Como disseminar a cultura organizacional entre os colaboradores

Tempo de leitura: 9 minutos

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, no qual você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Uma cultura organizacional positiva é fundamental para a motivação dos colaboradores de qualquer empresa, independente do segmento de atuação ou das dimensões do negócio.

A importância da cultura organizacional está pautada no fato de que ter um ambiente de trabalho alinhado com os valores pessoais ajuda a impulsionar a produtividade, agregando motivação no dia a dia.

Por isso a cultura organizacional vem sendo valorizada cada vez mais no mundo empresarial.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Trata-se de um componente importante na estrutura dos negócios, já que a cultura organizacional é composta por valores, crenças, hábitos e até mesmo a identidade da empresa.

Qual é a importância da cultura organizacional?

A motivação é fundamental para que as pessoas continuem exercendo as suas atividades com prazer, proatividade e eficiência. Entretanto, apenas o dinheiro não é capaz de satisfazer as necessidades dos colaboradores das empresas, que costumam buscar também uma realização pessoal em seu trabalho.

Além de estarem motivados e satisfeitos com as atividades, os colaboradores também valorizam o bem-estar, a saúde mental, valores positivos que a empresa transmita e qualidade de vida.

Por isso, cada vez mais, os profissionais têm objetivos mais profundos ao procurar um emprego, além do sucesso financeiro. Isso envolve principalmente os desafios relacionados ao trabalho, que devem ser crescentes e motivadores, envolvendo valores individuais e coletivos.

Portanto, uma cultura organizacional negativa pode resultar até na evasão de talentos, com funcionários se demitido em busca de oportunidades mais motivadoras.

Com relação às vantagens de ter uma cultura organizacional bem definida, é válido destacar:

  • Maior sensação de pertencimento para os funcionários;
  • Mais engajamento com os desafios diários;
  • Capital humano mais motivado e produtivo;
  • Otimização do recrutamento e da seleção de funcionários;
  • Relacionamento agradável e harmonioso entre os membros das equipes.

O que é a cultura organizacional?

A cultura organizacional é um conjunto de hábitos, crenças, valores e comportamentos compartilhados em um ambiente de trabalho, que reflete na maneira como as empresas conduzem os seus negócios. 

Com uma cultura organizacional positiva, é possível que as empresas se destaquem em seus segmentos de atuação. Isso ocorre principalmente devido à valorização dos colaboradores e clientes.

A cultura organizacional também representa a identidade da empresa, e está diretamente ligada a forma como a instituição se relaciona com os colaboradores, e vice-versa.

Quando chega na empresa, o funcionário encontra um clima já instituído, mas também contribui se adaptando e assimilando valores, ajudando a compor a cultura organizacional.

Independente dos seus elementos, é preciso que a cultura organizacional das empresas esteja clara, bem consolidada e com uma identidade única. Assim, ela contribui para unir os funcionários e otimizar os processos.

Quando a cultura organizacional pode ser percebida pelos colaboradores, com propriedades mensuráveis, então tem-se um bom clima organizacional. 

Por sua vez, o clima organizacional representa a forma como as pessoas se sentem na empresa, envolvendo aspectos emocionais, decisões técnicas e planos de carreira, principalmente, com a possibilidade de crescimento na corporação.

O clima organizacional reflete em todas as relações e esferas do empreendimento, e atinge não só os colaboradores e superiores, mas também atendimento aos clientes.

Quais as principais características da cultura organizacional?

A cultura organizacional é composta por aspectos que vão além do visível e perceptível, e por isso é bastante complexa. Para que ela possa ser mensurável, foram criadas características básicas para a formação de uma cultura corporativa. São eles:

  1. Inovação e tomada de riscos;
  2. Atenção aos detalhes dos processos realizados nas empresas;
  3. Orientação para os resultados;
  4. Orientação para as pessoas;
  5. Orientação para as equipes;
  6. Agressividade com relação a metas.

Inovação e tomada de riscos

A inovação e tomada de riscos está relacionada ao estímulo que os colaboradores recebem para tomar atitudes inovadoras, e é uma das principais características a serem analisadas na definição da cultura organizacional de uma empresa.

Ela mostra se a organização está alinhada com práticas inovadoras, ou está pr esa em processos democráticos e burocráticos que podem impedir os funcionários de exercerem a sua criatividade.

Atenção aos detalhes

A atenção aos detalhes está ligada à maneira como os funcionários exercem as suas atividades, com atenção aos processos e trabalhos realizados. 

Essa característica é bastante importante para qualquer empresa, como as que realizam a manutenção de porta corta fogo, por exemplo, porque mostra o quanto ela é competente e comprometida com a prestação de serviços de qualidade.

Além disso, organizações que prezam pela atenção aos detalhes também tendem a buscar funcionários mais dedicados, analíticos e organizados.

Orientação para os resultados

Todo empreendimento busca resultados, mas o comprometimento com a obtenção deles é um dos elementos mais importantes para a cultura organizacional. 

A forma como a empresa trabalha em função dos resultados também pode ter bastante impacto organizacional, principalmente na mentalidade dos colaboradores.

Orientação para as pessoas

A orientação para as pessoas é um caráter de bastante influência na cultura organizacional. Ela está presente desde o recrutamento e seleção dos funcionários, e consequentemente se espalha por todas as áreas dos empreendimentos.

Trata-se do grau de comprometimento da empresa com a maneira como os processos afetam as pessoas no local de trabalho. 

Por isso inclui elementos como a necessidade de um AVCB corpo de bombeiros, por exemplo. Também está relacionada às funções que os colaboradores desempenham.

Geralmente, as empresas com maior nível de orientação têm ambientes de trabalho mais saudáveis para os empregados.

Orientação para as equipes

A orientação de equipes é fundamental para uma cultura organizacional forte e positiva. Ela está relacionada à maneira como as atividades de trabalho são orientadas, com tarefas em equipe e coesão entre os indivíduos da empresa.

Quanto mais presente a orientação para as equipes estiverem na cultura da empresa, maior a sua produtividade e mais fácil se torna a organização de serviços mais complexos. Consequentemente, as empresas têm mais facilidade em atingir os resultados esperados.

Agressividade com relação às metas

A agressividade é uma característica bastante complexa na cultura organizacional, porque está ligada a quanto as pessoas pensam fora da caixa e quão competitivas elas são. Quanto mais agressiva a empresa for, mais voltadas aos resultados ela pode ser, por exemplo.

Contudo, não se deve confundir esse aspecto com a agressividade entre pessoas, que pode ser extremamente negativa em qualquer ambiente organizacional.

Como disseminar uma cultura organizacional entre os funcionários?

Um grande desafio para as empresas é a criação de um negócio com imagem positiva internamente e externamente. 

Para isso, é fundamental que as empresas de diversos segmentos, como as especializadas em caixas de papelão personalizadas SP, por exemplo, invistam na disseminação de uma cultura organizacional positiva.

Antes de formatar a cultura organizacional da empresa, é preciso definir missão, visão e valores, sendo que cada um tem importância e características diferentes.

A missão de uma empresa está relacionada ao seu propósito, a razão pela qual ela foi criada. Uma empresa especializada na instalação de sistema fixo de combate a incêndio, para exemplificar, pode ter a missão de proporcionar maior segurança aos seus clientes.

Já a visão é o que a empresa deseja alcançar, ou onde os empreendedores pretendem chegar com o negócio. Por fim, os valores e crenças servem de guia para as ações empresariais.

Outro ponto é a forma como os funcionários veem a empresa especializada em projeto de estação de tratamento de água, por exemplo, que é tão importante quanto a imagem que os clientes têm do negócio. 

À partir da percepção dos colaboradores, é possível encontrar pontos de melhoria e fortalecer ainda mais a cultura organizacional, de uma maneira positiva.

Todos os aspectos gerais que envolvem a rotina dos funcionários devem ser estudados, incluindo práticas, princípios, comportamentos, regras, políticas internas e outras aspectos de que os colaboradores precisam ter conhecimento.

A política da empresa deve estar clara, assim como recomendações para situações de emergência, que demandem o uso de sinalização fotoluminescente ou outros equipamentos de segurança.

Para facilitar a compreensão da cultura organizacional pelos colaboradores, as empresas também devem trabalhar as questões em conjunto com a área de Recursos Humanos das empresas, facilitando a internalização.

Recomenda-se a elaboração de um documento detalhando a cultura da empresa, assim como funcionamento de botão de emergência, e outras informações importantes. 

Ele deve conter todas as práticas, diretrizes e regras internas, orientando os funcionários com relação à sua atuação.

Contudo, esse detalhamento também deve ser alinhado com os objetivos dos funcionários, o que pode ser feito por meio de palestras, reuniões e outras formas de divulgação da cultura interna, como o disparo de e-mails, por exemplo.

Mais do que trocar bobina térmica para relógio de ponto (que possibilita o controle de entradas e saídas dos colaboradores), a cultura organizacional depende de líderes para funcionar. Os profissionais são importantes para aproximar as equipes e reforçar práticas positivas, criando um ideal comum.

O líder também deve acompanhar e avaliar o andamento de todo o processo de implantação da cultura organizacional, com o objetivo de garantir que tudo funcione como planejado. Manter a cultura organizacional é tão importante quanto criá-la.

Para isso é preciso manter a clareza de propósitos e facilitar a comunicação, trabalhando sempre os sentimentos positivos entre os colaboradores.

Nos casos em que as empresas já têm uma cultura interna, o ideal é que os gestores se perguntem se ela é positiva e capaz de gerar os resultados esperados.


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of