Como contratar profissionais temporários para a Black Friday?

BAIXE GRÁTIS!

Aqui você encontra:

Contratar profissionais temporários para a Black Friday é tão importante quanto aumentar a mão de obra em outras datas sazonais.

Eventos como Natal, Dia das Mães ou das Crianças aumentam o consumo e as vendas, fazendo com que as empresas precisem reforçar as equipes para atender a demanda. Nesse contexto, os trabalhadores temporários são fundamentais. 

Como o RH da empresa cuida do recrutamento e seleção, é bom se preparar para proceder corretamente. 

Nesse conteúdo mostraremos como fazer a contratação de temporários e porque vale a pena contar com um reforço na equipe em datas como a Black Friday. Ainda, apresentaremos dicas para recrutar pessoas especialmente para a ocasião.

Por que contratar profissionais temporários para Black Friday?

Em 2022, o mercado brasileiro registrou faturamento total de R$ 6,1 bilhões durante a Black Friday. Segundo o relatório elaborado pelo Grupo Locaweb, a taxa de recompra alcançou 7,1%. No ano anterior, o índice foi de 4,4%.

Embora a contração de mão de obra temporária ocorra em qualquer período, as datas comemorativas são responsáveis por impulsionar as vendas no comércio, no varejo e na indústria. 

Sendo assim, a grande movimentação em busca de produtos e descontos é o que justifica a contratação de profissionais temporários para a Black Friday. Tanto para atender melhor os clientes quanto para não perder a oportunidade de concretizar bons negócios.

Vale destacar que a mão de obra temporária para um período específico pode ser feita pela diretamente pela empresa ou por meio de uma agência. O objetivo é estabilizar a capacidade de entrega e atender à demanda do mercado. 

Não podemos esquecer os benefícios desse tipo de contratação. Na Black Friday, colaboradores extras têm menos custos (não recebem aviso-prévio indenizável ou multa de FGTS), permitem contatação mais ágil e representam mão de obra qualificada. 

Desse modo, adotar o modelo de contrato de trabalho temporário pode ser uma alternativa para aumentar a mão de obra com agilidade, sem prejuízos e conforme a legislação trabalhista. 

Ebook Gestão de Pessoas e Black Friday

Como contratar profissionais temporários para a Black Friday?

Antes de iniciar o recrutamento e seleção de profissionais extras, o analista de RH ou diretor da empresa precisa justificar a necessidade de contratação. No caso da Black Friday, o aumento das vendas no período e a proximidade do final de ano são argumentos válidos para essa ação.

Além disso, para contratar um colaborador no regime temporário é necessário observar alguns pontos. 

O principal deles é ausência de vínculo empregatício do trabalhador ocasional com a empresa onde ele irá atuar. Sendo assim, a contratação fica sob responsabilidade de uma agência especializada e credenciada no Ministério do Trabalho. 

Responsabilidades da empresa contratante

Embora não exista vínculo, a empresa contratante deve oferecer treinamento ao colaborador temporário, zelar por sua saúde e proporcionar um ambiente seguro para exercer suas atividades. 

Além disso, o funcionário não pode ficar sem acesso às ferramentas de trabalho utilizadas pelo empregado efetivo. Sendo assim, a utilização de refeitórios, dependências internas, armários e uniformes (se for o caso) deve estar ao alcance do colaborador sazonal. 

Ainda, a companhia deve evitar segregar a equipe, dando ao trabalhador temporário um tratamento igualmente ético, digno e respeitoso. 

Remuneração

Os proventos do funcionário temporário devem ser pagos pela empresa onde ele exerce suas funções. Pelo artigo 35 do Decreto Lei nº 6.019/1974, a responsabilidade da agência mediadora é elaborar a folha especial e repassar a remuneração para o trabalhador contratado.

Direitos dos profissionais temporários

Os contratos temporários são regulamentados pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e devem manter as mesmas obrigações referentes ao colaborador efetivo. Desse modo, os empregados sazonais têm direito a assinatura da carteira de trabalho, remuneração conforme salário da categoria e jornada de trabalho diária. 

Além destes, estão amparadas a quitação de horas extras (conforme o caso), vale-transporte, benefícios adicionais e outros comuns ao trabalhador celetista. 

Como identificar as funções que precisam de reforço durante a Black Friday?

Se preparar para a próxima Black Friday exige planejamento. Além de reforçar a infraestrutura de sites e pontos de venda, é necessário abastecer os estoques para atender à demanda.

Por entender o fluxo de atividades na empresa, a Gestão de Pessoas pode ajudar definindo prioridades para o período. Desse modo, as contratações serão mais assertivas e alinhadas com as necessidades do negócio.

Como a Black Friday acontece anualmente e sempre em novembro, meses antes de recrutar e contratar, vale analisar cada setor da organização. O analista de RH pode contar com a ajuda da equipe para entender como foi a experiência no mesmo período. 

Em geral, as funções que precisam de reforço durante a Black Friday são times de venda, atendimento ao consumidor, suporte de TI, logística de distribuição, transporte e equipes de trocas ou devoluções. 

Dicas práticas para o recrutamento de profissionais temporários

As datas importantes para o mercado costumam aumentar as vendas e, consequentemente, o lucro. No entanto, se o período de maior movimento não for bem estruturado, as hipóteses de algo dar errado são grandes. 

Nesse sentido, é essencial garantir a dinâmica interna das equipes e proporcionar atendimento de excelência ao consumidor. Confira cinco dicas para recrutar e contratar profissionais temporários para a Black Friday. 

1. Planejar ações

A contratação sazonal, como na Black Friday, representa a oportunidade de atender a uma demanda específica e pontual. Além disso, por ser um evento recorrente, não há motivos para pular uma etapa fundamental: o planejamento. 

Quando a empresa não se programa pode superestimar ou subestimar a necessidade de contratação. Por isso, é fundamental planejar o número de colaboradores eventuais, a data de início e término do contrato de trabalho para não deixar o pico de vendas sem cobertura. 

2. Descrever o cargo

Listar deveres e responsabilidades da função com antecedência ajuda a orientar o colaborador temporário e permite ganhar tempo. A descrição das funções a realizar no cotidiano deve ser detalhada, mas objetiva. 

A descrição de vagas também é uma ferramenta útil para a contratação. Com ela é possível identificar competências comportamentais e técnicas necessárias ao perfil. 

3. Definir o processo

O próximo passo é estabelecer uma estratégia para a contratação. Para isso, vale usar processos já conhecidos na empresa, como a busca no banco de currículos, em plataformas de vagas ou em agências de recrutamento. 

Após identificar candidatos com o perfil desejado e alinhados com a cultura organizacional, o RH segue as demais etapas de um processo seletivo tradicional. Isso inclui checagem de currículo e entrevista (presencial, online ou por telefone).

4. Determinar competências

Embora temporário, o cargo precisa de um profissional qualificado para atender às necessidades. Para tornar o busca mais precisa, é essencial definir as habilidades adequadas para e descrição do cargo, citada na dica número 2. 

Sendo assim, fazer uma lista das habilidades comportamentais subjetivas (ligadas à personalidade) e das aptidões técnicas direciona a busca por talentos. Esse procedimento contribui para a contratação de mão de obra temporária para a Black Friday com agilidade e assertividade. 

5. Buscar ajuda

Gerentes e colaboradores têm muito a contribuir quando o assunto é recrutar pessoas. Eles conhecem a dinâmica de trabalho e conseguem identificar quais setores necessitam de reforço pontual. 

Enquanto os recrutadores fazem o filtro inicial de candidatos, os gerentes sabem como avaliar a capacidade técnica e os colaboradores demonstram o nível de afinidade entre a equipe. 

Por fim, como dica complementar, destacamos a necessidade de formalizar a contratação temporária com dois contratos. Um deles entre a empresa onde o colaborador temporário trabalhará e a empresa prestadora do serviço. Outro, entre a prestadora de serviço (responsável por contratar, remunerar e dirigir o trabalho realizado pelo profissional) e o funcionário. 

Como você pode ver, contratar profissionais temporários para a Black Friday pode ser uma alternativa viável para empresas de qualquer porte ou segmento. 

Faça o planejamento para o período de vendas e descontos com o ebook “Como a Gestão de Pessoas pode ajudar sua empresa a ter sucesso na Black Friday?” e faça bons negócios!

Picture of Amanda Silva
Amanda Silva
Psicóloga, com MBA em Gestão de Recursos Humanos, atuo há mais de 7 anos com recrutamento e seleção, grande bagagem em empresas de tecnologia, com definição de estratégias para atração e seleção de talentos. Hoje está como Supervisora do time de Talent Acquisition da Sólides.
Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima