Como fazer um mapeamento de competências?

Tempo de leitura: 3 minutos

Toda empresa estabelece o seu planejamento estratégico de acordo com objetivos e metas. Para alcançá-los, é fundamental realizar um mapeamento de competências, a fim de estabelecer o que cada colaborador e área desempenhará.

Para entender melhor como fazer um mapeamento de competências, apresentamos a seguir alguns passos para aplicar essa ferramenta em sua equipe.

A realização do mapeamento de competências

O mapeamento por competências é uma comparação das aptidões essenciais para a realização das funções necessárias para o andamento da empresa, e as qualificações que os colabores já têm. 

O modelo mais conhecido de mapeamento é o CHA, que representa as palavras que definem três pilares:

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

  • conhecimento: o conjunto de informações necessárias para realizar determinada função;
  • habilidade: capacidades técnicas do colaborador, que podem ser desenvolvidas por meio de treinamentos;
  • atitude: capacidade ou predisposição para agir diante das situações positivas ou negativas.

Para que a implementação desse instrumento se torne mais prática e eficaz, é possível seguir alguns passos.

1. Pesquisar as competências organizacionais

São as competências — hard skills e soft skills — necessárias para a execução das tarefas de cada posto de trabalho existente. Deve-se criar uma lista, cargo a cargo, contendo todas elas.

2. Definir as metas

É importante definir quais resultados precisam ser atingidos e o que é esperado dos profissionais para tal objetivo. Essas metas e desafios devem ser comunicados aos talentos para que as expectativas sejam alinhadas.

3. Realizar uma avaliação de competências e habilidades

Essa avaliação é feita por meio da aplicação de questionários aos colaboradores da empresa. Essas questões são desenvolvidas especificamente para esse fim, e são respondidas pelos funcionários.

4. Analisar os resultados

A análise feita por meio do cruzamento de todas essas informações faz com que o RH tome decisões mais eficazes no que diz respeito a treinamentos, contratações ou eventuais demissões.

Os benefícios do mapeamento de competências

Ter um mapa de competências facilita o entendimento e a comunicação entre empresas e colaboradores, uma vez que promove o alinhamento de expectativas. Isso torna as avaliações de desempenho mais objetivas e claras.

Além disso, o mapeamento faz com que os treinamentos sejam mais bem direcionados e proveitosos; e permite que o RH tome decisões de forma mais estratégica.

O entendimento do perfil comportamental

O perfil comportamental funciona como um indicativo da ação dos indivíduos. Entender o comportamento de seus funcionários a partir do perfil de cada um ajuda a prever como será o desempenho da equipe em um momento de crise, por exemplo.

Assim, a análise desses perfis torna o mapeamento de competências mais claro. Há quatro tipos de perfis comportamentais:

  • comunicador: tem boa capacidade de adaptação e se destaca em cargos de maior dinâmica e autonomia;
  • executor: tem forte senso de liderança, é determinado e gosta de assumir riscos;
  • planejador: é ótimo em estratégias, e costuma manter a calma e o equilíbrio até nas situações mais desafiadoras;
  • analista: é muito comprometido com o trabalho e se destaca em questões intelectuais. Observador, tende a apresentar soluções de forma rápida.

O mapeamento de competências é, portanto, uma forma de avaliar tanto questões técnicas quanto de comportamento e inteligência emocional de seu time.

Agora que você já aprendeu como fazer um mapeamento de competências, saiba mais sobre perfil comportamental em  nosso conteúdo!

3.6 5 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments