Como o método DISC pode alterar a estruturação da sua empresa

Tempo de leitura: 9 minutos

Todo profissional de recursos humanos deve estar alinhado com as principais tecnologias e metodologias utilizadas para auxiliar um bom trabalho de gestão de pessoas. Conhecer o perfil comportamental dos colaboradores é algo básico para esse tipo de gerenciamento, pois permite a montagem de uma equipe diversa e estratégica. O método DISC é um passo a mais para a gestão de pessoas de modo eficiente.

Além dos benefícios de um time com diversas aptidões, uma grande vantagem de conhecer a variedade dos fatores comportamentais da sua equipe é a constante troca de ideias e de conhecimento complementares, fazendo com que haja desenvolvimento pessoal, profissional e, consequentemente, a obtenção de melhores resultados.

A metodologia DISC consiste em um teste para identificar quatro tipos de perfis predominantes de indivíduos no ambiente de trabalho. São eles: dominância (D), influência (I), estabilidade (S) e conformidade (C).

Você ainda não utiliza a DISC? Continue lendo nosso artigo e descubra como contratar funcionários e montar equipes de forma muito mais eficaz e estratégica!

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Como é a metodologia DISC?

Utilizado em todo o mundo, o teste DISC é um dos métodos mais conhecidos de avaliação de perfil psicológico. Trata-se de um questionário sem respostas certas ou erradas. Cada pessoa responde de acordo com as alternativas que estiverem mais de acordo com seu perfil.

É de extrema importância que o teste seja respondido da forma mais sincera possível. Quanto mais o colaborador ou candidato conhecer a si próprio, maior facilidade terá para selecionar as respostas que mais se alinham à sua personalidade. Dessa forma, o resultado será mais exato e trará maiores benefícios.

Há mais de um tipo de questionário DISC, sendo alguns mais simples, como os de escolha livre de palavras; e outros mais sofisticados. O tipo de questionário não interfere no resultado do teste, desde que a ferramenta esteja bem embasada em seus conceitos originais.

O embasamento do método de perguntas criado por Walter Vernon Clarke foi tirado das pesquisas do psicólogo americano Dr. William Moulton Marston. De acordo com Marston, os tipos de comportamentos pessoais — por mais complexos que sejam — podem ser determinados por quatro fatores principais.

É importante ter em mente que todas as pessoas têm mais de um fator que influencia seu comportamento. O DISC identifica qual é o fator predominante, que permite aprimorar o desenvolvimento pessoal de um colaborador na empresa, e prever comportamentos em algumas situações.

Como são os fatores comportamentais?

Ao reconhecer qual o fator comportamental predominante em uma personalidade, é possível medir as seguintes características:

  • comportamentos observáveis;
  • a maneira de lidar com situações e realizar ações;
  • a facilidade ou a dificuldade em realizar essas ações.

Segue abaixo um apanhado das particularidades de cada fator:

Dominância

Esse fator comportamental diz respeito a como uma pessoa lida com problemas e desafios que surgem na rotina. O indivíduo que tem o perfil de dominância tem maior facilidade para lidar com esse tipo de situação.

Proatividade e talento para o empreendedorismo são traços marcantes dessa personalidade. Os dominantes gostam de desafios e tem um exímio senso de liderança, que também os enquadra no perfil de executor. Por isso mesmo, são exigentes, ousados, competitivos e determinados, sempre com foco em resultados.

Seus pontos positivos são:

  • eficaz em atingir resultados rapidamente;
  • objetividade;
  • coragem e iniciativa para enfrentar os obstáculos;
  • confiança;
  • pensamento criativo e prático.

Os pontos desafiadores do dominante são:

  • certa dificuldade para trabalhar em equipe;
  • falhas na comunicação, podendo passar imagem de arrogante;
  • ansiedade/imediatismo na execução de tarefas
  • tendem a sobrecarregar o próprio time.

O líder de alta dominância é aquele mais enérgico e prático, que gosta de entregar os resultados pessoalmente. 

Influência

Esse perfil é referente aos indivíduos mais emocionais e comunicativos, e indica como eles lidam com pessoas e influências. Eles têm grande facilidade em influenciar as pessoas ao redor. Com muita empatia, apresentam uma aptidão natural para atrair e motivar os demais.

Assim como os dominantes, também mostram uma autoconfiança elevada mas, diferentemente dos primeiros, acreditam com mais facilidade na competência das outras pessoas. Acabam sendo mais dispersos e menos objetivos, o que pode atrapalhar a efetividade de seu trabalho.

Seus pontos positivos são:

  • otimismo;
  • excelente comunicação;
  • são bons para apresentações em público
  • têm poder de persuasão;
  • sabem trabalhar em equipe
  • são bons com networking.

Os pontos desafiadores do influenciador são:

  • podem ser muito emocionais e impulsivos;
  • apresentam certa dificuldade em trabalhar individualmente;
  • falta de foco;
  • desorganização;
  • pode ser um mau ouvinte.

O líder influente é aquele que valoriza a união e o trabalho em conjunto para alcançar as metas. Como tem grande poder de persuasão, consegue fazer com que seus subordinados sigam suas diretrizes.

Estabilidade

Esse fator comportamental indica a maneira de lidar com mudanças e avalia o próprio ritmo de trabalho. Como diz o nome, são pessoas mais estáveis e pacientes, que funcionam melhor em uma rotina estabelecida.

Indivíduos com esse perfil costumam ser pacientes e previsíveis, e sempre tratam todos com gentileza e atenção, o que os torna bons ouvintes. Por serem apegados à rotina, podem ter problemas com mudanças no ambiente de trabalho.

Seus pontos positivos são:

  • muito confiáveis;
  • bons ouvintes;
  • prestativos;
  • se adaptam bem às regras;
  • bons gerenciadores de conflitos;
  • tranquilidade.

Os pontos desafiadores do estável são:

  • fazem um trabalho lento;
  • São resistentes a mudanças;
  • não tem perseverança;
  • são indecisos;
  • são pouco participativos em equipes e reuniões.

O líder de alta estabilidade tem um perfil mais próximo de seus subordinados, como um amigo. É mais liberal e permite que sua equipe opine e tome decisões.

Conformidade

Esse último fator avalia a forma de lidar com regras e procedimentos estabelecidos pelos outros. O profissional desse perfil é cauteloso, metódico, perfeccionista e se adapta muito bem a regras. Aliás, tendem a precisar delas.

Por serem tão disciplinados, apresentam melhores resultados em ambientes de trabalho organizados. Detalhistas, gostam de prever e minimizar os erros e, por isso, não costumam assumir riscos.

Seus pontos positivos são:

  • procuram sempre executar tarefas com perfeição, superando as expectativas;
  • são persistentes;
  • são organizados e dedicados;
  • são detalhistas;
  • têm facilidade em cumprir prazos.

Os pontos desafiadores do complacente são:

  • intransigência;
  • ficam muito estressados quando algo dá errado;
  • são relutantes em tomar ações;
  • têm dificuldade em delegar tarefas.

O líder de alta conformidade é bastante apegado aos processos organizacionais e tende a ser metódico. Seu trabalho é mais cuidadoso, porém não muito criativo.

Antes de se aplicar o método DISC é importante também ter em mente as coisas que não são medidas pela ferramenta. Dentre elas: competências, inteligência emocional, ética, valores, resiliência, conhecimento, maturidade, experiência profissional, orientação vocacional ou personalidade.

Quais os benefícios do DISC?

Autoconhecimento

Compreender quais são seus próprios talentos faz com que cada colaborador trabalhe de modo a aprimorá-los e a desenvolver seus pontos limitantes.

 Aprimorar o trabalho em equipe

Por meio do perfil predominante de cada componente de uma organização, é possível montar equipes mais estratégicas e funcionais

Desenvolver lideranças

A partir do perfil comportamental, tanto o RH quanto o colaborador podem traçar o melhor crescimento profissional, aperfeiçoando suas características de líder.

Desenvolver habilidades pessoais

O DISC pode funcionar como um ponto inicial de desenvolvimento pessoal. Melhorando os pontos críticos de cada profissional, é possível fazer com que haja melhora em seu desempenho e produtividade. 

Direcionar talentos

Ao utilizar o método DISC durante o processo de recrutamento e seleção, pode-se realizar a contratação de profissionais mais condizentes com os cargos e necessidades da empresa, reduzindo a taxa de turnover.

Seleção embasada no fit cultural

Com base no perfil comportamental de um candidato é possível selecionar aqueles com maior afinidade à cultura organizacional. É a identidade da empresa que será utilizada como essência para definir que tipo de colaborador deve ser contratado.

Considerando os benefícios da aplicação do método DISC, você, profissional do RH, pode aprimorar seu trabalho com gestão de recursos humanos de forma moderna e tecnológica. Investir nessa ferramenta significa aumentar sua performance e o sucesso de sua companhia. Atualmente, existem no mercado programas com os mais variados tipos de questionários adaptados à metodologia DISC e com altos índices de precisão.

Assim, não há mais motivos para lidar com funcionários desmotivados e insatisfeitos no ambiente de trabalho. Com os perfis certos em um time bem estruturado, a rotina organizacional se dará de forma mais assertiva e com a segurança da obtenção de melhores frutos.

Isso porque cada cargo tem necessidades comportamentais específicas. Por exemplo: um posto de vendedor requer uma pessoa mais influente; enquanto um gerente de logística necessita de um perfil mais analítico.

Cada talento é único. No entanto, como pudemos ver acima, conhecer o perfil predominante de cada colaborador é um artifício altamente estratégico para o profissional de recursos humanos ou de gestão de pessoal.O método DISC é neutro, ou seja, não há perfil melhor que o outro. No entanto, o preenchimento correto de cada cargo pode determinar o sucesso de seu trabalho e, consequentemente, de sua empresa.

E aí? Quer saber mais sobre como aplicar a metodologia DISC na sua empresa? Então continue conosco e confira nosso Guia da Metodologia DISC!


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of