Utilizando a metodologia 9 box na avaliação de desempenho

Tempo de leitura: 6 minutos

Já se deparou com a situação em que você teve a impressão de que um colaborador era bastante produtivo, mas ao verificar seus resultados viu que ele não apresentava um desempenho tão bom assim? Ou o contrário: achou que um funcionário deixava a desejar, mas se surpreendeu quando notou que seus números indicavam alta performance? Utilizar o 9 box na avaliação de desempenho pode ajudar a compreender esses cenários!

Esse diagnóstico é possível por meio da avaliação de desempenho, que pode ser executada por meio de diversas ferramentas e entre as mais eficazes está a 9 box. Inclusive, essa metodologia está entre as mais simples de serem utilizadas pelos profissionais de RH. Quer entender como ela funciona e como aproveitar a 9 box na avaliação de desempenho? Continue a leitura e tire suas dúvidas!

O que é a 9 box?

Essa é a definição de Matriz 9 Box ou também conhecida como Nine Box. É um método de avaliação da performance de cada colaborador, levando em conta a sua entrega em determinado período de tempo e seu potencial de crescimento e desenvolvimento na área em que atua ou até mesmo para outras áreas internas.

É uma metodologia em que gestores e líderes elaboram, em papel ou planilha no computador, um quadrante que é composto por nove pequenos blocos. Em cada um desses campos são inseridos os níveis de desempenho e de performance de cada pessoa e seus respectivos nomes, de acordo com seu perfil.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Funciona assim: faz-se três linhas e três colunas. Há um eixo vertical, chamado de eixo Y, que define o potencial de cada trabalhador e deve ter três caixas, cada uma com uma das três palavras “Alto”, “ Médio” e “Baixo”. Como você já deve ter percebido, deve ser indicado se o colaborador tem alto, médio ou baixo potencial para crescer na empresa.

Além disso, há outro eixo, o X, que indicará o desempenho e fica na linha horizontal. Nele, devem ser inseridos os termos “Abaixo”, “Esperado” e “Acima do Esperado”. Cada trabalhador será avaliado e terá seu nome anotado no quadrado que mais define seu desempenho e cumprimento dos objetivos nas atividades internas.

Em quais momentos utilizar a 9 box?

Essa metodologia auxilia gestores e profissionais de Recursos Humanos em várias tomadas de decisão internas. Podemos citar que ela ajuda na escolha do novo colaborador, seja interno ou externo, para assumir a posição de outro que foi promovido; contribui para identificar os verdadeiros talentos da empresa e retê-los e também aqueles que precisam ser desligados, além de auxiliar na elaboração de treinamentos mais eficazes para o time.

Por meio da ferramenta também é possível distinguir oportunidades de promoções e bonificações; estabelecer diretrizes para planos de carreira e discutir melhorias de performances da equipe visando à sua evolução. Ou seja, a 9 box é uma aliada e tanto para que a empresa consiga traçar as melhores estratégias para alcançar o sucesso em seus resultados.

Banner_Lancamento_9Box

Como aplicar a 9 box na avaliação de desempenho?

Percebeu como criar a 9 box não é nada complicado, certo? Mas você deve estar se perguntando: afinal, como aplicá-la, efetivamente, na avaliação de desempenho? Isso também não tem nenhum mistério! O mais importante ao utilizar essa metodologia é conhecer os colaboradores e particularidades da empresa. Só assim, a ferramenta apresentará os resultados esperados.

Como, geralmente, o processo de avaliação de desempenho é uma etapa profissional temida pelos funcionários, esse momento tem de ser visto por eles como algo natural. Deve ser disseminado como algo que é realizado a fim de promover a melhoria da performance e produtividade internas e não como algo que é chato e constrangedor. 

Por isso, adotar uma cultura organizacional motivada para este objetivo é fundamental para moldar a mentalidade dos funcionários de que a avaliação é algo positivo. A partir dos resultados passados, é possível corrigir para ter êxito no futuro. Nesse sentido, é essencial que as pessoas que farão a avaliação de desempenho entendam que os gostos pessoais devem ser deixados de lado neste momento.

A subjetividade não deve existir, a fim de se evitar falhas, e as etapas devem ser realizadas com o máximo de padronização possível para que os trabalhadores sejam avaliados de forma justa e igualitária. Deve-se ter em mente que todos os colaboradores têm seus pontos fortes e fracos. O que mais vale aqui é o peso que cada característica exerce sobre seu desempenho individual.

O que é a metodologia 9 box com Fit Cultural?

Apesar de a 9 box ser um processo eficiente, rápido e prático e de alertarmos sempre para o risco de ser parcial durante a avaliação, muitas vezes gestores não conseguem ser imparciais, deixando-se levar pela impressão que já têm de cada pessoa, impactando na objetividade do método. Para evitar que isso aconteça é que indicamos essa metodologia aliada ao Fit Cultural.

Ao utilizar a 9 box em seu modelo tradicional, se as avaliações forem feitas de forma subjetiva, corre-se o risco de disseminar a sensação de competitividade e deslealdade dentro da empresa. Colaboradores podem se sentir injustiçados e acreditar que outros só são promovidos porque foram beneficiados pelo relacionamento próximo que têm com os gestores. Com o Fit Cultural, é possível padronizar para que o processo avaliativo seja mais objetivo e menos flexível aos gostos pessoais dos gestores.

Por que essas duas metodologias devem ser aliadas? 

Utilizar somente a 9 box na avaliação de desempenho, um modelo tradicional de avaliação 360 graus, pode não ser tão eficaz devido ao fato de esse método ser mensurado por diversas fontes. O colaborador é avaliado pelos seus gestores, colegas de trabalho e até por si próprio, ou seja, sua autoavaliação também faz parte de todo o processo

Deu pra perceber que aí podem entrar as subjetividades que falamos acima? Com a inserção do Fit Cultural nesse tipo de metodologia é possível realizar as avaliações por meio da cultura estabelecida pela empresa, pois quando os funcionários conseguem adotar a mesma cultura da companhia, há maior engajamento e autonomia profissional, influenciando positivamente no resultado de sua avaliação.

Nesse cenário, os próprios trabalhadores passam a enxergar quem verdadeiramente veste a camisa da empresa, atuando como promotor do engajamento e fiscal, identificando boas e más condutas. Assim, como são agentes do espírito cultural, esses colaboradores são vistos por terem características que representam a instituição ou não por gostos pessoais de cada gestor.

Com isso, estando alinhado à cultura da organização, a 9 box na avaliação de desempenho se torna muito mais efetiva, pois estão reunidas a forma simples da metodologia do Nine Box e o fortalecimento da cultura interna, aspectos que, juntos, promovem avaliações mais objetivas, evitando erros ao demitir e ao reter pessoas.

Percebeu como unir as duas metodologias não é nada difícil desde que se tenha um processo de gestão de pessoas estruturado? Utilizar a 9 box dentro da companhia pode trazer muitos resultados positivos. Experimente! Ainda tem dúvidas de como aplicar a avaliação de desempenho na sua empresa? Confira as dicas deste guia e bom exercício!


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of