Administração de RH: a ponte entre a empresa e as pessoas

Tempo de leitura: 6 minutos

A administração de RH, sigla para definir Recursos Humanos no meio empresarial, é o tratamento dado em conjunto a todos os colaboradores de qualquer organização. As atividades envolvem recrutamento e seleção, treinamento, pesquisa de clima organizacional e acompanhamento das políticas da empresa.

Mais do que o aspecto operacional, essas estratégias devem ser vistas como oportunidades de melhoria e desenvolvimento das metas e dos objetivos traçados pela direção das empresas. É nesse contexto que a administração de RH envolve atualmente todas as iniciativas caracterizadas como Gestão de Pessoas.

O setor de Recursos Humanos, assim, trata com e de pessoas, uma atividade que requer conhecimento e técnicas específicas para o gerenciamento do capital humano empresarial, o ativo mais importante para qualquer organização.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

A administração de RH é um trabalho dos mais sérios, uma vez que seu principal objetivo são as pessoas e suas relações dentro e com a organização. Embora tenha de levar em conta um componente formado por legislação e regras muito objetivas, também deve tratar das relações interpessoais, baseadas em subjetividade, baseadas em sensações e percepções.

Como fazer a administração de RH

Ao mesmo tempo em que deve cuidar de todas as regras e atentar para que a legislação seja cumprida, a administração de RH deve manter estratégias para desenvolver o potencial humano, uma vez que está tratando com espaços sociais dentro da estrutura organizacional.

Assim, enquanto existe uma rotina que deve ser cumprida, também é necessário aplicar práticas e técnicas para atingir os objetivos da empresa, envolvendo as pessoas por meio do conhecimento e do aprimoramento. O objetivo é torná-las conscientes que fazem parte de um conjunto. Ou seja, não são simples prestadoras de serviços dentro da estrutura na qual se inserem.

A finalidade de uma empresa é atender, por meio de produtos ou serviços, uma população identificada como cliente, ou seja, precisa obter valores agregados ao seu trabalho que propicie lucro.

Nesse sentido, o trabalho feito pela administração de RH, portanto, deve envolver os colaboradores no entendimento desse objetivo, ao mesmo tempo em que cada um desses profissionais compreenda que faz parte dos objetivos da empresa, assumindo como sua a responsabilidade desse objetivo.

Como aprimorar as atividades

Para realizar esse trabalho, a administração de RH deve fazer uso de ferramentas apropriadas como o Solides Gestão, que lhe possibilite, juntamente com a rotina, coletar dados e informações que direcionem as equipes de trabalho ao que seja implantado como política de recursos humanos.

A Tecnologia de Informação oferece, hoje, um conjunto de ferramentas para isso. Para seu bom funcionamento, a administração de RH deve ter um sistema informatizado que possa cumprir com as atividades ligadas às normas e legislações, enquanto disponibiliza o tempo para tratar dos aspectos subjetivos ligados ao capital humano.

Aplicando um método voltado para a disponibilidade de tempo e recursos, a administração de RH poderá, enquanto setor responsável pelas rotinas administrativas, conduzir e coordenar as atividades que possam trazer à organização o desenvolvimento de potencialidades e habilidades.

O conceito de administração de RH, portanto, tem atualmente uma ampliação que demanda cuidados com o suprimento de manutenção e desenvolvimento dos recursos humanos das organizações. Essa ampliação envolve atividades como atrair potenciais, manter o capital humano e desenvolver as pessoas que estão atuando na empresa.

Para isso, é preciso entender que a administração de RH deve fazer a conjunção das duas realidades: a empresa e as pessoas. Sem esse conjunto, não haveria a administração de RH, da mesma maneira que sem a administração de RH não haveria a empresa. Ela torna-se, portanto, a ponte que estabelece o contato dos valores empresariais com os valores e potenciais pessoais, permitindo o alcance de objetivos pretendidos pela organização.

As vantagens dos softwares para a administração de RH

Abordando de forma mais específica os softwares que podem ser empregados na administração de RH, o primeiro ponto a ser considerado é a importância da automatização das tarefas rotineiras.

Diferentemente do que se imagina num primeiro momento, não se trata de um processo de “robotização” das atividades. As soluções tecnológicas facilitam o dia a dia dos profissionais, organizando melhor o fluxo de trabalho. E, com isso, os profissionais podem se dedicar mais à análise e interpretação dos dados, ou seja, desenvolver a visão mais estratégica.

Na parte operacional, são notáveis os ganhos obtidos em termos de eficiência em diversas atividades. Como exemplo, podemos citar o processo de registro e armazenamento das informações sobre a empresa.

Nesse caso, além das vantagens em termos de segurança (garantida pelo uso de senhas e mensagens criptografadas), destaca-se a questão de preservação do material. Isso é importante principalmente no Departamento Pessoal que, para atender aos trâmites burocráticos, precisa arquivar por longos períodos diversos tipos de documentos.

Em relação à gestão, com os processos mais automatizados, a equipe do RH tem condições de identificar com mais facilidade situações que exigem sua atenção. Assim, em vez de perder horas nas tarefas rotineiras, pode dedicar mais tempo à gestão estratégica do RH.

Essa é uma realidade nas empresas que optam por atuar com ferramentas voltadas ao processo de recrutamento e desenvolvimento dos colaboradores. Além dos recursos para o cadastro dos profissionais, os gestores contam com funcionalidades específicas para análise do Perfil Comportamental.

Com isso, a empresa consegue aprimorar o processo de seleção e também de desenvolvimento dos colaboradores, uma vez que tem acesso às informações sobre o comportamento dos profissionais no ambiente de trabalho.

Como resultado direto desse processo mais sofisticado de gestão a organização consegue aumento no índice de produtividade da equipe e também redução no turnover da empresa. E não se trata de “mágica”, mas de ciência. Ao ser designado para tarefas adequadas ao seu perfil o profissional produz mais e se sente mais motivado para no exercício de suas atividades diárias.

Essa é uma das principais vantagens da análise comportamental: o gestor do RH tem condições de saber, a partir da avaliação realizada com a ajuda do software, o tipo de entrega que pode ser feita por cada colaborador.

Na seleção das ferramentas ideais para a administração de RH, o principal é levar em conta as necessidades da área. Ou seja, analisar quais atividades precisam ser otimizadas. A solução tecnológica precisa facilitar o trabalho da equipe de RH, porém também é mandatório que gere resultados para os negócios.

Nesse contexto, o aumento de produtividade é considerado fator-chave, uma vez que impacta diretamente nas entregas feitas pela empresa para o seu consumidor final. E, como já citamos acima, o mais importante é justamente fazer com que todos os colaboradores estejam comprometidos com esse objetivo.

Reside aí a importância do uso de ferramentas adequadas na administração de RH. Sem perder tempo em atividades rotineiras, o gestor consegue ter essa visão mais estratégica, atuar em prol desse objetivo.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre como o RH pode ser mais valorizado na sua empresa? Assine a nossa newsletter e tenha acesso a conteúdos exclusivos sobre o assunto!

 


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of