Como fazer um feedback corretamente para os colaboradores

Tempo de leitura: 3 minutos

Você sabia que receber retornos constantes pode inspirar seus colaboradores a trabalhar mais motivados e engajados? Caso sua resposta seja “não”, entenda que, empresas que estimulam essa cultura auxiliam tanto o profissional quanto a organização a alcançar seu potencial máximo. Entretanto, existem algumas estratégias de como fazer um feedback para estimular o crescimento contínuo. 

Isso porque, algumas vezes, esse retorno pode não ser bem compreendido e, assim, causar um efeito oposto ao pretendido, por falta de uma interpretação correta de quem o recebe. Logo, é importante que o gestor ou líder tenha domínio sobre essa habilidade de oferecer feedbacks que sejam absorvidos corretamente e recebidos do modo mais saudável possível. 

Se você, como membro do RH, quer saber quais os segredos de um bom feedback, continue a leitura e confira as dicas deste post!

Como fazer um feedback correto e eficaz?

A prática do feedback correto e com base em gestão de pessoas impulsiona o crescimento da empresa, já que motiva os colaboradores a melhorarem de acordo com o esperado pela gestão. Assim, o resultado dessa cultura de diálogo gera um time mais produtivo e alinhado com os objetivos da organização. 

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Para exemplificar, a seguir, listamos algumas dicas para fazer um feedback certeiro para os colaboradores. Acompanhe!

Prepare-se antes

O primeiro passo para oferecer um bom feedback é elaborar o roteiro da conversa. Para tanto, escreva sobre as situações que deseja falar. Além disso, liste os pontos fortes e fracos do colaborador em questão. 

Obter o mapeamento do perfil comportamental dos seus colaboradores pode auxiliar nessa hora. Assim, você poderá ser mais estratégico na sua abordagem.

Uma outra dica importante é ensaiar em voz alta a forma como abordará os temas. Dessa forma, você pode ajustar o seu tom e testar quais são as melhores palavras, reduzindo a chance de ser mal interpretado.

Escolha um local acolhedor 

Ainda que o feedback seja construtivo, não é ideal que ele seja oferecido em público. Isso porque, muitas pessoas podem se sentir constrangidas ao receber comentários sobre si. Logo, é importante convidar o colaborador para uma conversa em um local aconchegante e reservado para ambos. 

Seja específico

Você, como profissional de RH, já deve ter ouvido falar na técnica sanduíche para fazer feedback, não é mesmo? Trata-se da regra que consiste em elogio – crítica – elogio, com o objetivo de amenizar a crítica com elogios para que o feedback seja melhor absorvido pelo receptor. 

Mas mesmo sendo muito utilizada, a maioria dos colaboradores já se acostumou e prevê que quando a conversa começa com algo bom, imaginam que logo depois virá algo negativo. Portanto, o aspecto positivo, mesmo que seja sincero, pode deixar de ser relevante para o receptor.

Logo, prefira ser objetivo, dando um exemplo do comportamento ou procedimento a ser corrigido ou melhorado e, depois, indique quais mudanças serão necessárias. Além disso, é importante utilizar uma linguagem motivacional que ressalte os benefícios de cada ponto levantado.

Esteja aberto ao diálogo

O feedback não é somente uma ferramenta de retorno, e sim uma troca de ideias entre líderes e liderados. Então, para que esse diálogo seja eficaz, é importante dar também abertura para que o receptor exponha seu ponto de vista diante da situação. 

Além disso, o colaborador é uma fonte importante de informações, ideias e sugestões, que podem melhorar os processos da empresa, aumentando a motivação e o engajamento e, como consequência, a produtividade da equipe. 

Agora que você já tem as dicas de como fazer um feedback corretamente, não deixe de promover essa prática na sua empresa. A cultura do retorno dentro das organizações traz inúmeros benefícios à empresa e aos profissionais que a compõem. Trata-se de uma ferramenta de gestão capaz de indicar soluções para diversos desafios, além de trazer muitas ideias para o melhor desempenho da organização!

Se você gostou do conteúdo, não deixe de acessar também o e-book completo sobre como ser assertivo nos processos de admissão e demissão!

0 0 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments