Como fazer um mapeamento de competências?

Tempo de leitura: 3 minutos

Toda empresa estabelece o seu planejamento estratégico de acordo com objetivos e metas. Para alcançá-los, é fundamental realizar um mapeamento de competências, a fim de estabelecer o que cada colaborador e área desempenhará.

Para entender melhor como fazer um mapeamento de competências, apresentamos a seguir alguns passos para aplicar essa ferramenta em sua equipe.

A realização do mapeamento de competências

O mapeamento por competências é uma comparação das aptidões essenciais para a realização das funções necessárias para o andamento da empresa, e as qualificações que os colabores já têm. 

O modelo mais conhecido de mapeamento é o CHA, que representa as palavras que definem três pilares:

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

  • conhecimento: o conjunto de informações necessárias para realizar determinada função;
  • habilidade: capacidades técnicas do colaborador, que podem ser desenvolvidas por meio de treinamentos;
  • atitude: capacidade ou predisposição para agir diante das situações positivas ou negativas.

Para que a implementação desse instrumento se torne mais prática e eficaz, é possível seguir alguns passos.

1. Pesquisar as competências organizacionais

São as competências — hard skills e soft skills — necessárias para a execução das tarefas de cada posto de trabalho existente. Deve-se criar uma lista, cargo a cargo, contendo todas elas.

2. Definir as metas

É importante definir quais resultados precisam ser atingidos e o que é esperado dos profissionais para tal objetivo. Essas metas e desafios devem ser comunicados aos talentos para que as expectativas sejam alinhadas.

3. Realizar uma avaliação de competências e habilidades

Essa avaliação é feita por meio da aplicação de questionários aos colaboradores da empresa. Essas questões são desenvolvidas especificamente para esse fim, e são respondidas pelos funcionários.

4. Analisar os resultados

A análise feita por meio do cruzamento de todas essas informações faz com que o RH tome decisões mais eficazes no que diz respeito a treinamentos, contratações ou eventuais demissões.

Os benefícios do mapeamento de competências

Ter um mapa de competências facilita o entendimento e a comunicação entre empresas e colaboradores, uma vez que promove o alinhamento de expectativas. Isso torna as avaliações de desempenho mais objetivas e claras.

Além disso, o mapeamento faz com que os treinamentos sejam mais bem direcionados e proveitosos; e permite que o RH tome decisões de forma mais estratégica.

O entendimento do perfil comportamental

O perfil comportamental funciona como um indicativo da ação dos indivíduos. Entender o comportamento de seus funcionários a partir do perfil de cada um ajuda a prever como será o desempenho da equipe em um momento de crise, por exemplo.

Assim, a análise desses perfis torna o mapeamento de competências mais claro. Há quatro tipos de perfis comportamentais:

  • comunicador: tem boa capacidade de adaptação e se destaca em cargos de maior dinâmica e autonomia;
  • executor: tem forte senso de liderança, é determinado e gosta de assumir riscos;
  • planejador: é ótimo em estratégias, e costuma manter a calma e o equilíbrio até nas situações mais desafiadoras;
  • analista: é muito comprometido com o trabalho e se destaca em questões intelectuais. Observador, tende a apresentar soluções de forma rápida.

O mapeamento de competências é, portanto, uma forma de avaliar tanto questões técnicas quanto de comportamento e inteligência emocional de seu time.

Agora que você já aprendeu como fazer um mapeamento de competências, saiba mais sobre perfil comportamental em  nosso conteúdo!


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of