Como apresentar um software de RH ao seu gestor

Tempo de leitura: 6 minutos

Uma das principais dificuldades do setor de Recursos Humanos é apresentar soluções para a liderança quando elas envolvem investimento. Muitas das vezes, os gestores não veem valor em um software de RH e acreditam que uma ferramenta dessas é dispensável.

Pensando nisso, criamos um post para te orientar a escolher o melhor produto para a sua empresa e falar com seus gestores. Acompanhe!

 1. Busque informações

Levante dados relevantes no mercado. Custos altos chamam a atenção do seu gestor, pois impactam diretamente no setor financeiro da empresa.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Por isso, não adianta buscar alternativas que estejam fora do orçamento da empresa: isso só fará você perder uma oportunidade de mostrar, de fato, uma opção compatível com a realidade da organização.

Após verificar dados relacionados ao custo de tal investimento, busque outras informações valiosas para provar sua eficácia. Veja alguns exemplos de informações:

  • Você sabia que a cada 5 demissões, 3 são por razões comportamentais?
  • 48,5% das empresas brasileiras têm dificuldade de gerir a equipe.
  • As empresas perdem R$14 mil pra cada contratação errada. Uma vez contratado, é um desafio gigante conduzir o time pra alta performance.
  • 52% das empresas no Brasil não sabem como desenvolver sua liderança.
  • A taxa média de rotatividade no Brasil é de 43,1% e o maior motivo não é o salarial, mas sim a adaptação do profissional à vaga.
  • O maior desafio do RH atualmente é fugir do operacional e ser mais estratégico.

*Dados tirados do Censo RH Portal 2016.

2. Apresente dados precisos

Dados mensuráveis garantem uma maior visibilidade do seu impacto nos resultados da empresa. Portanto, ao expor argumentos a favor de determinado recurso, é importante utilizar informações precisas que possam realmente servir como referência.

Não basta, por exemplo, dizer que um software é bom para o RH, ou que vai refletir no aumento da produtividade. Essas afirmações devem sempre estar acompanhadas de exemplos reais, números e/ou pesquisas sérias que comprovem esses argumentos.

3. Pesquise as melhores opções no mercado

Ao pesquisar qual o melhor sistema para sua empresa, considere apresentar solução para os problemas apontados no tópico acima e faça algumas perguntas para você mesmo:

  1. Esse sistema vai automatizar processos do meu RH me deixando ser mais estratégico e menos operacional?
  2. Eu terei relatórios e dados para entregar aos meus gestores e mostrar os indicadores da minha gestão de pessoas?
  3. Consigo reduzir custo de gestão pensando em processos, pessoas e decisões mais concretas e seguras?
  4. Terei informações em mãos para atuar em quais subsistemas do meu RH?
  5. Esse sistema me dará informações e instruções para atuar no ponto produtividade da minha equipe?

procure-um-sistema

Feita essa série de questionamentos, será possível eliminar os sistemas que não atenderem às principais necessidades do seu RH. A busca por uma variedade de opções aumentará as chances de escolher o melhor possível.

Quando for a hora de apresentá-lo ao seu gestor, dúvidas acerca da utilidade do sistema em relação à rotina da sua empresa já terão sido levantadas e, provavelmente, solucionadas.

4. Valide e tire dúvidas

Confira a validação e a acuracidade desse sistema. Solicite o contato de um consultor da empresa que você escolheu e peça para que ele te apresente a fundo o sistema.

Analise o quanto o software vai gerar em economia para a sua organização. Dessa maneira, você tem mais segurança para repassar as informações ao seu gestor. Faça um checklist de possíveis vantagens e desvantagens.

Veja algumas vantagens de possuir um software de RH:

  • Economia de tempo nos processos de administração de pessoas.
  • Redução de custos com rotatividade.
  • O sistema é capaz de cuidar de todos os processos de RH e tem a possibilidade de aplicar mapeamento de perfil comportamental.
  • Os resultados são de fácil leitura e são bem recebidos pelos participantes, colaboradores e gestores.

Nessa hora, você pode apresentar casos de sucesso, tanto de empresas que atuem no mesmo ramo e já possuam o software quanto de outras com grande nome que optaram por automatizar seu RH.

É importante destacar os efeitos que a decisão trouxe para o setor, confirmando as vantagens acima.

5. Escolha o software perfeito para o seu RH

Esse é o momento de decidir qual é o melhor programa para o seu negócio ou empresa. Perceba se ele atende às demandas do seu RH e avalie detalhadamente cada função.

Embora todo RH possua suas atribuições em comum, cada organização funciona de uma forma, com seus pontos fortes e fraquezas. Sendo assim, se o que você quer é trazer melhorias, foque nos problemas que ele poderá solucionar, analisando como ele trará mais qualidade ao setor.

escolha-seu-sistema

Após essa etapa, é hora de apresentar ao seu gestor. Para isso, você pode optar por duas formas:

  • Convide o seu gestor para uma apresentação do sistema, juntamente com o especialista da empresa de software que você escolheu. Assim, ele pode te orientar com a parte técnica da solução e você contribui com os benefícios para o seu trabalho.
  • Caso o seu gestor não possa comparecer à apresentação, solicite ao especialista uma apresentação em anexo para que você mesmo fale sobre o sistema, pontuando as vantagens para o seu dia a dia.

Lembre-se: Antes começar a apresentação do sistema, mostre para ele sua coleta de dados do mercado que fizemos no item 1!

6. Não tenha medo!

O setor de Recursos Humanos costuma ter medo de apresentar um software para a diretoria, pois acha que o RH nunca tem orçamento. Veja por que você não precisa se preocupar:

  • Você está pensando no negócio da sua empresa e trazendo uma solução para reduzir gastos desnecessários na gestão de pessoas.
  • Você conseguirá ser mais estratégico e mostrar indicadores de sua gestão para a liderança.
  • A crise não é desculpa para não melhorarmos processos. O investimento em um sistema é corte futuro de gastos e pode aumentar a receita de sua empresa.
  • Você está saindo fora da caixa. Transformando o RH em um setor estratégico, você fugirá de tarefas operacionais.

Se formos pensar no modelo tradicional de RH, a distância entre suas funções operacionais e a parte estratégica dos negócios é representada, de fato, por um abismo. Porém, a modernização do setor visa, justamente, uma maior participação nas decisões estratégicas, integrando gestão e resultados.

O principal ponto de diferenciação desses dois conceitos é o de que o RH moderno, automatizado e conectado com as mudanças externas é capaz de transformar informação em inteligência de mercado. Além disso, o setor passa a atuar integralmente em cima da otimização de recursos.

E agora? Você já tem mais segurança para apresentar um software de RH ao seu gestor? Aproveitamos para te convidar a conhecer a nossa ferramenta: o Solides Gestão. Faça um teste gratuito por 14 dias e comece a mudar a forma das empresas fazerem gestão de pessoas!

resultados-cta-blog


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of