Como o ambiente de trabalho ajuda a reter talentos?

Tempo de leitura: 3 minutos

A cada dia que passa temos visto como empresas têm investido bastante na qualidade do ambiente de trabalho e não é atoa que os profissionais do mercado aumentaram suas exigências em relação à isso.

A relação entre ambiente de trabalho e retenção de talentos ainda é relativamente recente. Apesar de parecer algo óbvio para empresas mais jovens e modernas, algumas gestões possuem dificuldade para entender como esses dois fatores estão, de certa forma, conectados.

Atualmente, o ambiente de trabalho atua como uma peça chave para a retenção de talentos, queda de rotatividade e até mesmo aumento de engajamento e produtividade dos colaboradores. Vamos te explicar como isso acontece!

O diferencial competitivo

É um fato que nos dias atuais a mão de obra qualificada tem se tornado mais acessível e a quantidade de ofertas de trabalho voltadas para esse público, também. Isso significa que a quantidade de talentos que se destacam no mercado é limitada, porém, a quantidade de empresas que buscam por talentos como esses é grande.

Para que esses talentos busquem, encontrem e fiquem em uma empresa, ela precisa oferecer um diferencial em relação às outras. É nesse momento que o ambiente de trabalho de qualidade atua na retenção dos profissionais.

O engajamento

O engajamento dos colaboradores é uma das variáveis de maior impacto na retenção de talentos e na manutenção dos níveis de rotatividade. Felizmente ou infelizmente, essa variável pode ser influenciada por diversos fatores externos e um deles é a qualidade do ambiente de trabalho.

Quando falamos em engajamento ou produtividade, quase tudo está conectado. Um ambiente de trabalho de qualidade e que corresponda às características e expectativas de um profissional, promove altos níveis de satisfação nos colaboradores. Consequentemente, a satisfação estimula o engajamento destes com a empresa, com o trabalho realizado e com os demais profissionais do lugar. Finalmente, altos níveis de engajamento também estão relacionados à produtividade uma vez que, quando satisfeitos e engajados, os profissionais tendem a trabalhar melhor.

O ambiente de trabalho e talentos de cada geração

Uma das coisas que muitas pessoas esquecem e que deve ser levada em conta é o fato de que grande parte da força de trabalho atual é composta por profissionais millennials.

Apesar de se tratar de mais uma geração que está entrando no mercado de trabalho, da mesma forma como aconteceu com seus antecessores, os millennials possuem características especiais demandando mudanças no ambiente de trabalho tradicional e na maneira de se trabalhar.

Esses novos profissionais, jovens, modernos e flexíveis, não são mais atraídos pelo que antes atraía os profissionais de gerações anteriores. Eles são atraídos e preservados através de um ambiente de trabalho que corresponda aos seus interesses e expectativas, que os engaje constantemente, que ofereça ótimas condições de trabalho e que fuja do tradicional.

Enquanto isso, toda essa adaptação moderna do ambiente de trabalho não faz sentido se grande parte dos seus talentos são compostos por gerações que não se identificam com isso. Para reter talentos é preciso adaptar cada contexto à realidade da empresa e dos profissionais inseridos nela.

A retenção de talentos através do ambiente de trabalho é uma consequência do sentimento dos colaboradores em relação a esse lugar.

Outro importante fator que também contribui para a qualidade do ambiente de trabalho e para a retenção de talentos é a cultura organizacional. Quer aprender mais sobre o assunto? Leia nosso eBook Perfil comportamental e cultura organizacional!


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of