador;
  • Grupos: fator que define como as características das equipes, dos processos de comunicação e da tomada de decisão impactam o comportamento e o desempenho;
  • Estrutura: está ligado à relação entre os indivíduos e o sistema organizacional, sua cultura, hierarquia e como isso afeta os indivíduos e os resultados da empresa. 

Por fim, mas não menos importante, o comportamento organizacional tem estreita ligação com a prática dos valores, da missão e da visão defendidos pela companhia. Além, é claro, de impactar os resultados

Origem do comportamento organizacional

No fim da década de 1940, pesquisadores analisavam trabalhadores nas empresas para compreender como se comportavam no ambiente corporativo e desempenhavam suas funções

O objetivo era investigar as condutas individuais e coletivas para ver como elas afetavam as rotinas de trabalho e quais suas implicações no desempenho dos colaboradores. 

Foi a partir dessa observação que as empresas começaram a entender melhor as necessidades dos profissionais, suas limitações, dificuldades e obstáculos. Assim, as lideranças puderam investir em melhores condições para o desenvolvimento das atividades. 

Importância do comportamento organizacional

Antes de tudo, estudar e gerenciar o comportamento organizacional permite otimizar a produção e aumentar a qualidade das entregas. Além disso, apostar em condutas alinhadas no ambiente de trabalho também é relevante para:

  • compreender melhor as complexidades comuns existentes nas relações interpessoais;
  • preparar os gestores para lidar com as individualidades e seus reflexos no grupo;
  • analisar a dinâmica dos relacionamentos em grupo, independentemente de hierarquias;
  • desenvolver a inteligência emocional individual e coletiva na empresa;
  • compreender e gerenciar melhor as relações intergrupais entre os diferentes setores de uma mesma organização;
  • facilitar a comunicação entre todos, independentemente do nível de hierarquia;
  • ter uma visão mais abrangente sobre o capital humano disponível na companhia;
  • trabalhar a resiliência do grupo para que consigam se adaptar às situações difíceis que possam enfrentar no cotidiano. 

Ao assumir o controle sobre o comportamento organizacional, as empresas conseguem garantir boas experiências aos seus clientes e aos profissionais que nela atuam. Dessa maneira, o clima da organização se fortalece. 

Ainda, o resultado é extremamente positivo, com maior engajamento das equipes, o que reflete na produtividade e auxilia para a retenção de talentos. 

banner do ebook perfil comportamental o guia completo

Tipos de comportamento organizacional 

O comportamento organizacional varia de acordo com os valores defendidos por uma empresa. Em geral, estudiosos da área costumam dividi-los em diferentes tipos. Agora, vamos conhecer cada um deles. 

Pautado pela ética

É o comportamento organizacional diretamente ligado aos valores da empresa e baseado nas normas de conduta executadas durante o exercício profissional. Para tanto, é ditado pela transparência e honestidade, considerando o respeito às regras e às pessoas. 

Pautado na responsabilidade

Exemplificado pelo comportamento organizacional focado em cumprir as obrigações e demandas no trabalho. Além disso, está relacionado à postura e às atitudes no ambiente laboral e como elas impactam no coletivo. 

Pautado no controle gerencial

As empresas costumam apresentar diversas formas de monitorar seus colaboradores. Algumas são mais informais e baseadas na confiança, enquanto outras mantêm uma supervisão mais rígida e com cobrança de resultados

Mas ambas causam impactos diferentes nas ações individuais. O comportamento organizacional pautado pelo controle está relacionado à maneira que a empresa controla atividades e desempenhos no ambiente de trabalho

Pautado pela competitividade

A competitividade saudável é um fator que pode ser benéfico nas empresas e muitas costumam incentivá-la, direta ou indiretamente. Mas quando a competição é desmedida, os interesses individuais podem se sobrepor aos objetivos coletivos e prejudicar o trabalho em equipe. Como consequência, ocorrem conflitos, disputas e até mesmo conduta profissional inadequada

Pautado na autocracia

Caracterizado por uma liderança autoritária capaz de basear as relações de trabalho na subordinação. O comportamento organizacional autocrático se manifesta quando os gestores não abrem espaço para a participação nas ideias e decisões. 

Pautado na perseguição

É um comportamento muito negativo e se apresenta sob diversas formas no trabalho. Trata-se do clássico assédio moral ou sexual, liderança abusiva e outros modos de constrangimento aplicados ao colaborador. 

As consequências são extremamente prejudiciais para o indivíduo que sofre as perseguições. Mas também para o grupo, pois esse tipo de comportamento organizacional afeta o clima no ambiente de trabalho

Essas são as principais manifestações de comportamento identificadas no universo corporativo e cabe ao analista de Recursos Humanos observar qual delas está presente na empresa. Sendo que, em alguns casos, é possível que um ou mais tipos ocorram simultaneamente, de forma combinada. 

Níveis de comportamento organizacional 

De forma geral, existem dois níveis de comportamento nas empresas: individual e grupal. Mas alguns teóricos defendem a existência de um terceiro nível, o empresarial. 

Nível individual

O perfil do colaborador, sua forma de trabalhar, seus objetivos, expectativas, rendimento e personalidade são sempre considerados. Nesse nível, é imprescindível analisar quais fatores motivam o profissional na empresa e quais são suas habilidades e competências para que as lideranças possam extrair sua melhor performance. Aqui, observar as ambições, interesses e percepções do indivíduo também é válido. 

Nível grupal (ou coletivo)

Nesse nível, o foco está na análise dos nichos e departamentos que estruturam a empresa. Com base na psicologia e na sociologia, devem ser estudadas as formas de integração entre as pessoas e a eficiência da comunicação. 

O objetivo é identificar qual a melhor forma de conectar as equipes em prol do trabalho conjunto e efetivo. A observação ao nível coletivo pode apontar quem são os líderes de cada grupo e qual poder de influência exercem. 

Um terceiro nível considerado em algumas teorias é o empresarial. Nele, além da conduta dos colaboradores, são analisados os impactos das ações dos diretores sobre o desenvolvimento da organização. Afinal, são as lideranças que estão aptas para prever e evitar problemas individuais ou coletivos na empresa. 

Características do comportamento organizacional 

Alguns estudos realizados no Brasil e em outros países reforçam a importância do comportamento organizacional, principalmente como fio condutor de atitudes que congregam profissionais realizados e resultados positivos nas empresas. Essas pesquisas resultaram em alguns dados interessantes:

  • a boa convivência com colegas e gestores tem impacto benéfico no comportamento profissional e nos resultados individuais;
  • uma pesquisa realizada com 428 multinacionais de 33 países mostrou que 69% delas alegam ter uma estratégia global para saúde e bem-estar dos colaboradores;
  • entre jovens da chamada Geração Y, 35% dos participantes de um estudo afirmaram que valorizam o bom ambiente de trabalho;
  • entre os brasileiros, 54% confiam no trabalho da alta liderança de suas organizações. No universo dos empregadores desse mesmo estudo, 61% dizem ter tecnologias para desenvolvimento de lideranças;
  • um estudo aponta que 28% das mulheres valorizam o aprendizado e 23% citam o bom ambiente de trabalho como fatores fundamentais para ter satisfação na carreira

A partir desses resultados, fica evidente que o comportamento organizacional tem impacto direto no ambiente de trabalho e, consequentemente, nos resultados alcançados pelas empresas. 

Assim, aos gestores cabe o desafio de elaborar estratégias eficientes para promover boas condutas e atitudes adequadas no ambiente de trabalho, em todos os níveis e setores. 

como fazer pesquisa de clima - ebook

Como avaliar o comportamento organizacional

Após conhecer o conceito, tipos e características do comportamento organizacional, é hora de aprender como realizar uma análise eficaz na sua empresa. Para isso, siga algumas dicas:

  • faça uma pesquisa de clima;
  • analise e compare o resultado dos indicadores de desempenho individual e coletivo;
  • avalie o nível de envolvimento nos projetos;
  • identifique características, como proatividade, criatividade, empenho, responsabilidade, comprometimento e inovação;
  • analise a qualidade dos relacionamentos interpessoais entre os colaboradores, líderes e liderados;
  • verifique se os colaboradores estão de fato alinhados aos valores e objetivos da empresa;
  • faça a mensuração dos índices de rotatividade e identifique as possíveis causas para a perda de talentos.

Impactos para a empresa

O comportamento organizacional é construído com base nos valores, crenças e cultura, pelas quais os indivíduos manifestam sua forma de pensar e agir. 

Diante disso, fica muito claro que hábitos e atitudes dos colaboradores têm impactos diretos no ambiente corporativo. A seguir, veja os principais impactos do comportamento organizacional nas empresas.

Melhor performance e desempenho

Condição alcançada quando a gestão consegue alinhar o trabalho de todas as equipes para alcançar os objetivos da empresa. 

Maior colaboração dos times

Resulta do incentivo para que as pessoas ajudem umas às outras, fazendo-as compreender que todos os envolvidos têm o mesmo objetivo: o crescimento da empresa.

Capacidade de adaptação às mudanças

A capacidade de adaptação diante das mudanças sai beneficiada quando as pessoas conseguem se adequar ao sistema da empresa. Ainda, quando compreendem que as mudanças nos processos são frutos da necessidade. 

Visão sistêmica e compreensão do ambiente de negócio

O comportamento organizacional consegue “educar” os colaboradores sobre a missão da empresa e como funciona o processo produtivo

Promove a diversidade e o respeito às pessoas

As empresas são locais onde pessoas convivem com diferentes estilos de vida e de opinião. Nesse sentido, o comportamento organizacional facilita a coexistência e faz com que o respeito seja a base para desenvolver qualquer atividade. 

Fortalece o engajamento

O engajamento é fortemente impactado quando as empresas compreendem e desenvolvem mecanismos de incentivo para que as equipes trabalhem com mais entusiasmo. Desse modo, estabelecendo práticas, normas e processos saudáveis no ambiente corporativo, todos entregam o seu melhor para a companhia. 

Mais inovação e criatividade das equipes

Quando o comportamento está alinhado à cultura organizacional, a empresa cria um ambiente capaz de fomentar a produtividade, a criatividade e a inovação.

Noção de pertencimento

As metas coletivas e individuais são desdobramentos da cultura organizacional. Como todos estão trabalhando pelo mesmo fim, há o aumento do senso de pertencimento no trabalho. 

Preservação da imagem e da reputação da empresa

Comportamentos e atitudes incompatíveis com aqueles recomendados pela organização podem afetar sua imagem e reputação, principalmente perante o mercado, os clientes e à concorrência. Do contrário, um comportamento organizacional que seja bem assimilado no cotidiano dos colaboradores fortalece o valor da empresa. 

banner do ebook tudo sobre o profiler

Como o Profiler pode ajudar

O comportamento humano é objeto de estudo desde a Antiguidade. Compreender porque a conduta dos indivíduos se modificou e se modifica até hoje é tema recorrente em diversas áreas do saber. 

Mas identificar todas as nuances da personalidade pode ser um desafio e tanto, principalmente no ambiente corporativo, onde reunimos perfis diversos. Para ajudar as empresas nessa tarefa, amparada por estudos e pesquisas, a Sólides desenvolveu o Profiler.

O Profiler é uma ferramenta para o mapeamento de perfil comportamental baseado na metodologia DISC e em importantes teorias comportamentais publicadas por renomados filósofos. 

Afinal, como usar?

A base do Profiler está na avaliação do indivíduo baseada na combinação de quatro perfis distintos: Executor, Comunicador, Planejador e Analista. Para tanto, o sistema consegue identificar personalidades singulares e percepções de mundo distintas e resultantes das várias combinações possíveis desses quatro perfis. Interessante, não é mesmo?

O que facilita muito a análise é que, no Profiler, os perfis comportamentais têm uma nomenclatura simples de ser entendida. Ainda, a classificação oferecida pela ferramenta traduz as características principais de cada um. A partir disso, fica mais fácil entender como cada perfil se define, se comporta e, principalmente, a maneira mais adequada de geri-los. 

Por fim, as informações coletadas pelo software podem ser utilizadas pelos analistas de RH de modo estratégico. Nesse sentido, elas servem para potencializar um talento, montar times de alta performance ou, ainda, para melhorar o clima organizacional.

Viu só como o comportamento organizacional é um fator importante para as empresas? Compreender as particularidades dos profissionais no trabalho é fundamental para alcançar resultados prósperos e manter as equipes em harmonia. Se quiser saber mais, conheça 10 dicas para gerenciar o comportamento dos colaboradores.

4 3 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments