Bonificação e gratificação: existe diferença entre esses benefícios?

Bonificação é uma recompensa financeira baseada em desempenho ou resultados, enquanto gratificação é um pagamento adicional, em reconhecimento a esforços excepcionais.
Entenda a diferença entre bonificação e gratificação
SAIBA MAIS

Aqui você encontra:

Bonificação e gratificação são formas de reconhecimento e incentivo que podem ajudar a motivar os funcionários, aumentar a produtividade e melhorar o clima organizacional. No cenário corporativo atual, onde as empresas buscam constantemente atrair e reter talentos, esses benefícios são cada vez mais importantes.

Nesse sentido, possam parecer semelhantes à primeira vista, esses incentivos têm significados e aplicações distintas. Neste artigo, exploraremos esses conceitos, destacando suas diferenças essenciais e vantagens, com exemplos práticos. 

O que é bonificação e gratificação?

Neste tópico veremos qual é o conceito e a definição de bonificação. Afinal, embora sejam sinônimos, essas palavras não têm o mesmo significado. 

?Explicando: conceito é algo concebido pelo pensamento de alguém e pode variar de pessoa para pessoa. Já ‘definição’ e a explicação objetiva sobre determinado tema, ou seja, seu significado. 

Conceito de bonificação

O termo pode ser aplicado em diferentes contextos. No geral, representa uma vantagem, uma recompensa ou um benefício adicional que uma pessoa ou entidade recebe.

A bonificação pode ser concedida em forma de gratificação, incentivo ou reconhecimento quando verificamos um desempenho acima da média. Ou ainda, quando obtemos uma conquista ou recebemos uma contribuição essencial dada por alguém. 

Definição de bonificação

É um prêmio (em dinheiro ou bens) dado pela empresa aos colaboradores que atingem ou superam metas predefinidas. A bonificação, muitas vezes chamada de bônus, considera o desempenho individual, da equipe ou da empresa. 

Vale destacar que os valores pagos variam e estão relacionados ao alcance de objetivos específicos, entre eles, produtividade, lucratividade ou vendas. Esses indicadores-chave serão escolhidos pela gestão e sua análise acontece uma vez por ano, trimestre ou mês. 

Há empresas que definem seus indicadores para serem bonificados em datas especiais, entre eles, o fim do ano fiscal. 

Conceito de gratificação

Trata-se de uma recompensa, pagamento adicional ou bônus concedido a alguém em reconhecimento. Pode ser um prêmio por um serviço prestado, por um desempenho excepcional ou por um esforço extra. 

A gratificação é definida por quem a oferece. Em geral, o empregador concede esse benefício além do salário regular ou das remunerações pagas habitualmente. 

E quando pagar a gratificação? Em diferentes contextos. No universo corporativo, elas são dadas aos colaboradores para motivá-los, reconhecer seus esforços ou incentivá-los a alcançar metas específicas.

Definição de gratificação

É um valor adicional que a empresa paga aos seus colaboradores sempre que ela definir um motivo específico para isso. Pode ser tempo de serviço, função de confiança, participação em projetos especiais desenvolvidos ou situações extraordinárias. 

A gratificação pode ser fixa ou eventual a depender da periodicidade e da sua natureza. É uma forma de complementar algo e não está vinculada ao desempenho do colaborador ou da equipe. 

Qual a diferença entre bonificação e gratificação?

Conforme o artigo 457 na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), além do salário fixo pré-acordado entre empregado e empregador, é possível pagar uma remuneração a mais, em forma de gratificação e bonificação. 

Ou seja, pode ser pago tanto um valor em dinheiro (como recompensa) quando em outra ‘moeda’ como folgas, viagens, produtos, vouchers, entre outros. 

Em relação aos termos gratificação e bonificação, ambos se referem a esse acréscimo ao salário e remuneração. Destacando que ele (o acréscimo) pode ser pontual ou recorrente, variando conforme a empresa e o empregador. 

Outro ponto relevante é que existem tipos diferentes de gratificação salarial. Destacamos as aquelas legais, previstas na folha de pagamento, e as ajustadas. Além de prêmios oferecidos como bonificações em forma de produtos, por exemplo. 

Saiba o que são benefícios corporativos, quais os principais tipos e as vantagens para a sua empresa

Em resumo, as diferenças entre bonificação e gratificação podem ser definidas a partir de critérios:

Base de Cálculo/Natureza: A principal diferença está na natureza dos dois benefícios. A bonificação é geralmente atrelada ao desempenho, enquanto a gratificação está mais associada a um reconhecimento ou ocasião especial.

Periodicidade: Bonificações podem ser mais frequentes e variar conforme os resultados da empresa ou do colaborador. Já as gratificações, especialmente as previstas em lei, possuem uma periodicidade definida.

Critérios de Elegibilidade: Para receber uma bonificação, um funcionário geralmente deve atender a critérios de desempenho específicos. As gratificações podem ser pagas a todos os funcionários elegíveis.

Finalidade: As bonificações são frequentemente usadas para motivar e recompensar o desempenho excepcional, enquanto as gratificações permitem mostrar reconhecimento e apreço aos funcionários.

Valor: A bonificação pode variar, dependendo dos resultados alcançados. A gratificação, especialmente aquelas previstas em contrato ou acordo coletivo, possui uma cotação definida.

Benefícios de oferecer esses incentivos para os colaboradores

Independente da natureza ou finalidade dos incentivos, oferecer gratificações ou bonificações aos funcionários pode trazer uma série de vantagens para a empresa, confira. 

1. Motivação e engajamento 

Oferecer bonificações e gratificações pode aumentar a motivação e o engajamento dos colaboradores, ao verem que seus esforços estão sendo reconhecidos.

2. Retenção de talentos

Um cartão de benefícios atrativo pode ajudar a reter os melhores talentos, reduzindo a rotatividade e os custos associados à contratação e treinamento de novos colaboradores.

3. Fortalecimento da cultura organizacional

O reconhecimento e a valorização dos colaboradores podem contribuir para a construção de uma cultura empresarial mais positiva e colaborativa.

4. Aumento do engajamento

Além de motivar os funcionários e aumentar a produtividade, bonificações e gratificações também podem contribuir para o aumento da satisfação e do engajamento dos funcionários. Quando os funcionários se sentem reconhecidos e valorizados, eles são mais propensos a se sentir motivados e comprometidos com seu trabalho.

Vantagens da gratificação

Do ponto de vista dos colaboradores, as gratificações são interessantes porque complementam a renda, melhorando a qualidade de vida. Além disso, esse tipo de incentivo demonstra que a organização se preocupa com seu funcionário. 

Especialmente aqueles com uma trajetória relevante ou que contribuíram com o desenvolvimento da empresa. Vale destacar que a gratificação funciona como um instrumento para proporcionar a retenção de talentos. 

Vantagens da bonificação

Ela é importante para os profissionais que trabalham na companhia, ao estimular a produtividade, a qualidade e a inovação. Os colaboradores entendem a bonificação como um incentivo, um reconhecimento ao esforço de cada um. 

Entre as vantagens de oferecer bônus aos profissionais estão o aumento da satisfação e do engajamento. Afinal, eles sabem que contribuem com a empresa, seu trabalho é valorizado e seu esforço, recompensado. 

Exemplos práticos de bonificação e gratificação

Como dissemos, a bonificação é uma espécie de premiação. Sendo assim, ela aceita diversos formatos e costuma ser pontual e concedida em comemoração a algo especial. Como exemplo de bônus temos:

  • Folgas;
  • Ingressos para cursos, espetáculos, shows, entre outros;
  • Viagens;
  • Participação nos lucros;
  • Cestas natalinas;
  • Mimos em datas especiais;
  • Vale-presente.

Entre os exemplos de gratificação destacamos: de função, de lucros e por funcionalidade. 

A gratificação de função ocorre quando o colaborador está no mesmo cargo há um bom tempo, por isso, a organização decide recompensá-lo pelo exercício do cargo. Funciona como um símbolo para comemorar o aniversário do profissional na empresa ou na atividade. 

Quem define o tempo ideal para conceder uma gratificação de função é o empregador. Portanto, todos os colaboradores estão aptos a receberem, pois o direito ao reconhecimento é universal.  

Enquanto a gratificação de lucros é concedida quando o funcionário desempenha uma contribuição relevante, auxiliando a organização a ter maior lucratividade. Nesse sentido, ela funciona como um bônus pago por reconhecimento dos esforços. 

Já a gratificação ou bonificação por funcionalidade está ligada às capacidades e habilidades do colaborador. Nesse caso, o profissional recebe um valor como incentivo para aprimorar seu desenvolvimento, buscando mais conhecimento e, consequentemente, crescer na empresa. 

Para ilustrar a aplicação prática desses conceitos, mostramos dois casos de empresas fictícias que implementaram programas de bonificação e gratificação com sucesso.

Exemplo 1: ABC Corporation

A ABC Corporation implementou um programa de bonificação anual baseado no desempenho individual dos funcionários. 

Estimulados pelo bônus que iriam receber conforme orientação da chefia, cada integrante do time trabalhou para alcançar a meta sugerida. Com isso, a dedicação individual gerou aumento significativo na motivação e produtividade da equipe de vendas.

Exemplo 2:  XYZ Ltda

A XYZ Ltda introduziu uma gratificação anual para todos os funcionários pelo aniversário da empresa. 

Satisfeitos com o reconhecimento, o time se uniu e o setor de Recursos Humanos percebeu que pertencimento aumentou. A organização teve ganhos em produtividade e em sinergia, enquanto a equipe se tornou mais engajada. 

Além desses exemplos fictícios, podemos citar empresas reais que implementaram programas de bonificação e gratificação com sucesso:

  • Google: A Google oferece um programa de bonificação anual que é baseado no desempenho individual e da equipe.
  • Microsoft: A Microsoft oferece um programa de gratificação de função que é concedido aos funcionários que atingem um determinado nível de experiência.
  • Amazon: A Amazon oferece um programa de bonificação de lucros que é concedido aos funcionários que contribuem para o crescimento da empresa.

Por fim, vale dizer que bonificação e gratificação são formas valiosas de reconhecimento e incentivo no ambiente de trabalho. 

Ainda que ambas compartilhem a característica comum de oferecer recompensas financeiras aos funcionários, suas diferenças fundamentais em termos de base de cálculo, periodicidade, critérios de elegibilidade e finalidade são evidentes. 

Esses critérios fazem com que cada uma tenha um papel único na estratégia de compensação e benefícios de uma empresa. 

Por isso, é essencial que as empresas compreendam essas distinções e apliquem as políticas apropriadas para atrair, motivar e reter seus talentos.

Se você deseja saber mais sobre como promover a bonificação e gratificação de maneira eficiente, conheça o Cartão Sólides Benefícios! A solução completa para fornecer bem-estar e praticidade para o seu time.

Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima