Como utilizar a gestão comportamental para impulsionar os resultados da empresa

Tempo de leitura: 6 minutos

Imagine como seria se todas as pessoas gostassem das mesmas coisas, tivessem as mesmas ideias e habilidades, os mesmos comportamentos e quisessem fazer sempre as mesmas coisas? Além de monótono, haveria escassez de muitas coisas, inclusive de habilidades, não é mesmo? Utilizar a gestão comportamental pode ajudar nos resultados da empresa.

Sabemos que, felizmente, as pessoas são muito diferentes umas das outras. Ainda mais cientes disso estão as pessoas que trabalham no desenvolvimento de outras pessoas. Elas entendem que no ambiente organizacional há diversos perfis e que a gestão comportamental é uma grande aliada para a evolução profissional.

Se você ainda não conhece a influência e o poder que, quando bem planejado, esse tipo de gestão exerce sobre os resultados da sua empresa é hora de ficar por dentro! Veja como pode tirar proveito dessa ótima estratégia!

O que é gestão comportamental?

Gestão comportamental não é uma única técnica ou ferramenta específica utilizada pelo setor de Recursos Humanos. É um conjunto de práticas adotadas pelo RH para desenvolver profissionais em prol dos resultados da empresa, visando ressaltar aquilo que cada um tem de melhor, assim como trabalhar a melhoria dos seus pontos fracos.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

São ações que as empresas adotam ao entender que é muito mais eficaz trabalhar o perfil de cada colaborador para garantir bons resultados do que impor que cada um se adeque ao alinhamento da companhia e ponto. Esse é um pensamento ultrapassado, pois as instituições entendem cada vez mais que o seu principal ativo são os colaboradores e o bem-estar deles.

Quais os benefícios de utilizar a gestão comportamental?

Esse tipo de gestão é pensada no todo, em várias medidas que trabalham aspectos particulares também dos líderes, não apenas dos liderados. Isso contribui para ter um ambiente organizacional cada vez melhor, pois todos entendem o seu papel dentro da organização.

Ao adotar ações que integrem uma boa gestão comportamental e saibam trabalhar a inteligência emocional de todos, minimizam-se os erros desde a contratação até a demissão. Contar com um ambiente saudável e com um bom clima organizacional contribui para que colaborador sinta-se confortável e produza muito mais do que se estivesse insatisfeito internamente. 

O bem-estar dele é refletido em seu comportamento e, principalmente, no seu rendimento. E claro, a empresa só tem a ganhar com profissionais cada vez mais produtivos. Isso é muito positivo para ambos os lados, principalmente por termos um mercado tão competitivo atualmente.

A conquista de bons resultados e a consequente fidelização de clientes, requer medidas necessárias para oferecer o melhor cenário possível para que isso aconteça. Daí a necessidade de uma boa gestão na empresa. Esse bem-estar geral influencia na busca de outros benefícios, confira!

Diminuição da rotatividade

As altas taxas de turnover são automaticamente reduzidas quando a empresa investe em utilizar a gestão comportamental de modo eficiente, pois os colaboradores trabalham mais motivados, têm mais vontade de se desenvolver, de vestir a camisa da empresa e se sentem mais valorizados.

Contratações mais eficientes

Uma instituição que conhece seu público interno e sabe o que pode fazer para aprimorar o trabalho de cada equipe consegue fazer admissões cada vez mais acertadas. Isso porque se há uma vaga em aberto, é necessário entender que as atividades do cargo tendem a ser melhor executadas por um determinado perfil de profissional.

O recrutador, ao saber trabalhar comportamentos específicos nos times e identificar habilidades necessárias para a ocupação de cada cargo, tem muito mais chances de contratar aquele profissional ideal, com a possibilidade muito menor de frustrar as expectativas da empresa.

Promoção e retenção de talentos

Uma boa gestão é capaz de promover as qualidades dos colaboradores, minimizar seus erros e trabalhar para corrigi-los. Ao contrário, empresas que adotam gestões ultrapassadas, não sabem explorar a individualidade e o potencial que cada um tem, e nem propor atividades específicas para cada perfil.

Além disso, ter um ambiente agradável em uma empresa contribui muito para a promoção de um comportamento apropriado dentro da organização, que aborda os valores que ela promove, mas respeitando o jeito de cada um. 

Redução das taxas de absenteísmo

Um dos principais indicadores de uma gestão ineficiente é a alta taxa de absenteísmo, que, de forma simplificada, significa a ausência do colaborador na empresa. Pode ser por problemas de saúde ou pessoais e mesmo os atrasos devem fazer parte do absenteísmo.

Quando o índice de faltas é grande, muitas vezes indica um sintoma de um clima organizacional ruim, de problemas de relacionamento internos e de insatisfação. Quando a gestão é feita pensando na valorização do comportamento das pessoas, esse número tende a ser mais baixo. 

Como aplicar a gestão comportamental?

Sabe-se que cada colaborador é único e reage aos estímulos de formas diferentes, de acordo com suas vivências e com sua individualidade. Tendo isso em mente fica mais fácil promover a gestão comportamental com as medidas abaixo.

Mapeie os perfis comportamentais

Um tema muito ligado à gestão por comportamentos é o mapeamento de perfis dos colaboradores. Esse processo pode ser feito em várias etapas da empresa: no momento da seleção, nos programas de desenvolvimento, nas reuniões e pesquisas de clima.

Serve para identificar e entender com mais profundidade qual é a personalidade de cada um. Os tipos mais comuns de perfis encontrados no mapeamento são os comunicadores, executores, planejadores e analistas. Se você lida com pessoas, é fundamental saber o perfil de cada integrante da sua equipe ou pelo menos o de maior predominância.

Promova o diálogo aberto entre líder e equipe 

Se estamos falando de personalidades diferentes, estamos falando também de saber lidar com esses perfis e nada melhor do que ter liberdade para expressar quem realmente é. Quando o diálogo é aberto as pessoas se sentem à vontade para expor suas ideias, se sentem mais acolhidas e entendem que seu ponto de vista pode contribuir com vários aspectos dentro da companhia.

Desenvolva ações para integração de perfis diferentes 

Outra dica é, a partir do mapeamento dos perfis e da identificação de pontos de melhoria, propor atividades que visem integrar as pessoas para troca de experiências. Entender o perfil do colega de trabalho e o que pode fazer para terem um convívio melhor é importante para que todos percebam o valor de cada um na equipe e saibam respeitar suas individualidades.

Por fim, se você entender que o conceito e utilizar a gestão comportamental é preciso ter alicerce na ideia da promoção das qualidades dos colaboradores em prol do desempenho da empresa e que, assim como virtudes eles também têm pontos a serem melhorados, você tem tudo para alcançar sucesso no desenvolvimento de pessoas e na melhoria da performance da companhia.

Que tal aprofundar seus conhecimentos no assunto e conferir nosso Guia Completo sobre Gestão Comportamental!


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of