Como o comportamento empresarial pode modificar um RH tecnológico?

Tempo de leitura: 8 minutos

Mesmo em uma sociedade cada vez mais digital, a visão conservadora de algumas empresas, na qual colaboradores realizam sempre as mesmas tarefas e possuem perfis semelhantes, trouxe barreiras para seu crescimento. O RH tecnológico auxilia os gestores nas necessidades de mudanças no comportamento empresarial pois, cada vez mais funções são automatizadas e, a indústria 4.0 influencia o RH  de tal maneira que a visão sobre recrutamento e retenção de talentos sofreu várias mudanças para o novo mercado. 

Visando uma gestão comportamental, a tecnologia no RH trouxe ferramentas essenciais na coleta de dados para seleção, contratação e avaliação de colaboradores. Além disso, os desafios do RH na indústria 4.0 são muitos e, com a ajuda da RH tecnológico, com uso de softwares de gestão de pessoas, fica mais fácil alinhar as diretrizes e estratégias para o crescimento da empresa.

As novas tecnologias, aplicadas tanto na gestão empresarial, quanto em recursos humanos, também trouxeram maior produtividade e agilidade nos processos. Automatização de atividades manuais, agilizam as atividades e reduzem a possibilidade de falhas. Além disso, por meio da tecnologia, o ROI (Retorno Sobre Investimento) da empresa pode ser mensurado com maior facilidade e também possibilita analisar a relação entre custo e benefício com maior precisão.

Até o final deste post, apresentaremos a indústria 4.0 e mostraremos como o comportamento empresarial precisa estar alinhado com seus impactos. Também mostraremos quais são os motivos que os empresários têm para investir em um RH tecnológico, como implantá-los e alavancar os objetivos de sua empresa. Fique atento e boa leitura!

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

A indústria 4.0

Ela é a quarta revolução industrial. Porém, seu impacto é mais profundo por se fundir com o mundo físico, digital e biológico. Seu conceito foi apresentado pela primeira vez em 2011, na Feira de Hannover, na Alemanha. Com forte patrocínio do governo alemão, a indústria 4.0, propôs uma mudança na forma em que as fábricas operam atualmente. 

A primeira revolução industrial ou indústria 1.0 ocorreu há cerca de 250 anos atrás, quando graças à invenção das máquinas a vapor, houve crescimento da produção têxtil. Já na indústria 2.0, a linha de montagem industrial chegou às fábricas automobilísticas com a Ford. Em meados dos anos 70, a indústria 3.0 trouxe os primeiros sistemas de automação por meio dos computadores, usinas e máquinas robotizadas.

Na revolução industrial 4.0, ocorre a descentralização dos processos produtivos e um aumento dos dispositivos inteligentes interconectados ao longo de toda logística. Por meio da Nanotecnologia, Internet das Coisas e Internet dos Serviços, as produções tendem a ser cada vez mais autônomas, eficientes e customizáveis. As máquinas conseguem realizar com precisão e segurança trabalhos antes realizados manualmente.

Impactos da indústria 4.0 no RH

Já que boa parte das funções antes desempenhadas por pessoas estão sendo substituídas pelas máquinas, é inevitável que o comportamento empresarial e o setor de RH passe por diversas mudanças. Inovar nas estratégias é imprescindível para gestores e colaboradores, principalmente no RH. Se antes as atividades do recursos humanos eram somente recrutar, selecionar ou demitir colaboradores, agora ele se torna muito mais estratégico, aplicando as novas tecnologias, com o objetivo de desenvolver talentos e retê-los na empresa.

Grande parte das empresas possuem uma rotina automatizada, desta forma se abre espaço para um novo perfil de colaborador. É papel do RH entender essas necessidades e preparar esses profissionais para que eles possam focar menos em atividades mecânicas e investir suas energias e seus talentos em atividades criativas que tragam valor aos processos da empresa. 

Os líderes, juntamente com o profissionais de RH, precisam estar alinhados aos objetivos da empresa. Não apressar os gestores de RH nas contratações é um ponto importante para que o profissional certo seja contratado para determinada vaga. Contratar um colaborador às pressas somente porque a vaga precisa ser preenchida com urgência pode deixar o profissional desmotivado, prejudicando o ambiente empresarial como um todo.

Um outro ponto importante é dar ao colaborador, flexibilidade para assumir mais de um projeto ao mesmo tempo e também a flexibilidade de horários. Cada vez mais a alternativa do home office têm sido uma ótima estratégia para a retenção de talentos. Incentivar o lazer dentro e fora da empresa, treinamentos e cursos de capacitação também são excelentes formas de deixar o colaborador mais motivado.

As tecnologias utilizadas no RH 4.0

Cloud Computing

Conhecido como armazenamento em nuvem, os dados de um determinado departamento ficam disponíveis em um servidor externo, possibilitando o acesso de qualquer funcionário habilitado a determinados arquivos necessários a orientação de uma tarefa ou resposta de solicitações.

Com o cloud computing, o profissional de recursos humanos pode eliminar as planilhas de papel, acompanhar sistemas de gestão de pessoas em tempo real, além de permitir que colaboradores possam trabalhar em qualquer lugar e, não somente dentro do escritório. 

Big Data

Big Data é um conceito que descreve o grande volume de dados estruturados e não estruturados que são gerados a cada segundo. Utilizado pelas empresas por diversas tarefas, o conceito de Big Data para RH ainda é considerado novo. Porém, extrair e analisar dados de uma forma correta podem contribuir muito para potencializar decisões estratégicas em uma organização. 

Por exemplo, informações como a quantidade de rotatividade no ano, comparar com o ano anterior, analisar o motivo das demissões, facilitam na identificação de problemas por qual a empresa passa. A coleta destes dados torna a tomada de decisões mais eficaz na elaboração das ações a serem tomadas para melhorias. 

Mapeamento do Perfil Comportamental

Já vimos que, entender o comportamento humano e o perfil de cada colaborador é essencial para as empresas na indústria 4.0. Graças a softwares de gestão de pessoas, como por exemplo, é possível realizar esta análise e obter informações predominantes do colaborador. Também é possível extrair relatórios com comportamentos e reações de cada perfil frente aos desafios no ambiente empresarial, facilitando nas estratégias do RH.

Os softwares de gestão comportamental também permitem que o profissional de RH mapeie o perfil ideal para cada vaga e, a empresa que tem um colaborador motivado, sabendo que a gestão entende seu perfil o designando para tarefas que desenvolvam seus talentos, o motivará cada vez mais a crescer junto com a empresa.

Outra vantagem do mapeamento de perfil é que, o colaborador também obterá autoconhecimento e poderá fazer uma autoavaliação. Isso ajuda na superação das limitações e na evolução do profissional pois, antes de conhecer o outro, é necessário ter o conhecimento real de si mesmo. 

Inteligência Artificial

A inteligência artificial deixou de ser realidade somente nos filmes de ficção científica e tem sido aplicada em vários setores do nosso cotidiano e, nos setores de RH não tem sido diferente. Este ramo da ciência da computação que propõe dispositivos que imitam a inteligência humana, tem beneficiado também os gestores de recursos humanos na automatização das atividades.

Por exemplo, por meio da gestão de uma ferramenta comportamental, o profissional de RH tem a possibilidade de cruzar informações de perfis dos candidatos com as habilidades necessárias para determinada vaga. Outra opção da utilização da inteligência artificial no RH é por meio da engenharia de cargos. Por meio de sistemas, o gestor consegue alinhar as competências necessárias para determinados cargos e qual o talento ideal para cada função. 

A inteligência artificial no RH também pode melhorar o clima empresarial. Por meio de um sistema que auxilia na pesquisa de clima e análise de dados, avaliando as informações, o profissional de RH consegue elaborar ações mais eficientes para melhorar o ambiente e  manter os colaboradores mais engajados. 

É fato que a tecnologia vem transformando a forma com que as empresas e gestores trabalham, e isso trouxe muitos benefícios na gestão empresarial. Os desafios do RH na indústria 4.0 podem ser solucionados com o auxílio de diversas ferramentas do RH tecnológico. Armazenamento na nuvem, Big Data, internet das coisas e dos sistemas, inteligência artificial, são alguns dos recursos proporcionados pela tecnologia que vieram para o benefício de empresários e colaboradores.

Um dos principais motivos para que as empresas não ignorem essa evolução, é de que colaboradores buscam cada vez mais realização profissional. Boas remunerações não bastam, eles precisam se sentir valorizados e motivados em suas respectivas funções e ambiente de trabalho. A gestão de pessoas influenciada pela tecnologia possibilita coletar informações fazendo com que o gestor de RH juntamente com outros setores da empresa possa com maior eficácia, analisar dados importantes e implantar estratégias para motivar e gerir seus colaboradores.

Agora que você já sabe como a indústria 4.0 influencia o RH e consequentemente o comportamento empresarial, que tal aprofundar mais seus conhecimentos? 

Se ainda não aplicou o RH tecnológico em sua empresa, baixe nosso e-book, O comportamento empresarial com as novas tecnologias e veja como ele pode ajudar você no crescimento de sua empresa de forma eficiente e eficaz.


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of