5 aplicativos importantes para qualquer gestor de RH usar no trabalho

Tempo de leitura: 3 minutos

Responsável por otimizar o dia a dia de todos, a tecnologia também é uma grande aliada do setor de Recursos Humanos. Basta pensar no que os gestores precisam fazer, como administrar tarefas, delegar funções, fazer entrevistas, etc. Grande parte dessas demandas podem ser feitas por meio de um aplicativo. 

Confira o que os principais sistemas oferecem para facilitar o dia a dia do RH!

1 – Seleção e admissão

Existem aplicativos de seleção e admissão que podem ajudar bastante na rotina das empresas. Como a concorrência tem sido alta, os gestores podem se beneficiar dessa ferramenta que filtra os candidatos que mais se encaixam na vaga.

Para isso, esses softwares contam com a primeira inteligência artificial que tem como foco seleção e recrutamento. Dessa forma, os gestores só têm acesso aos candidatos mais qualificados e não precisam ler todos os currículos, o que pode acelerar a contratação.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

2 – Videoconferência

A necessidade de home office fez com que muitas organizações tivessem que realizar as contrações a distância. Felizmente, nos dias de hoje há aplicativos de videoconferência que permitem conversar com pessoas independente da distância. 

Um dos mais populares é o Microsoft Teams. Além de possibilitar as reuniões, ele possui funcionalidades como dividir os candidatos em grupos. Isso é bastante útil para as empresas que gostam de realizar dinâmicas de avaliação.

3 – Automatização de tarefas

Sabia que é possível automatizar várias tarefas burocráticas, como gestão de benefícios, gestão de ponto eletrônico e até controle de férias? Em geral, essas ações costumam tomar bastante tempo dos gestores. Quando não é usada uma ferramenta única, pode ser ainda mais difícil, já que em cada arquivo haverá informações importantes. 

No entanto, existem soluções que servem para esse propósito. A maioria delas são softwares na nuvem e possuem um mural eletrônico, onde RH e colaboradores podem acessar o que precisam de maneira fácil e rápida

4 – Checagem de resultados

Há ainda sistemas que permitem saber os resultados dos colaboradores dentro de um projeto, assim como estimar as horas necessárias. Na prática, os mais comuns funcionam assim: os gestores ou os próprios profissionais cadastram as tarefas. 

Cada tarefa tem um tempo máximo de realizado, e pode ter ainda um prazo a ser entregue. O ideal é que toda a equipe respeite o limite de tempo e a data limite. As empresas podem determinar que um projeto terá no máximo 50 horas de dedicação, por exemplo.

Caso esse limite não seja respeitado, é possível identificar as causas como baixa produtividade ou, até mesmo, problemas na precificação do escopo. Pode ser que o projeto valha mais do que as 50 horas. De qualquer hora, isso só pode ser observado por meio da tecnologia. 

5 – Organização de demandas

Os gestores de RH também podem melhorar a organização por meio da tecnologia. O Trello, por exemplo, é um exemplo de software baseado no Kanban, método de organização de Metodologia Ágil que consiste em três tempos: a fazer, fazendo e feito. Pode até parecer simples, porém, no dia a dia, ele pode fazer a diferença para o gerenciamento de projetos. 

Além de organizar as tarefas por meio de quadros, os usuários podem colocar prazos, alocar responsáveis e marcar com etiquetas – de acordo com o departamento, por exemplo. Por ser de acesso a todos, e ter integração com o e-mail, os profissionais podem acessar com facilidade as demandas que possuem. 

Como visto, a rotina do Departamento Pessoal e de Recursos Humanos tem muito a ganhar com a tecnologia. Seja para contratar, organizar tarefas ou até registrar os projetos, há diferentes ferramentas que podem ser adotadas.

Este artigo foi escrito por empresa parceira.

0 0 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments