Banco de currículos: por que ter e como organizá-lo

Tempo de leitura: 4 minutos

O capital humano ganhou reconhecimento e importância estratégica nos últimos tempos e assim, o mundo corporativo passou a adotar novas práticas relacionadas a gestão de pessoas, principalmente no sentido de atrair e reter talentos, tal como o banco de currículos.

Nesse contexto, os processos de recrutamento e seleção também se tornaram mecanismos essenciais para a formação de equipes de alta performance e, consequentemente, para o crescimento e sucesso dos negócios.

Porém, processos seletivos assertivos dependem muito de um bom banco de currículos, estruturado e organizado para facilitar a busca por profissionais capacitados e com perfil alinhado aos valores e cultura da empresa.

Conheça algumas dicas de como gerenciar um banco de currículos, estabelecendo um grande diferencial competitivo com ferramentas que garantam agilidade de análise, praticidade e efetividade.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Padronização do banco de currículos

É preciso definir uma única forma de armazenar os currículos recebidos. Os meios eletrônicos apresentam uma série de vantagens, eliminando a necessidade de arquivos físicos e permitindo uma busca mais rápida.

Para tanto, é necessário atentar para uma correta nomenclatura dos arquivos de modo que as pesquisas sejam mais produtivas. Quando o currículo estiver impresso, é importante digitalizar o documento e armazenar com os demais.

Contudo, uma alternativa ainda mais eficiente é o cadastro do currículo diretamente pelo site por meio de um formulário padronizado, que possibilita diversos filtros.

Esse é um recurso muito interessante, normalmente atrelado a um software de RH, que permite a extração de relatórios, listas de candidatos potenciais, além de realizar pesquisas mais detalhadas.

Outro fator que pesa a favor desse tipo de cadastro, é a obrigatoriedade do preenchimento de campos indispensáveis pelo candidato. Dessa maneira, é possível evitar currículos defasados, com informações vagas ou ambíguas.

Atualização do banco de currículos

Para os recrutadores, é interessante ter sempre um grande número de currículos cadastrados, por isso é preciso investir na divulgação da imagem, identidade e reputação da empresa. Essa divulgação favorece o interesse de candidatos e, assim, o registro de novos currículos.

Além disso, é importante realizar o armazenamento por ordem cronológica, descartando inclusive, documentos muito antigos, pois a probabilidade de estarem com as informações desatualizadas e incompletas é maior. Realizar uma varredura periódica para identificar duplicidades também é uma iniciativa interessante.

Criação de categorias

Para facilitar as pesquisas, é preciso separar os currículos por categoria (e até mesmo subcategorias), considerando aspectos como ramo de atuação, conhecimentos técnicos e especializações, competências específicas, experiências anteriores e senioridade, por exemplo.

Para isso, é fundamental criar um espaço devidamente estruturado, com subdivisões e desdobramentos. No caso de sistemas de cadastro pelo site, os filtros devem contemplar todas essas separações, colaborando para um gerenciamento mais ágil do banco de currículos.

Realização de backups

A realização de backups é essencial para a segurança e manutenção de todos os arquivos digitais, assim, o banco de currículos também deve estar incluído nesse planejamento corporativo. Dessa forma, cria-se um procedimento para evitar a perda de dados importantes e de profissionais talentosos para a empresa.

Criação de um banco de talentos

Durante os processos seletivos, vários candidatos são avaliados para a escolha de apenas um ou de poucos. Os profissionais passam por uma identificação de perfil, entrevistas, testes e dinâmicas, e é possível identificar outros talentos que poderão ser considerados em oportunidades futuras.

Por isso, é preciso formar também um banco de talentos, segregando os currículos já analisados e com grande potencial. Vale reforçar que um banco de currículos bem organizado é fundamental para a empresa não perder talentos.

Muitas organizações utilizam esse mesmo conceito para profissionais que já fazem parte de seu quadro de colaboradores, construindo um banco de talentos internos, necessário para a escolha de promoções, novas oportunidades e também para compor o plano de sucessão corporativo.

O banco de currículos, portanto, pode otimizar os processos de processo seletivo. Assim, não há perdas de candidatos mesmo após o fechamento de uma vaga, facilitando o futuro contato em outra oportunidade.

Agora que você entendeu mais sobre o banco de currículos, aproveite a sua visita para conhecer mais sobre a metodologia DISC, uma ferramenta essencial para aprimorar os processos de RH.


1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] recebidos para vagas em aberto é muito importante. O Solides Gestão permite que você crie um banco de de currículos que recebe e armazena esses documentos automaticamente no próprio sistema após um candidato se […]